Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
119.930 pessoas
Área da unidade territorial 2015
1.579,723 km²
Densidade demográfica 2010
68,62 hab/km²
Prefeito 2017
LUIZ BARBOSA DE DEUS

Histórico

Leia
O município de Paulo Afonso, no século XVIII, foi habitado por bandeirantes portugueses que, chefiados por Garcia d'Ávila, subiram o rio São Francisco e atingiram as terras onde hoje está localizada a cidade. Encontrando os pacíficos índios mariquitas e pancarus, com eles dedicaram-se à lavoura e à criação de gado, embora, desde 1705, padres tivessem iniciado a catequese dos silvícolas, com intuito de evitar que fossem explorados pelos bandeirantes. Em 1725, o sertanista Paulo Viveiros Afonso recebeu, por alvará, uma sesmaria situada na margem esquerda do rio São Francisco, que abrangia as terras alagoanas da Cachoeira, conhecida, então, como 'Sumidouro'. O donatário ocupou, além das ilhas fronteiras (entre as quais a da Barroca ou Tapera), as terras baianas existentes na margem direita, onde construiu um arraial que, posteriormente, se transformou na Tapera de Paulo Afonso. A localidade, procurada como pouso de boiadas, começou a exigir desenvolvimento comercial que atendesse à solicitação não só dos adventícios, como da população local. O lugarejo já era expressivo núcleo demográfico do município de Glória, quando o Governo Federal, em 1948, criou a Companhia Hidrelétrica do São Francisco, com a finalidade de aproveitar a energia da cachoeira de Paulo Afonso. O acampamento de obras localizou-se nas terras da fazenda Forquilha. Em torno das instalações da usina cresceu a cidade.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "2924009" }