Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
12.471 pessoas
Área da unidade territorial 2015
201,25 km²
Densidade demográfica 2010
55,54 hab/km²
Prefeito 2017
EDUARDO MAROZZI ZANOTTI

Histórico

Leia
Ibiraçú Espírito Santo - ES Histórico A região hoje compreendida pelo município de Ibiraçu pertenceu ao de Santa Cruz, hoje Aracruz. Em 1877, o Engenheiro Aristides Guaraná, veterano da Guerra do Paraguai, recebeu um grupo de imigrantes italianos para fixá-los em suas terras no Córrego Fundo, onde explorava o cultivo da cana-de-açúcar. Dali, muitos imigrantes internaram-se pela mata densa e fundaram, no local onde hoje se acha a Cidade de Ibiraçu, uma povoação que receberia sucessivamente os nomes de Núcleo Colonial de Santa Cruz, Núcleo Colonial Conde D?Eu, Núcleo Colonial Bocaiúva, Vila de Guaraná, Lauro Müller e, finalmente, Ibiraçú. Os colonizadores, com a intensificação das culturas agrícolas, promoveram o rápido desenvolvimento da região, que, em 1891, foi constituída em município, com a denominação de Guaraná, homenagem ao engenheiro Aristides Armínio Guaraná. No ano seguinte, o município de Guaraná teve sua denominação mudada para Pau Gigante, dada a existência, de gigantesca árvore, que dominava a região. Finalmente, 1943, o município passou a chamar-se Ibiraçu, que significa Pau Gigante. Gentílico: ibiraçuense Formação Administrativa Distrito criado com a denominação Guaraná, pela lei estadual nº 23, de 11-09-1891, subordinado ao município de Cachoeiro de Santa Leopoldina. Elevado à categoria de vila com a denominação de Guaraná, pela lei estadual nº 23, de 11-09-1891, desmembrado de Cachoeiro de Santa Leopoldina. Sede no Núcleo Colonia Santa Cruz. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-10-1891. Pelo decreto estadual de 01-03-1892, a Vila de Guaraná passou a denominar-se Pau Gigante. Pela lei municipal de 27-01-1905, é criado o distrito de Acioli de Vasconcelos e anexado ao município de Pau Gigante. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 2 distritos: Pau Gigante e Acioli Vasconcelos. Pela lei estadual nº 1305, de 30-12-1921, é criado o distrito de João Neiva e anexado ao município de Pau Gigante. Pelo decreto estadual nº 3992, de 09-08-1933, é criado o distrito de Pendanga e anexado ao município de Pau Gigante. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Pau Gigante, Acioli Vasconcelos, João Neiva e Pendanga. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-12-1936 e 31-12-1937. Pelo decreto-lei nº 9222, de 31-03-1938, o distrito de Acioli Vasconcelos teve sua denominação simplificada para Acioli. Pelo decreto-lei estadual nº 15177, de 31-12-1943, o município de Pau Gigante passou a denominar-se Ibiraçu. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município já denominado Ibiraçu é constituído de 4 distritos: Ibiraçu, Acioli, João Neiva e Pendanga. Em divisão territorial datada de 01-07-1955, o município é constituído de 4 distritos: Ibiraçu, Acioli, João Neiva e Pendanga. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-07-1960. Pela lei estadual nº 4076, de 11-05-1988, desmembra do município de Ibiraçu os distritos de João Neiva e Acioli, para formar o novo município de João Neiva. Em divisão territorial datada de 01-06-1995, o município é constiuído de 2 distritos: Ibiraçu e Pendanga. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2003. Alterações toponímica municipais Guaraná para Pau Gigante alterado, pelo decreto estadual de 01-03-1892. Pau Gigante para Ibiraçu alterado, pelo decreto e estadual nº 15177, de 31-12-1943.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3202504" }