Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
6.450 pessoas
Área da unidade territorial 2015
747,898 km²
Densidade demográfica 2010
7,67 hab/km²
Prefeito 2017
ERINALVA ALVES BRAGA

Histórico

Leia
Consta nos anuais da época do Império, que em 1854, aqui ja se encontrava Inácio Bezerra Costa a partir dessa era até 1934, apenas a tradição transmitida de oralmente de geração a geração aponta raros habitantes, embrenhados nas matas, à margem esquerda do Rio Tocantins, sem contudo termos dados concretos a respeito de sua existências. Já em meados de 1935, vindo do estado do Maranhão, José Pereira Lima, atraído pela fama da cidade da Boa Vista do Padre João, chegou ao atual município de Mosquito, á epoca pertencente a Tocantinópolis, paulatinamente, foram chegando a essa região a procura de moradias, Pedro da Silva Aguiar fundador da fazenda São Pedro dos Matões; Frederico Lopes Figueiredo, da fazenda Brejão, João do Binga, desbravador das Fazendas Livramento e São Salvador, Francisco Costa da Fazenda Cocalino e José Dias Soares da fazenda Santa Luzia. Aos poucos, formaram-se pequenas aglomerações de casas rusticas, cobertas de palhas, todas ao redor de uma feira, num local aprazível e muito saudável loalizada a 9 km do Rio Tocantins e à margem esquerda do Ribeirão Mosquito, a 12 km do atual povoado de Estreito nesse local, seria a pedra fundamental de onde nasceria a cidade de Mosquito. Em 1958, já se encontrava em contrução a rodovia Belém - Brasília e o seu leito embora primário de cascalho já começava a ser utilizado para vias de acesso, essa estrada dividia ao meio, esse povoado que ja começava a irradiar progresso e gerar riquezas. Em 1962, o ex-Governador Mauro Borges, deu início a uma estrada, partindo do ponto do cruzamento de Belém-Brasília com o povoado Mosquito, interligando Nazaré, Lagoa de São Bento e Cachoeirinha, através da transamazônica. O povoado de Mosquito florescia, mercadorias industrializadas vinham de Belém do Pará e de Goiânia, era grande o intercâmbio comercial dessa localidade. Com o desenvolvimento da BR - 153 levando progresso foi mudando o regime de vida simples que aqueles sertanejos, levavam e devagar foi nascendo desejo de separação para adquirir independência econômica, devido a contato com o Sul. Na década de 60, o comerciante Raimundo Neiva de Carvalho elege-se vereador mais não consegue o seu intento de transformar o povoado de Mosquito em município, mesmo acontece com os outros vereadores eleitos em outras legislaturas, como Vitor Dias Soares, Antonio Dias da Silveira, Manoel Moreira da Silva, José Borges dos Santos, todos frustrados em seus anseios. Aos 05 de outubro de 1988, foi promulgada a nova Constituição de República Federativa do Brasil, criando o estado do Tocantins, pela Assembléia Estadual do Tocantins, criando tambem o municipio de Mosquito, o qual foi desmebrado e emancipado do município de Tocantinópolis, pela lei Estadual nº 251, de 20 de fevereiro de 1991. Em 03-10-92, realizou-se a primeira eleiçao de a 01-01-93, foi instalado oficialmente o município de Mosquito, dando-se posse ao primeiro Prefeito Municipal eleito, e os 09 vereadores eleitos para Câmara Municipal. O Padroeiro do Mosquito é Nossa Senhora Mãe de Deus e o festejo de aniversário tem como data final, 31 de maio.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "1713809" }