Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
6.330 pessoas
Área da unidade territorial 2015
155,186 km²
Densidade demográfica 2010
37,85 hab/km²
Prefeito 2017
WILSON FARID CASSEB

Histórico

Leia
PARAISO - SÃO PAULO HISTÓRICO Em 1865, no começo da guerra do Paraguai existia um povoado com um nome de São Sebastião do Turvo, em território do atual município e Comarca de Jaboticabal. Era formado de 117 alqueires de terras. Em 1891, possuía 60 casas e 2 igrejas (Nossa Senhora Mãe dos Homens e São Sebastião). Transformou-se em distrito policial pela lei número 663 de 6 de setembro de 1899, e foi elevado a categoria de distrito de paz. Pela lei número 1493 de 29 de dezembro de 1915, artigo 1º tomou o nome de Drupi. O lugar era insalubre em virtude de achar-se muito próximo do rio turvo onde era propagada a malária em toda a região banhada pelo referido rio. Os moradores, sempre atacados pela terrível moléstia, viram-se na contingência de mudarem suas residências para outro lugar mais sadio. Entre os moradores, Andrelino Vicente Bravo, Antônio Mialichi e José Prene, possuíam grande área de terra distante 10 km de São Sebastião do Turvo, sendo transferida para lá a sede do distrito, com o nome de Vila Paraíso, pelo decreto nº 6034, de 17 de agosto de 1933, passando o distrito a denominar-se também Vila Paraíso. Pelo decreto nº 6997, de 7 de março de 1935, foi transferido para o município de Pirangi, comarca de Monte Alto. Pelo decreto lei federal nº 2104 de 2 de abril de 1940, e decreto estadual nº 11069, de 4 de maio de 1940, este distrito passou a denominar-se Paraíso. Foi elevado a município na comarca de Monte Alto com sede na vila de igual nome e com território do respectivo distrito e território desmembrado do distrito da sede do município de Pirangi, pela lei nº 2456 de 30 de dezembro de 1953, posta em execução em 1º de janeiro de 1954. Como município, ficou constituído de um único distrito, o de Paraíso. GENTÍLICO: PARAISENSE FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA Distrito criado com a denominação de São Sebastião do Turvo, por Lei no 663, de 06 de setembro de 1899, no Município de Jaboticabal. Tomou a denominação de Urupi, por Lei no 1493, de 29 de dezembro de 1915. Passou a denominar-se Vila Paraíso, pelo Decreto no 6034, de 17 de agosto de 1933. Decreto no 6977, de 07 de março de 1935, transfere o Distrito de Vila Paraíso do Município de Jabuticabal para o Município de Pirangi. Decreto Estadual no 9775, de 30 de novembro de 1938, passou a denominar-se Paraíso. Em 1939­1943, o Distrito de Paraíso figura no município de Pirangí. A mudança do topônimo, de Vila Paraíso para Paraíso, foi estabelecida pelo Decreto Estadual nº 11069, de 04 de maio de 1940, baixado em virtude do Decreto-lei Federal nº 2104, de 02 de abril de 1940. Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Distrito de Paraíso permanece no município de Pirangi, assim como no fixado pela Lei nº 233, de 24-12-1948, para 1949-1953. Elevado à categoria de município com a denominação de Paraíso, por Lei Estadual nº 2456, de 30 de dezembro 1953, desmembrado de Pirangi. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação verificou-se no dia 01 de janeiro de 1955. Em divisão territorial datada de 01-07-1960, o município é constituído do Distrito Sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-07-1999.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3535705" }