Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
6.201 pessoas
Área da unidade territorial 2015
243,82 km²
Densidade demográfica 2010
24,52 hab/km²
Prefeito 2017
VITOR APARECIDO FEDRIGO

Histórico

Leia
Itambé Paraná - PR Histórico Assim como inúmeros municípios da mesorregião Norte do Paraná, Itambé é fruto da obra colonizadora da Companhia de Terras Norte do Paraná, que adquiriu, inicialmente, junto ao governo do Paraná, 415.000 alqueires de terras férteis situadas entre os rios Paranapanema, Ivaí e Tibagi. Com sede em Londrina (1929) efetuou o maior empreendimento agro-imobiliário do Brasil, promovendo a agricultura no restante das terras. Por volta do mês de janeiro de 1947, chegaram às terras, onde se localiza o atual Município de Itambé, os primeiros povoadores, destacando-se Paulo Tuti, Paulo Xavier, Paulo Bogenscheneider, Augusto Mineiro, Carlos Bobbo, Gaudêncio Severo Luiz, Antonio Naujalis, João Rodrigues Gomes, Otto Morais de Souza, Gumercindo Amaral, Pedro Bastos Pereira, José Guerra, Francisco Albino, Mário Machado, Gabriel C. de Freitas, João Cristino de Freitas, José Joaquim Pereira, Luiz Lopes, Antonio César de Oliveira e Manuel Palazzo. Com o passar do tempo, mais famílias se deslocaram para Itambé e o traçado urbano foi surgindo paralelo às lavouras de café e cereais, até que em 1950, através da Lei nº 790, o patrimônio de Itambé, foi elevado a Distrito de Marialva e ainda em 11/11/1951 a Distrito Judiciário. O desbravamento e a colonização do Município de Itambé é creditado à Companhia de Terras Norte do Paraná, atual Companhia Melhoramento do Paraná, empresa coloniz adora responsável pelo surgimento de inúmeras cidades na região norte de nosso Estado. Tudo começou entre fins de 1946 a janeiro de 1947, quando pioneiros iniciaram a penetraçào no sertão inóspito da região. Louvamos a iniciativa do heróico pioneiro João Cortez Capel que pleiteou junto à Companhia a abertura de um novo patrimônio. Cidadão dotado de fibra incomum, enfrentou toda espécie de dificuldades e deu início a este progressista município paranaense. Foi responsável pela vinda de famílias oriundas dos mais diversos pontos do país. O traçado urbano do patrimônio surgia paralelo a belas lavouras de café e cereais. O trabalho organizado e a harmonia reinante foram fatores fundamentais para o desenvolvimento e o progresso. Entre os primeiros comerciantes da localidade destacamos Paulo Tutti, Severino, Ângelo, Albino, Ernesto e Luiz Valler, Massakasso Honda, Antonio Naujalis, Oto Moraes de Souza, Paulo Xavier, José Gagg, Frederico Wegner, Luiz Lopes, João Granero, José Silva, e outros, responsáveis pelo desenvolvimento comercial. Em 1947, Paulo Bogenschneider, juntamente com os cunhados, os irmãos Bindewald (João, Alberto, Henrique), iniciaram-se no trabalho de retirada e transporte de madeiras. Após um certo tempo, transformaram um caminhão de toras em uma espécie de jardineira e passaram a dedicar-se ao transporte de passageiros para Mandaguari. Em 1950 adquiriram a primeira jardineira, e com o tempo passaram a contar com uma frota de cinco ônibus. Gentílico: Formação Administrativa Em 1950, através da Lei nº 790 foi elevado a Distrito de Marialva, e ainda em 11/11/1951 a Distrito Judiciário. Na data de 25 de julho de 1960, pela Lei nº 4.245, foi criado o Município de Itambé. A instalação solene ocorreu no dia 30 de novembro de 1961.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "4111100" }