Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
92.091 pessoas
Área da unidade territorial 2015
495,769 km²
Densidade demográfica 2010
172,38 hab/km²
Prefeito 2017
NEIDER MOREIRA DE FARIA

Histórico

Leia
Itaúna Minas Gerais - MG Histórico Itaúna foi povoada no início do século XVIII, quando três portugueses, Tomás Teixeira Manoel Neto de Melo e Gabriel da Silva Pereira, tornaram-se donos de ′datas′ de mineração nos ribeirões de Lavrinhas e Jacuba. Gabriel da Silva Pereira, fundador da cidade, abriu a primeira ′picada′ em direção à paragem de São João, hoje ltaúna. A filha ilegítima de Gabriel da Silva Pereira, Francisca da Silva Pereira, casou-se com o posseiro português, Manoel Pinto de Madureira, que recebeu o dote terras em torno do Morro do Rosário, onde Gabriel havia construído um oratório. Em 1750, na paragem do São João, começou a construção da capela, que ficou pronta em 1765, tendo como padroeira a Senhora de Santana. A partir de então, a comunidade ficou conhecida como povoado de Santana do São João Acima. E, posteriormente, veio à denominação Itaúna. Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Santana do São João Acima, pela Lei Provincial nº 209, de 07-04-1841, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891. Elevado à categoria de vila com a denominação de Itaúna, pela Lei Estadual nº 319, de 16-09-1901, desmembrada dos municípios Bonfim e Pará de Minas. Sede na antiga povoação de Santana do São João Acima. Constituído do distrito sede. Instalado em 02-01-1902. Pela Lei Municipal nº 9, de 15-04-1902, é criado o distrito de Serra Azul e anexado ao município de Itaúna. Em divisão administrativa referente ao ano 1911, a vila é constituída de 5 distritos:Itaúna, Carmo do Cajuru desmembrado do município Pará de Minas, Conquista e Itatiaiussu desmembrados do município de Bonfim e Serra Azul. Elevado á condição de cidade com a denominação de Itaúna, pela Lei Estadual nº 663, de 18-09-1915. Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 5 distritos: Itaúna, Carmo do Cajuru, Conquista, Itatiaiussu e Serra Azul. Pela Lei Estadual nº 07-09-1923, o distrito de Conquista passou a chamar-se Itaguara. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 5 distritos: Itaúna, Carmo do Cajuru, Itaguara (ex-Conquista), Itatiaiussu e Serra Azul. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pelo Decreto-Lei Estadual nº 148, de 17-12-1938, desmembra do município de Itaúna o distrito de Serra Azul, para formar o novo município de Mateus Leme. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Itaúna, Carmo do Cajuru, Itaguara e Itatiaiussu. Pelo Decreto-Lei Estadual nº 1058, de 31-12-1943, desmembra do município de Itaúna o distrito de Itaguara. Elevado à categoria de município. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 3 distritos: Itaúna, Carmo do Cajuru e Itatiaiussu. Pela Lei Estadual nº 336, de 27-12-1948, desmembra do município de Itaúna o distrito de Carmo do Cajuru. Elevado à categoria de município. Pela mesma lei o distrito de Itatiaiussu passou a grafar Itatiaiuçu. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Itaúna e Itatiaiuçu (ex-Itatiaiussu). Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Pela Lei nº 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de Itaúna o distrito de Itatiaiuçu. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Alteração toponímica distrital Santana do Rio São João acima para Itaúna, alterado pela Lei nº 319, de 16-09-1901.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3133808" }