Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
1.526 pessoas
Área da unidade territorial 2015
152,912 km²
Densidade demográfica 2010
9,42 hab/km²
Prefeito 2017
ELITON LUIZ MOREIRA

Histórico

Leia
É escassa a documentação sobre as origens mais remotas do atual município de Doresópolis, admitindo-se, que a povoação tenha ocorrido no início do século XIX. Entre os primeiros sesmeiros, atraídos pela excelente qualidade da terra da região para agricultura, estavam Luiz Antônio da Silva e Martinho Ferreira de Figueiredo. O Patrimônio e a Capela foram doados por Padre Francisco Gonçalves Goulart e dona Lizarda Cândido de Melo. A Capela foi construída em 1875, pelo Padre João Gonçalves de Melo, e a primeira missa foi celebrada em 1876 pelo Vigário de Piumhi, José Florêncio Rodrigues. A paróquia de Nossa Senhora das Dores foi criada em 23 de maio de 1915. O município é denominado Doresópolis em homenagem à Nossa Senhora das Dores, a padroeira do município. Ao natural do município é dado o gentílico de doresopolitano. Formação administrativa: Sabe-se o seguinte: 'Em sessão realizada em 14/10/1842, a Câmara municipal de Piumhi, solicitou ao governo Imperial a criação dos distritos de São Roque e Nossa Senhora do Carmo de Jatubá, relatando para ao último os limites territoriais, que abrangiam todo o território do município e ainda parte do atual município de Iguatama'. A Lei nº 2938, de 23/09/1882, transferiu a sede do distrito de Santo Antônio de Entre Rios, para a povoação de Nossa Senhora das Dores das Perobas, com esta última denominação ficando reduzida a Perobas e assim figurando na divisão administrativa de 1911. A Lei nº 2764, de 30/12/1962, elevou o distrito de Perobas à cidade, criando o município desmembrado do de Piumhi, ao mesmo tempo que lhe deu a denominação atual de Doresópolis.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3123403" }