Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
25.962 pessoas
Área da unidade territorial 2015
3.218,678 km²
Densidade demográfica 2010
7,95 hab/km²
Prefeito 2017
JOSE VALDI COUTINHO

Histórico

Leia
Independência Ceará - CE Histórico No Vale de Crateús, adquirido em 1721 por D. Ávila Pereira, estava situada a fazenda de José Ferreira de Melo, onde, a conselho de Frei Vidal da Penha, se erigiu uma capela. Em 1810 já estava pronta a capela, em torno da qual foram construídas as primeiras habitações. Em breve essa florescente povoação elevou-se a distrito de paz com o nome de Pelo Sinal, por Resolução nº 56, de 6 de setembro de 1836. Gentílico: independenciense ou independenciano Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Independência, por lei provincial de Piauí nº 356, 15-09-1853. Elevado à categoria de vila com a denominação de Independência, pela lei provincial do Piauí, nº 436, de 24-07-1857. Desmembrado de Crateús. Sede na atual vila de Independência. Instalado em 01-03-1858. Pelo decreto geral nº 3012, de 22-10-1880, transfere a vila de Independência da antiga província do Piauí para a província do Ceará. Pela lei estadual nº 107, de 20-09-1892, é extinta a vila de Independência. Pela lei nº 294, de 07-08-1896, é recriado a vila de Independência. Reinstalada em 16-11-1896. Pelo ato estadual de 03-03-1902, é criado o distrito de Novo Oriente e anexado ao município de Independência. Pelo ato n º 8-A, de 10-03-1892, a vila de Independência adquiriu o distrito de Vertentes, pois a vila foi extinta. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituído de 4 distritos: Independência, Cruz, Novo Oriente e Vertentes. Nos quadro de apuração do Recenseamento Geral de I-IX-1920, o município aparece constituído de 4 distritos: Independência, Cruz, Novo Oriente e Vertentes. Pelo decreto estadual nº 193, de 20-05-1931, o município é extinto, sendo seu território anexado ao município de Cratéus, como simples distrito. Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Independência, pelo decreto estadual nº 1156, de 04-12-1933. Sob a mesma lei criado o distrito de Santa Quitéria e anexado ao município de Independência. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Independência, Novo Oriente, Santa Quitéria e Vertentes, não figurando o distrito de Cruz. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1937, o município aparece constituído de 5 distritos: Independências, Bom Principio, Novo Oriente, Santa Quitéria e Vertentes. Pelo decreto estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de Santa Quitéria passou a denominar-se Coutinho. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 5 distritos: Independência, Bom Principio, Coutinho ex-Santa Quitéria, Novo Oriente e Vertentes. Pelo decreto estadual nº 1114, de 30-12-1943, o distrito de Bom Princípio passou a denominar-se Ematuba e o distrito de Vertentes a denominar-se Iapi. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 5 distritos: Independência, Coutinho, Ematuba ex-Bom Princípio, Iapi ex-Vertentes e Novo Oriente. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955. Pela lei estadual nº 3855, de 10-10-1957, desmembra do município de Independência o distrito de Novo Oriente. Elevado à categoria de município. Pela lei estadual nº 3996, de 27-12-1957, são criados os distritos de São Francisco e Algodões com terras desmembrados do distrito de Coutinho e anexado ao município de Independência. Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído de 6 distritos: Independência, Algodões, Coutinho, Ematuda, Iapi, São Francisco. Pela lei estadual nº 6444, de 21-07-1963, desmembra do município de Independência os distritos de Coutinho e Algodões. Para formar o Novo município de Coutinho. Pela lei estadual nº 6951, de 19-12-1963, desmembra do município de Independência o distrito de São Francisco. Elevado à categoria de município. Pela lei estadual nº 6954, de 19-12-1963, desmembra do município de Independência o distrito de Ematuba. Elevado à categoria de município. Pela lei estadual nº 6986, de 20-12-1963, desmembra do município de Independência o distrito de Iapi. Elevado à categoria de município com a denominação de Vertentes do Ceará. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede. Pela lei estadual nº 7103, de 08-01-1964, é criado o distrito de Jandrangoeira e anexado ao município de Independência. Pela lei estadual nº 8339, de 14-12-1965, o município de Independência adquiriu os extintos município de Coutinho, Ematuba, Vertentes do Ceará atual Iapi e São Francisco, como simples distrito. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 7 distritos: Independêcnia, Algodões, Coutinho, Ematuba, Iapi, Jandrangoeira e São Francisco. Pela lei estadual nº 11330, de 04-06-1987, alterada pela lei estadual nº 11485, de 20-07-1988, desmembra do município de Independência o distrito de Coutinho, elevado à categoria de município com a denominação de Quiteranópolis, sendo que este novo município terá como distrito Algodões e São Francisco. Em divisão territorial datada de 17-I-1991, o município é constituído de 4 distritos: Independência, Ematuba, Iapi e Jandrangoeira. Pela lei municipal nº 326, de 04-12-1992, é criado o distrito de Tranqueiras e anexado ao município de Independência. Pela lei municipal nº 327, de 04-12-1992, é criado o distrito de Monte Sinai com terras desmembradas do distrito de Iapi e anexado ao município de Independência. Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 6 distritos: Independência, Ematuba, Iapi, Jandrangoeira, Monte Sinai e Tranqueiras. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "2305605" }