Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
42.187 pessoas
Área da unidade territorial 2015
539,245 km²
Densidade demográfica 2010
71,90 hab/km²
Prefeito 2017
BIHL ELERIAN ZANETTI

Histórico

Leia
Campina Grande do Sul Paraná – PR Histórico Por volta de 1666 surgia, na região do planalto de Curitiba, um dos primeiros povoados de mineradores fundados por bandeirantes, com a denominação de Campina Grande. Entretanto, a colonização efetiva do povoado operou-se de maneira lenta e demorada, pois somente em 1873, é que foi criada a Freguesia de Campina Grande, sob a invocação de São João Batista, como parte integrante da Vila de Arraial Queimado (Atual Bocaiuva do Sul). Os fundadores do povoado de Campina Grande, foram Francisco Garcia de Lima e Antonio Ribeiro dos Santos. Estes senhores em 15 de outubro de 1883, doaram o terreno para construção da igreja de São João Batista, padroeiro da cidade. Em 1883, foi criada a Vila de Campina Grande. Em 1890, o Município de Campina Grande tomou o nome de “Villa Glicério”, e, em 1891, voltou a denominar-se Campina Grande. Em 1938, foi extinto o Município de Campina Grande e seu território foi anexado ao Município de Piraquara, na condição de Distrito. Em 1943, o Distrito de Campina Grande passou a denominar-se Timbu. Em 1951, Timbu foi elevado a município. Em 1956, foi mudada a denominação do município para Campina Grande do Sul. Campina Grande teve esta denominação devido ao seu panorama topográfico, observado pelos pioneiros, acrescido de “do Sul”, para diferenciar de Campina Grande do Estado da Paraíba. Gentílico: campinense-do-sul Formação Administrativa Freguesia criada com a denominação de Campina Grande, por lei provincial n.º 360, de 18-04-1873, no município de Arraial Queimado. Elevado à categoria de vila com a denominação de Campina Grande, por lei provincial n.º 762, de 26-11-1883, desmembrado de Arraial Queimado. Instalado em 22­03-1884. Tomou a denominação de Glicério, por decreto estadual n.º 37, de 11-02-1890. Restabelecido o nome de Campina Grande, por lei estadual n.º 1, de 16-11-1891. Em divisão administrativa do Brasil referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII­1937. Pelo decreto-lei estadual n.º 7573, de 20-10-1938, o município de Campina Grande é extinto, sendo seu distrito anexado ao município de Piraquara. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Campina Grande figura no município de Piraquara. Pelo decreto estadual n.º 199, de 30-12-1943, o distrito de Campina Grande passou a denominar-se Timbu. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Timbu figura no município de Piraquara. Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Timbu, pela lei estadual n.º 790, de 14-11-1951, desmembrado de Piraquara. Constituído do distrito sede. Reinstalado em 14-12-1952. Pela lei estadual n.º 2593, de 07-02-1956, o município de Timbu voltou a denominar-se Campina Grande do Sul. Em divisão territorial o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-V-2001. Alterações Toponímicas Municipais: Campina Grande para Glicério alterado, por decreto estadual n.º 37, de 11-02-1890. Glicério para Campina Grande alterado, por lei estadual n.º 1, de 16-11-1891. Campina Grande para Timbu alterado, por lei estadual n.º 790, de 14-11-1951. Timbu para Campina Grande do Sul alterado, por lei estadual n.º 2593, de 07-02-1956. Alteração Toponímica Distrital Campina Grande para Timbu alterado, pelo decreto-lei estadual n.º 199, de 30-12-1943.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "4104006" }