Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Foz do Rio Jequitinhonha : município de Belmonte - 1953
Rio Jequitinhonha : município de Belmonte - 1953
Espigão no Rio Jequitinhonha : município de Belmonte - 1953
Vista aérea do litoral da Vila de Mogiquiçaba em Belmonte (BA) - 1953
Vista aérea do litoral da Vila de Mogiquiçaba em Belmonte (BA) - 1953
Vista aérea do Rio Jequitinhonha : município de Belmonte - 1953

História

No começo do século XVIII os colonos portugueses iniciaram o povoamento nas proximidades do rio Grande, atual rio Jequitinhonha. Naquela época, a região encontrava-se habitada pelos índios Botocudos ? originários das tribos Manham e Camacan - que foram catequizados pelo jesuíta Joseph de Araújo Ferraz, possibilitando a convivência pacífica entre os nativos e recém chegados.
Entre 1708 e 1712, o citado padre fundou a capela de Nossa Senhora Madre de Deus e nomeou o arraial de São Pedro do Rio Grande. E em 1718 tornou-se o primeiro vigário da então fundada freguesia de Nossa Senhora do Carmo pelo Alvará Régio de 11 de abril.
Belmonte pertencia à capitania de Porto Seguro sob donataria de Pero de Campos Tourinho.
No ano de 1764 o povoado foi elevado à categoria de vila e criou-se o município, nomeado por Vila de Nossa Senhora do Carmo do Belo Monte, instalado em 1765 pelo Ouvidor de Porto Seguro Tomé Couceiro de Abreu.
A vila foi elevada à categoria de cidade pelo ato número 386, de 23 de maio de 1891 e inaugurada na sessão do dia 27 do mesmo mês e ano.
A cidade recebeu o nome de Belmonte em homenagem ao descobridor oficial do Brasil, Pedro Álvares Cabral que residia numa localidade portuguesa de igual denominação.
Nas divisões administrativas do Brasil referentes a 1911 e 1933 o munícipio se compunha de dois distritos: Belmonte e Cachoeirinha.
Nas divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937 o município divide-se em quatro distritos: Belmonte, Bôca do Córrego, Pedra Branca e Mogiquiçaba. O distrito de Pedra Branca passou a denominar-se Itamarati e posteriormente Itapebi.
E assim manteve-se em vigência no quinquênio 1944-1948, fixado pelo Decreto-lei estadual número 141, de 31 de dezembro de 1943, e modificado pelo Decreto estadual número 12978, de 1° de junho de 1944. Verificando-se, todavia, que o distrito de Itamarati mudou novamente de nome, passando a denominar-se Itapebi.
Atualmente o município de Belmonte subdivide-se em três localidades a sede e os distritos de Boca do Córrego e Mogiquiçaba.

Fonte

Belmonte: Bahia - Brasil<http://www.belmontebahia.com/historia> Acesso em 11/09/08; HJOBRASIL: Uma História de Amor pelo Brasil. <http://www.hjobrasil.com/ordem.asp?secao=1&categoria=146&subcategoria=605&id=3675> IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros. Vol. XX, Rio de Janeiro: 1958;
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.8.18.14