Síntese do Município

Dados Gerais

População estimada 2016
3.020 pessoas
Área da unidade territorial 2015
4.882,873 km²
Densidade demográfica 2010
0,60 hab/km²
Prefeito 2017
ROGÉRIO RODRIGUES ROSALIN

Histórico

Leia
Figueirão Mato Grosso do Sul - MS Histórico A partir de 1901 começou a ocupação territorial da área onde está localizado o Município de Figueirão, antes habitadas pelos Caiapós. As famílias pioneiras que se afazendaram são procedentes de Goiás e das Minas Gerais: foram os Custódios, Rodovalho, Fernandes, Malaquias, Furtado, Amorim, Berço, Geraldino, Felisbino, Santana e Albino. Em agosto de 1935 chegou o casal Moisés de Araújo Galvão e Leontina Geraldino Galvão, jovens recém casados em Coxim. Ele, goiano de Porto Nacional, ela sul-mato-grossense da Corrutela do Jaurú. Moisés veio lecionar, contratado pela família Albino. Em 1949 procurando solucionar algumas dificuldades, principalmente referentes à Educação, Moisés e Leontina iniciaram a fundação de Figueirão com a construção de um colégio Estadual que recebeu p nome de ″Escola Rural Mixta de Figueirão″, inaugurado em 1950 pelo Prefeito Municipal de Camapuã Ernesto Sólon Borges. O primeiro morador foi Antônio de Souza, o pedreiro que construiu o colégio e que no final de 1950, após o término da obra vendeu sua casa a Antônio Nunes Ferreira (Boa Vida) que instalou a primeira casa comercial de Figueirão. Em 20 de dezembro de 1963 conforme Lei Estadual de n° 2087, o Governador do Estado de Mato Grosso, Dr. Fernando Corrêa da Costa, criou o Distrito de Paz de Figueirão. Em 1967 o prefeito municipal de Camapuã, Joaquim Faustino Rosa construiu o prédio onde por muitos anos funcionou a Escola Estadual Doutor ″Arnaldo Estevão de Figueiredo″, transferida em 1997 para outro local situado à Rua Custódio. Em 1972 sob a direção do Professor Nilton França foi autorizado o curso ginasial e, em 1984 na gestão escolar do Professor João Milton Laurindo, o curso de Magistério. Em 1980 o Prefeito Joaquim Rosa realizou mais duas importantes obras: o Posto de Saúde Municipal e a energia elétrica, aposentando para sempre as complicadas lamparinas à querosene. Em 1984 o Prefeito Municipal de Camapuã Eraldo Holosback de Azambuja criou a Escola Municipal Altamira — Pólo, sala ″Pequeno Polegar″ para atender a Educação Infantil. Ainda em 1984 foi instalada em Figueirão uma Agência do Banco Itaú que permaneceu até 1987, em 1989 uma agência do Bamerindus, num período de menos de dois anos. O motivo principal destas agências em nossa cidade foi a exigência do Banco Central na modernização tecnológica, investimento sem retorno em localidades de pequena economia. Continuando em 84, o Governador em exercício do Estado de Mato Grosso do Sul, Ramez Tebet inaugurou o Posto de Saúde Estadual, em 15 de setembro de 1985 o casal de médicos Dr. Naldo Luza Nascentes Guimarães e Dra. Zita Bezerra Guimarães inauguraram o Hospital Municipal Dr. Naldo Luza Nascente Guimarães, médicos já residentes aqui desde 18 de julho de 1979. Aos 15 de março de 1985 tivemos acesso a TV Globo e aos 25 de março de 1988 a um posto telefônico, realizações do Prefeito Municipal de Camapuã Eraldo Holosback de Azambuja e, em junho de 1987 por meio de poços artesianos a Sanesul garantiu o abastecimento de água encanada. Em 29 de setembro de 2003 o Governador do Estado de Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda dos Santos através da Lei Estadual de n° 2680 criou o Município de Figueirão, desmembrando do Município de Camapuã, graças a um trabalho árduo e inteligente dos Vereadores Ildo Furtado de Oliveira e Gilson Pereira de Faria e o autor do projeto, o Deputado Estadual Akira Otsubo e Cícero de Souza. O plebiscito aconteceu no dia 14 de setembro de 2003 e a primeira eleição municipal ocorreu em 3 de outubro de 2004 tendo sido eleito o primeiro prefeito Ildo Furtado de Oliveira e o Vice-Prefeito Benício Custódio Furtado. Origem do nome foi devido a uma figueira situada no ″Vau da Jesuína″ ou ″Vau da Figueira″ à margem direita do Córrego Figueirão, praticamente extinto pelo assoreamento mortal. Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Figueirão, pela Lei Estadual nº 2087, de 14-12-1963, subordinado ao município de Camapuã. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o distrito de Figueirão figura no município de Camapuã. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2003. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação Figueirão, pela lei estadual nº 2680, 29-09-2003, desmembrado dos municípios de Camapuã e Costa Rica. Sede no atual distrito de Figueirão. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-2005. Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Economia

Educação

Frota

População

Saúde

QR code
{ "codmun": "5003900" }