Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
12289 pessoas
Área da unidade territorial 2015
376.341 km²
Densidade demográfica 2010
30.53 hab/km²
Prefeito 2017
EDVALDO BELINELLI

Histórico

Leia
Em decorrência das lutas entre as bandeiras de Fernão Dias Paes Leme e os indígenas para conquistas e desbravamento das terras banhadas pelo célebre Rio Grande, criou-se a lenda de que um tesouro havia sido enterrado nas margens do Ribeirão Itaicí e, que por motivos diversos, lá ainda se encontrava, mesmo 100 anos depois, mais ou menos no século XVIII. Esta lenda surgiu para despertar a cobiça de alguns aventureiros, entre eles João de Souza Bueno e Constantino de Albuquerque, que se embrenharam na mata a dentro a procura de tão falado tesouro. Porém ao chegarem às margens do Ribeirão Itaicí, a desilusão os esperava. Trataram de aproveitar as terras que ainda sem dono certo, poderiam compensar-lhes em parte as canseiras das viagens. Formou-se daí um pequeno povoado, distante 24 kms do Rio Grande e 18 kms do Rio Sapucaí, que mais tarde se transformaria na atual cidade de Ilicínea. No início do século XIX, quando já era grande o número de fazendeiros locais, Inácio de Andrade e Antônio Cassimiro Monteiro doaram terras a Nossa Senhora Aparecida. Edificou-se um capela, em torno da qual o povoado foi crescendo. Congonhas foi o primeiro nome dado ao povoado que, em 1938, como distrito, recebeu o novo e atual nome de ILICÍNEA. Em 1953, desmembrado do município de BOA ESPERANÇA, foi elevado a categoria de cidade. Tratamento gentílico: Ilicinense Formação Administrativa: O distrito foi criado em 1875 pela Lei nº 2.154 e o município em 12 de dezembro de 1953 pela Lei nº 1039. Formação Judiciária: Município pertencente a comarca de Boa Esperança.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3130507" }