Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Igreja Nossa Senhora da Conceição : Anguera, BA - [19--]
Prefeitura Municipal : Anguera, BA - [19--]
Mercado municipal : Banco Itaú S.A. : Anguera, BA - [19--]
Rua Edvaldo Brandão : TELEBAHIA : Anguera, BA - [19--]
Jardim dos Namorados : Anguera, BA - [19--]
Praça Arthur Vieira : Anguera, BA - [19--]
Veja mais fotos

História

Anguera
Bahia ? BA

Histórico

A região era primitivamente habitada pelos índios paiaiás.
O território integrava a sesmaria concedida ao sertanista João Peixoto Viegas, pelo Governador Geral do Brasil, Dom Jerônimo de Ataíde, em 1655.
Em 1855, o capitão José Marques de Oliveira Lima edificou uma escola pública e uma igreja em sua fazenda ?Almas?. Formou-se o povoado com esse mesmo nome, tornando-se pouso obrigatório de tropeiros em trânsito para o porto de Cachoeira. Desenvolveu-se em função da
cultura de fumo e da criação de gado.
Elevado à categoria de vila em 1890, teve o nome mudado para Anguera.
Na década de 1970, a construção da Rodovia BA-052, também conhecida por ?Estrada do Feijão?, impulsionou o desenvolvimento do município.
O topônimo de origem tupi significa ?alma penada?.

Gentílico: anguerense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Almas, pela Resolução Provincial nº 657, de 16-12-1857, e Lei Provincial de 08-11-1890, subordinado ao Município Feira de Santana.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o Distrito de Almas figura no Município de Feira de Santana.
Assim permanecendo nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920.
Pelos decretos leis estaduais nº 7455, de 23-06-1931 e nº 7479, de 08-07-1931, o Município de Feira de Santana tomou a denominação simplesmente de Feira.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Distrito de Almas figura no Município de Feira (ex-Feira de Santana).
Pelo decreto-lei estadual nº 11089, de 30-11-1938, o Município de Feira voltou a denominar-se Feira de Santana.
Pelo Decreto-lei Estadual nº 141, de 31-12-1943, retificado pelo Decreto Estadual nº 12978, de 01-06-1944, o Distrito de Almas tomou a denominação de Anguera.
Em divisão territorial datada e 1-VII-1950, o Distrito de Anguera figura no Município de Feira de Santana.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Elevado à categoria de município com a denominação de Anguera, pela Lei Estadual nº 1558, de 20-11-1961, desmembrado de Feira de Santana. Sede no antigo Distrito de Anguera. Constituído do distrito sede. Instalado em 07-04-1963.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração Toponímica distrital

Almas para Anguera, alterado pelo Decreto-lei Estadual nº 141, de 31-12-1943, retificado pelo Decreto Estadual nº 12978, de 01-06-1944.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.26.1