Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
62.695 pessoas
Área da unidade territorial 2015
1.408,934 km²
Densidade demográfica 2010
43,89 hab/km²
Prefeito 2017
LUIZ CAVALCANTE E MENEZES

Histórico

Leia
Piripiri originou-se das terras de Botica, sendo que sua área foi concedida a Antônio Fernandes Macedo, em 20 de janeiro de 1777. A sua fundação remonta-se a 1844, quando o seu proprietário, Padre Domingos de Freitas e Silva, vindo buscar refúgio após ter lutado pela independência do Piauí, construiu uma casa em um local denominado Anajás, e depois, ao lado, uma capela dedicada à Nossa Senhora dos Remédios, que é a atual padroeira da cidade. Ali o padre passou a viver com sua família da agricultura e da criação de gado. Essas duas edificações foram as únicas construções de Piripiri até 1855, quando o Padre Freitas resolveu dividir as terras de sua propriedade em pequenos lotes, oferecendo-as a quem quisesse morar ali. Pouco tempo depois começaram a chegar muitas famílias. Em 1857, Piripiri com seus habitantes começava a ter o aspecto de uma vila, e com isso o Padre Freitas abriu uma pequena escola. Nessa escola ele mesmo deu aula de primeiras letras e latim durante muito tempo. No ano de 1860, o Padre Freitas doou a capela dedicada à Nossa Senhora dos Remédios 300 braças quadradas de terras que demarcou judicialmente. Em 1870, o distrito de Piripiri é elevado à categoria de freguesia. Em 1874, Piripiri foi elevada à vila. Em 1908 o Padre Antônio Bezerra de Menezes fundou o Instituto Arcoverde, um educandário que prestou relevantes serviços a Piripiri. Colaboraram José de Arimatéia Tito e João de Freitas Filho. Em 1910 foi inaugurado o Palacete do Conselho da Vila, prédio que foi construído em 1909. Em 1910 a vila de Piripiri foi finalmente elevada à categoria de cidade. A grafia primitiva era Peripery. Em 1944 uma resolução de IBGE passou a chamar a cidade de Piripiri.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "2208403" }