Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
12.536 pessoas
Área da unidade territorial 2015
82,125 km²
Densidade demográfica 2010
133,14 hab/km²
Prefeito 2017
LUPERCIO ANTONIO BUGANÇA JUNIOR

Histórico

Leia
PALMARES PAULISTA - SÃO PAULO HISTÓRICO Antônio Theodoro de Carvalho, residente e proprietário da Fazenda Boa Vista do Generoso, fez, no final do século XIX, a doação de quarenta alqueires de terras, tendo construído, nesse patrimônio uma rústica capela em louvor a Nossa Senhora da Conceição do Cordão Escuro. Não havendo nas redondezas nenhuma povoação, o fundador, juntamente com outros moradores locais, promoveram a concentração de casas ao redor da capela, dando origem à Vila de Cordão Escuro. Ainda no final do século passado, começou a ser construído a estrada do Taboado, ligando Jaboticabal a São José do Rio Preto, até as barrancas do rio Paraná. Muitas vilas foram surgindo ao longo da mesma, e cordão Escuro, que ocupava essa posição, passou a constituir um ponto de escoadouro para a produção de café, então cultivado. Com o desenvolvimento verificado, a Vila, que passou a denominar-se Palmares, foi elevada a Distrito do município de Catanduva, no ano de 1907. O prolongamento da Estrada de Ferro Araraquara, de roteiro diferente da estrada do Taboado levou as povoações a mudarem-se para as margens da ferrovia. Contudo, Palmares que passara a ser conhecida como Jaguateí em 1944, o Distrito transferido para o município de Ariranha. Sua emancipação Político-Administrativa, com o nome de Palmares Paulista, ocorreu no ano de 1964. GENTÍLICO: PALMARENSE FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA Distrito criado com a denominação de Palmares, por Lei Estadual nº 1107, de 5 de dezembro de 1907, no Município de Monte Alto. Em divisões administrativas referentes aos anos de 1911 e 1933, o Distrito de Palmares figura no município de Monte Alto. Decreto no 7029, de 25 de março de 1935, transfere o Distrito para o Município de Catanduva. Em divisões territoriais datadas de 31 de dezembro de 1936 e 31 de dezembro de 1937, Palmares é Distrito judiciário do Município de Catanduva. No quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Distrito de Palmares permanece no Município de Catanduva - assim figurando no quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº. 9775, de 30 de novembro do ano de 1938, para 1939-1943. Pelo Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, o Distrito de Palmares passou a denominar-se Jaguateí e foi transferido do Município de Catanduva para o de Ariranha. Antigo Distrito de Jaguateí que pela Lei Estadual nº 5285, de 18 de fevereiro de 1959 passou denominar­se Palmares Paulista. Em divisão territorial datada de 01-07-1960, continua figurando no Município de Ariranha, já com a nova denominação. Elevado à categoria de município com a denominação de Palmares Paulista, por Lei Estadual no 8092, de 28 de fevereiro de 1964, desmembrado de Ariranha. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou­se no dia 28 de março de 1965. Em divisão territorial datada de 01-06-1995, o município é constituído do Distrito Sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-07-1999.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3535101" }