Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
5398 pessoas
Área da unidade territorial 2015
106.465 km²
Densidade demográfica 2010
46.66 hab/km²
Prefeito 2017
MAURICIO PINHEIRO FERREIRA

Histórico

Leia
CAIANA - Minas Gerais - MG Gentílico: CAIANENSE HISTÓRICO: A história do município tem início em 1856 quando um português, Manoel Francisco Pinheiro, adquiriu de um índio Purí uma gleba de terra com 60 alqueires e alí foi o primeiro a cultivar o café na região. Em 1858, desejando criar um Patrimônio para a Igreja Católica, recebeu por doação de D. Esméria Toledo, proprietária vizinha, uma parcela de terras que hoje constitui o perímetro urbano da cidade. Alí, Manoel Pinheiro edificou a primeira casa e uma capela dedicada a São João Batista. Em 1860, além das duas pessoas citadas, havia se estabelecido também o Sr. Lucas de Almeida Rosa. Em 1908, quando a ferrovia The Leopoldina Railway Company Limited atingiu o povoado, este contava apenas com a capela e três casas residenciais. As terras vizinhas eram de propriedade dos Srs. Manoel Francisco Pinheiro, João Cabral de Almeida e Henrique Gripp. A ferrovia fez crescer o núcleo de povoamento. A partir de 1920 e, principalmente durante a segunda guerra mundial, a mineração de mica, feldspato e caolim, foram fatores econômicos explorados aliados à agricultura e à pecuária. O nome primitivo do povoado foi São João do Rio Preto em homenagem ao padroeiro e alusivo ao rio que corta a cidade. O nome atual, apesar de ser homônimo de uma espécie de cana-de-açúcar comum na região, teve a sua origem na tradição oral, onde se relatavam que, em 1908, quando ali chegou a ferrovia, a maioria dos trabalhadores desta era composta de espanhóis e portugueses. Numa das três casas que existiam residia uma portuguesa, D. Ana Borges, que logo travou um relacionamento comercial com eles fornecendo-lhes água, café e alimentação. Os portugueses chamavam-na, quando para pedir algo da seguinte maneira: 'vaim-cai, Ana' ou somente 'cai, Ana'. O hábito desta expressão, com o tempo, tornou-se o topônimo local. FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA: Distrito criado com a denominação de São João do Rio Preto, pela Lei Estadual n.º 843, de 07-09-1923, desmembrados dos antigos distritos de São Sebastião da Barra, atual Espera Feliz e São Mateus, atual Faria Lemos, subordinado ao município de Carangola. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de São João do Rio Preto figura no município de Carangola. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-12-1936 e 31-12-1937. Pelo decreto-Lei Estadual n.º 148, de 17-12-1938, o distrito de São João do Rio Preto passou a denominar-se Caiana. Sob o mesmo Decreto o distrito de São João do Rio Preto deixa de pertencer ao município de Carangola para integrar o recém criado município de Espera Feliz. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de Caiana, ex-São João do Rio Preto figura no município de Espera Feliz. Em divisão territorial datada de 01-07-1955, o distrito permanece no município de Espera Feliz. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-07-1960. Elevado à categoria de município com a denominação de Caiana, pela Lei Estadual n.º 2764, de 30-12-1962, desmembrado de Espera Feliz. Sede no antigo distrito de Caiana. Constituído do distrito sede. Instalado em, 01-03-1963. Em divisão territorial datada de 31-07-1963, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. ALTERAÇÃO TOPONÍMICA DISTRITAL São João do Rio Preto para Caiana, alterado pelo Decreto-Lei Estadual n.º 148, de 07-12-1938. TRANSFERÊNCIA DISTRITAL Pelo Decreto-Lei Estadual n.º 148, de 17-12-1938, transfere o distrito de Caiana, ex-São João do Rio Preto, do município de Carangola para o de Espera feliz. FORMAÇÃO JUDICIÁRIA: A Lei n.º 2.764 de 30/12/1962, que criou o município, subordinou-o à Comarca de Carangola. Posteriormente, com a criação da Comarca de Espera Feliz, passou a fazer parte desta.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3110103" }