Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
2.548 pessoas
Área da unidade territorial 2015
269,677 km²
Densidade demográfica 2010
9,17 hab/km²
Prefeito 2017
ITELMA BELARMINO DE OLIVEIRA RESPLANDES

Histórico

Leia
Santa Terezinha do Tocantins Tocantins - TO Histórico Em 1940 chegam a região, provenientes do Estado do Maranhão, as famílias de Antônio Belarmino de Oliveira casado com Isabel Santana de Freitas, Belo Belarmino de Oliveira casado com Sinhá, Manoel Belarmino de Oliveira, Francisco Fonseca conhecido como Chico Pequeno casado com Cícera Belarmino, Sulino Alves casado com Mariquinha, Antônio Cabrinha, Manoel ?Bastiana? José Chagas Guimarães, ?Tenente? e João Félix Rodrigues conhecido como João Barata casado com Lourdes. Estas famílias vieram do Maranhão, dos municípios de Jussara e Pastos Bons, em busca de terras para trabalhar, demoraram 30 dias para chegar a região, pois devido as dificuldades da época todo o percurso foi feito em lombo de animais. O primeiro acampamento foi a sombra de um pé de marinheiro, árvore de grande porte que até hoje é o símbolo do município. Chegando ao local ocuparam as terras que na época eram devolutas, instalaram-se às margens esquerda do Rio Traíras, fundaram uma vila que, em função da grande quantidade de coco babaçu, batizaram de Coco Escuro. Fundaram uma escola e contrataram para professora Luiza Antero, a primeira professora do povoado, com todas as despesas pagas pelos pais dos alunos. A professora foi substituída pelo professor Pedro Paé. Começaram a trabalhar na agricultura. Produziam arroz, feijão, mandioca, milho e algodão. As mulheres cuidavam da casa e da fabricação de redes, cobertores e vestuário. Em 1941 iniciaram a criação de gado e expandiram a agricultura. A partir de 1942 começaram a cultivar cana-de-açúcar, matéria-prima usada na fabricação de açúcar, rapadura e cachaça. Neste ano começaram a exportar arroz, algodão e os derivados da cana-de-açúcar. Neste mesmo ano de 1942, a maioria dos moradores, muda para a margem direita do córrego. O povoado cresce, chega o senhor Manoel da Rocha Nogueira, conhecido como Manoel Aníbal e se torna o primeiro comerciante da povoação. O povoado era no Município de Tocantinópolis. Em 1952, Jacy Gomes Marinho coordenou um mutirão para construir uma capela em homenagem a São Francisco de Assis, com festividades dia 04 de outubro. O atraso nos trabalhos fez com que a inauguração da capela se desse apenas dia 14 do mesmo mês e o padroeiro foi substituído por Santa Terezinha do Menino Jesus, com festividades dia 15 de outubro. No dia 18 de outubro, do mesmo ano, foram realizados os primeiros casamentos na capela. Em 1968, foi criada uma feira livre no Povoado, onde eram vendidos, principalmente, produtos agrícolas da região. A feira torna o Povoado conhecido e famoso, atraindo muita gente para instalação no local. Comerciantes de outros municípios vendem também ali seus produtos. No entanto, em 1985, a feira foi extinta. Gentílico: terezinense Formação Administrativa Em 1991 o Povoado Santa Terezinha é elevado à categoria de distrito. A Lei nº 685, de 26 de maio de 1993, eleva o distrito à categoria de município. Sendo sua criação oficializada no dia 03 de outubro do mesmo ano. O Município passa a se chamar Santa Terezinha do Tocantins. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Santa Terezinha do Tocantins, pela Lei Estadual nº 683, de 26-05-1994, desmembrado do Município de Nazaré. Sede no atual Distrito de Santa Terezinha do Tocantins (ex-povoado de Santa Terezinha). Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1997. Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede. Assim permencendo em divisão territorial datada de 2007.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "1720002" }