Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
34.595 pessoas
Área da unidade territorial 2015
611,278 km²
Densidade demográfica 2010
51,98 hab/km²
Prefeito 2017
HELIO DONIZETE ZANATTA

Histórico

Leia
SÃO PEDRO SÃO PAULO HISTÓRICO Em 1856 quando Piracicaba foi elevada à cidade, igualmente foi criada a capela de São Pedro, porque então não passava de um bairro sertanejo, aos lados do Picadão, que era caminho de Brotas, São Carlos, Araraquara, Dois Córregos, Jaú e outras ricas zonas do oeste Paulista, na época, em pleno surto de povoamento e progresso, para onde afluíam as levas de pioneiros desbravadores de sertões, à procura de terras novas para a cultura do café, que então começava a despontar como grande fonte de riqueza e progresso. Encostada à Serra de Itaquiri - atualmente Serra de São Pedro - de cujas culminâncias se avista grande parte dos vales dos rios Piracicaba e Tietê, as montanhas de Botucatu e um extenso horizonte a perder-se pelo sul do Estado, a nossa primitiva capela era pouso obrigatório de todos os viajantes, que nela encontravam um clima ameno, uma população hospitaleira e as saudáveis diversões da caça e pesca, esta última ainda hoje praticada no piscoso rio Piracicaba, cujo vale comprime o Município entre o rio e a serra, numa grande extensão até a confluência do Tietê, já no Município de Dois Córregos. Entre as diversas famílias que aqui se estabeleceram, vindas de diversos pontos do Estado de São Paulo e do sul de Minas, sobressaía-se a família Teixeira de Barros, como uma das mais numerosas, a qual deu a São Pedro o seu fundador: Joaquim Teixeira de Barros nascido em 8 de abril de 1790 e falecido em 3 de outubro de 1897, com a elevada idade de 107 anos, 5 meses e 25 dias. A primitiva povoação desenvolveu-se em terrenos doados por Floriano da Costa Pereira. Entre os primeiros habitantes que contribuíram de forma notável para alicerçar e desenvolver os primeiros fundamentos da povoação de per si e pela operosa e numerosa descendência que deixaram, destacam-se os seguintes: o Capitão Afonso, o Capitão Veríssimo Prado, Antônio Teixeira de Barros, Antônio Teixeira Escobar, que fez construir a primeira igreja e alinhou as primeiras ruas, Joaquim Pedroso de Queiroz e sua mulher, Gabriela Maria de Jesus, que construíram muitas casas, lembramos ainda Manoel Morato do Canto, Afonso Gentil de Andrade e Antônio Gonçalves Ribeiro. Elevado a termo judiciário anexo à comarca de Piracicaba em 1890. Em 1892 foi São Pedro elevado a categoria de comarca em virtude da Lei Provincial n.º 80, de 25 de agosto. São Pedro experimentou, em 1894, um novo surto de progresso, com a chegada até a cidade dos trilhos da Estrada de Ferro Sorocabana. Em 1897, no dia 31 de dezembro, inaugurando-se o Jardim Público, levado a conclusão por iniciativa particular, em frente à bela matriz que foi inaugurada solenemente em 29 de junho de 1898. Em 1906 foi inaugurado o serviço de abastecimento de água, captada ainda hoje de nascentes do alto da serra. Sobre a pureza cristalina da água dessas nascentes muito se tem falado, principalmente os visitantes de outras plagas. A cidade de São Pedro, situado em posição geográfica central no Estado de São Paulo, servida por bons meios de comunicação com a capital do Estado e outros centros populosos do interior bandeirantes, constituí notável lugar de veraneio, dada a excelência do seu clima e pelos encantos de suas paisagens, podendo tornar-se em futuro próximo em notável centro de turismo. GENTÍLICO: SÃO-PEDRENSE FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA Distrito de São Pedro criado por Lei Provincial nº 12, de abril de 1864. Elevado à categoria de Município com a denominação de São Pedro, por Lei Províncial nº 42, de 22 de fevereiro de 1881, desmembrado de Piracicaba. Constituído dos Distritos sede. São Pedro e Santa Maria. Sua instalação verificou-se no dia 11 de fevereiro de 1883. Cidade por Lei Municipal nº 33, de 5 de outubro do ano de 1903. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o Município de São Pedro se compõe de 2 Distritos: São Pedro e Santa Maria. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de São Pedro permanece com os mesmos Distritos citados em 1911. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de São Pedro compreende o único termo judiciário da comarca de São Pedro e se divide em 2 Distritos: São Pedro e Santa Maria. No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, para 1939-1943, o Município de São Pedro é composto dos Distritos de São Pedro e Santa Maria e é termo da comarca de São Pedro, formada de 1 único termo, São Pedro. Em virtude do Decreto-lei Estadual nº 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Município de São Pedro ficou composto dos Distritos de São Pedro e Tupanci ex-Santa Maria. Aparece nos quadros territoriais fixados pelas Leis nos 233, de 24-XII-48 e 2456, de 30-XII-53 para vigorar, respectivamente, em 1949-53 e 1954-58, composto dos Distritos de São Pedro e Santa Maria da Serra (ex-Tupanci), comarca de São Pedro. Em divisão territorial datada de 01-VII-1960, o Município de São Pedro é formado apenas do Distrito sede, São Pedro. Lei Estadual nº 5285, de 18 de fevereiro de 1959, desmembra do Município de São Pedro. O Distrito de Santa Maria da Serra. (ex-Tupanci).

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "3550407" }