Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
30946 pessoas
Área da unidade territorial 2015
468.343 km²
Densidade demográfica 2010
59.47 hab/km²
Prefeito 2017
VERA LUCIA COSTA

Histórico

Leia
Guaçuí Espirito Santo - ES Histórico Guaçuí era dominada por tribos descendentes da nação tupi, localizadas num aldeamento onde está a sede do distrito de São Pedro de Rates. Procedentes de Minas Gerais, os desbravadores da região, comandados pelo capitãomor Manoel José Esteves de Lima, ultrapassaram os contrafortes da serra do Caparaó, de norte para sul e promoveram a instalação de uma Povoação, às margens do rio Veado, no início do século XIX. O primeiro nome do Povoado foi São Bom Jesus do Livramento, alterado, em 1866, para São Miguel do Veado. Gentílico: guaçuiense Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de São Miguel do Veado, pelo decreto provincial nº 09, de 13-07-1866, subordinado ao município de São Pedro de Cachoeiro de Itapemirim. Pela lei provincial nº 18, de 03-04-1884 e por decreto estadual nº 53, de 11-11-1890, transfere o distrito de São Miguel do Veado da Vila de São Pedro de Cachoeiro de Itapemirim. Para formar o novo município de Alegre ex-Nossa Senhora da Conceição de Alegre. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no município de Alegre o distrito de Veado. Elevado à categoria de município com a denominação de Veado, pela lei estadual nº 1688, de 25-12-1928, desmembrado de Alegre. Sede no antigo distrito de Veado. Constituído de 3 distritos: Veado, Rio Preto e São Lourenço. Todos desmembrado de Alegre. Instalado em 10-01-1929. Elevado à condição de cidade, pela lei estadual nº 1722, de 30-12-1929. Pela lei estadual nº 1730, de 03-01-1930, é criado o distrito de São Pedro Rates e anexado ao município de Veado. Pelo decreto estadual nº 1543, de 08-08-1931, o município Veado passou a denominar-se Siqueira Campos. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Siqueira Campos, Rio Preto, São Lourenço e São Pedero de Rates. Pelo decreto-lei estadual nº 15177, de 31-12-1943, o município de Siqueira Campos passou a denominar-se Guaçuí. Sob o mesmo decreto o distrito de São Lourenço passou a denominar-se Imbuí e o distrito de Rio Preto a denominar-se Divisa. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 4 distritos: Guaçuí, Divisa ex-Rio Preto, Imbuí ex-São Lourenço e São Pedro de Rates. Pela lei estadual nº 750, de 28-12-1953, é criado o distrito de São Tiago. Desmembrado do distrito de Guaçuí e Imbuí, e anexado ao município de Guaçuí. Em divisão territorial datada de 01-07-1955, o município é constituído de 5 distritos: Guaçuí Divisa, Imbuí, São Pedro de Rates e São Tiago. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-07-1960. Pela lei estadual nº 1914, de 30-12-1963, desmembra do município de Guaçuí o distrito de Divisa. Elevado à categoria de município com a denominação de Dores do Rio Preto. Pela lei estadual nº 1915, de 30-12-1963, desmembra do município de Guaçuí o distrito de Imbuí. Elevado à categoria de município com a denominação de Divino de São Lourenço. Em divisão territorial datada de 31-12-1963, o município é constituído de 3 distritos: Guaçuí, São Pedro de Rates e São Tiago. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005. Alteração toponímica distrital São Miguel do Veado para Veado alterado, pela lei estadual nº 1688, de 25-12-1928. Alterações toponímicas municipais Veado para Sigueira Campos alterado, pela lei estadual nº 1543, de 08-08-1931. Sigueira Campos para Guaçuí alterado, pela lei estadual nº 15177, de 31-12-1943.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3202306" }