Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
3.991 pessoas
Área da unidade territorial 2015
211,084 km²
Densidade demográfica 2010
19,32 hab/km²
Prefeito 2017
DAURO MARTINS VIDAL

Histórico

Leia
Tabuleiro Minas Gerais - MG Histórico Assim como outros municípios da Zona da Mata, a região onde se localiza o município de Tabuleiro teve como seus primeiros habitantes índios das tribos Croatos e Cropós. Na segunda metade do século XVIII, Por volta de 1767, o Padre José Manoel de Jesus Maria inicia o processo de catequese dos índios na então freguesia do Mártir São Manoel dos Rios Pomba e Peixe dos Índios Croatos e Cropós, sendo que 74 anos depois, pela lei provincial de 7 de abril de 1841, foi criado o curato do Senhor Bom Jesus da Cana Verde no local onde hoje funciona a própria sede da prefeitura municipal de Tabuleiro. Tudo indica que a origem do nome de Tabuleiro remete ao modo como viajantes tropeiros e mascates denominavam a região, pois, quando por ali passavam, eram recebidos pelos moradores vendendo doces, pães, bolos e alimentos diversos em tabuleiros de madeira que eram colocados nas janelas das casas. Tabuleiro, assim como outros municípios da região, viveu sob a hegemonia de uma pratica política comum na época; o patriarcalismo. Figuras como João Floriano, Oscavo Gonzaga Prata e Alcebíades Mendes Ferreira, grandes fazendeiros, exerceram grande influência política e econômica na região na segunda metade do século XIX e início do século XX.. Uma das primeiras casas da região é o sitio Campo Belo Vendinha que possui esse nome em alusão a um pequeno mercadinho que funcionava na proximidade do sitio e foi construída entre 1890 e 1891 pelo fazendeiro Francisco Ferreira Ramos. Originariamente o atual sítio possuía 96 alqueires e produzia e comercializava essencialmente café. O município alias, destacou-se na produção de café e segundo o jornal Tribuna do Tabuleiro era comum tropas de burros trazendo sacas de café das fazendas distantes e dos carros de bois que entravam cantando nas ruas de Tabuleiro. (Oliveira, s/n) Destaca-se no município a figura histórica do padre e político Geraldo Cândido de Paiva que empreendeu mudanças na paróquia, incentivando teatro e música e as festas religiosas (...) edificou as capelas de Santa Rita (Botafogo), Nossa Senhora (Igrejinha do Acácio), bem como a Capela de Nossa Senhora do Rosário, localizada na praça de mesmo nome. Há ainda dentro do município a comunidade rural do Botafogo que, segundo a secretaria de cultura do município Luzia Andresa Paz e Silva, são remanescentes de quilombolas e encerram um grande patrimônio cultural do município. Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Taboleiro, pela lei provincial nº 1275, de 02-01-1866, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Pomba. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Taboleiro figura no município de Pomba. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pela lei nº 336, de 27-12-1948, o município de Pomba teve sua denominação alterada para Rio Pomba. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Taboleiro figura no município de Rio Pomba (ex-Pomba). Elevado á categoria de município com a denominação de Tabuleiro, pela lei nº 1039, de 12-12-1953, desmembrado de Rio Pomba. Sede no atual distrito de Tabuleiro (ex-Taboleiro). Constituído do distrito sede. Instalado em 01-901-1954. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Retificação de grafia Taboleiro para Tabuleiro, alterada pela lei nº 1039, de 12-12-1953.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3167905" }