Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
4.809 pessoas
Área da unidade territorial 2015
186,581 km²
Densidade demográfica 2010
24,19 hab/km²
Prefeito 2017
ANTONIO ALTAIR POLATO

Histórico

Leia
A partir de 1720 começou o povoamento na regio de Ponta Grossa. Em Porto Amazonas houve uma tentativa de colonização por volta de 1876, de iniciativa do ingles Charles Willian Kitto estabelecida com 18 ingleses que formavam a Colonia Kitto (Kitolândia). No final da década de 1870, AMAZONAS de ARAUJO MARCORDES, estudou e projetou seu empreendimento de navegação, organizou uma empresa de transporte fluvial e adquiriu no Rio de Janeiro, um vapor, o CRUZEIRO, que foi o 1º. a cortar as aguas do Rio Iguaçu. Convidou algumas familias de origem alemã e suiça que residiam em Santa Catarina para se estabelecerem na localidade. Parte das terras onde se desenvolveu o 1º. nucleo de povoação, hoje cidade PORTO AMAZONAS, pertencia ao alemão CONRADO BUHER, antigo comerciante do local. A concessão de navegação no Rio Iguaçú atendia a um pedido do Coronel AMAZONAS, e foi publicado no Diário Oficial nº. 113 pelo Decreto 7218 de 19 de abril de 1879. Esse decreto permitiu ao Coronel AMAZONAS estabelecer por si ou por meio de uma companhia, uma linha de navegação a vapor no Rio Iguaçú desde o ponto denominado Cayacanga até União da Vitória. A viagem inaugural foi a 27 de dezembro de 1882. O Coronel AMAZONAS, com esse Vapor, tornou-se um semeador de progresso do Vale do Rio Iguaçú e fundador de várias cidades assim com PORTO AMAZONAS, situado no local onde ancora seu barco, a margem direita do Rio Iguaçú, no sitio de propriedade do colono alemão Conrado Buher. A cidade recebeu essa denominação em homenagem ao pioneiro da navegação fluvial do Paraná. Pelo Rio Iguaçú transportava-se Erva-Mate e Madeira, tornando-se forte da economia de Porto Amazonas. Paralelamente a navegação surgia a ferrovia que incurtava caminhos e facilitava a comunicação com outras comunidades. Em 27 de abril de 1915 diversas que exploravam o transporte fluvial se uniram e formaram a sociedade anomima Lloyd Paranaense. Após essa unificação houve mais regularidade e eficiencia no transporte fluvial. Foi nesse periodo que PORTIO AMAZONAS, de acordo com a Lei Estadual nº. 1483 de 12 de março de 1915 foi elevado a categoria de Distrito Administrativo, pertencente a Palmeira. O povoado teve um expressivo progresso, pois nessa epoca havia grandes empresas como Leão Junior, Lloyd Paranaense, Bettega, Sulamerica e outras. O crescimento foi tão progressivo que em 11 de outubro de 1947, foi elevada a categoria de municipio autonomo, desmembrado de Palmeira. O mesmo foi instalado em 09 de novembro de 1947, quando foi empossado então 1º. Prefeito e Camara Municipal. A navegação entrou em navegação em decadência. O Lloyd Paranaense foi extinto em 1953, e no ano de 1955, cessou completamente a navegação no Rio Iguaçú, devido a construção da Rodovia do Xisto e amplicação da Estrada de Ferro do Paraná. LOCALIZAÇÃO: O municipio situa-se na região dos Campos Gerais tendo limites AO NORTE/OESTE (PALMEIRA) AO SUL (LAPA) E AO LESTE (BALSA NOVA) ALTITUDE: 795 metros na sede do municipio CLIMA: Subtropical umido mesotermico ACIDENTES GEOGRÁFICOS: O maior destaques são: O Rio Iguaçú, distante 05 km da sede e o Rio dos Papagaios. PONTOS TURISTICOS: BIQUINHA - NA SEDE RIO IGUAÇÚ - NA SEDE E DEMAIS DIVISAS CAYACANGA CACHOEIRA DA ILHA NOVA CACHOEIRA DO ALISO - NA SEDE CASA DE PEDRA - NO HARAS VALENTE CACHOEIRA DO CHUVEIRINHO - NO RIO LAGEADO PERAU DO CORVO - PAREDÃO DE PEDRA ÀS MARGENS DO RIO IGUAÇÚ COM UMA QUEDA DE ÁGUA SALTO DO ARCO-IRIS RIO DA AREIA PARQUE DO RECANTO DOS PAPAGAIOS - DIVISA COM BALSA NOVA VIADUTO DA BARRA DOS PAPAGAIOS - ENCONTRO COM O IGUAÇÚ A 08 KM RIO LAGEADO - NA SEDE LAGEADO LIBERATO RIO JACARÉ E O RIO DOIS CORREGOS MORRO DA CRUZ - SITIO ARQUEOLOGICO CANYON DOS PAPAGAIOS ANTIGO CAIS DO PORTO - NA SEDE CACHOEIRA DAS TORRES - NA SEDE PONTE MACHADO DA COSTA - SOBRE RIO IGUAÇÚ

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "4120101" }