Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Aeroporto : Canavieiras, BA - [19--]
Paço Municipal : Canavieiras, BA - [19--]
Hospital Regional Regis Pacheco : Canavieiras, BA - [19--]
Ginásio municipal : Canavieiras, BA - [19--]
Praça Doutor João Pessoa : Canavieiras, BA - [19--]
Igreja Matriz de São Boaventura : Canavieiras, BA - [19--]
Veja mais fotos

História

Canavieiras
Bahia - BA

Histórico

Nos primeiros anos do século XVIII, iniciou-se a colonização do território do futuro município de Canavieiras, que àquela época, pertencia a Capitania de São Jorge dos Ilhéus. Um grupo de aventureiros brasileiros e portugueses, não se sabe se a procura de ouro, de terras melhores para a expansão de suas lavouras ou simplesmente fugindo dos índios Pataxós, chegou a um local próximo à Costa, ao sul da Capitania, onde se fixou.
O local era denominado 'Puxim', termo brasílico que, segundo os estudiosos, significa 'coisa feia e ruim'. Ali ergueram uma capela sob a invocação de São Boaventura, atual padroeiro do município, cuja imagem, conta a lenda, fora encontrada por pescadores na praia.
Com a chegada de novos habitantes, o pequeno núcleo ampliou-se, de forma que, em 11 de abril de 1718, foi elevado à categoria de Freguesia de São Boaventura do Puxim, o que estimulou ainda mais o crescimento acelerado, tanto nos aspectos populacionais quanto nos econômicos, uma vez que as terras eram excelentes para o cultivo da cana-de-açucar.
A origem do seu nome do município é incerta. Contudo acredita-se que houve um 'aportuguesamento' da palavra francesa 'Canneviere', espécie de bambu fino que crescia em abundância na foz do Rio Patipe, um dos rios que cortam o município, onde corsários e contrabandistas franceses, ainda no século XVII, se escondiam para atacar navios mercantes que passavam, ou para contrabandear o Pau Brasil.

Gentílico:

Formação Administrativa

Em 13 de dezembro de 1832, a Freguesia de São Boaventura do Puxim passou à categoria de Vila, sob o título de 'Imperial Vila de Canavieiras', visto que a sua população atingia a quase três mil pessoas. A Vila conquistou o foro de cidade em 25 de maio de 1891, por Ato Estadual assinado pelo Governador José Gonçalves da Silva.
A composição territorial do município permaneceu inalterada até 06 de março de 1953, em decorrência da Lei Estadual nº 544, quando foi desmembrado do seu território o Distrito de Potiraguá. A composição interna, entretanto, passou por várias modificações estruturais, tendo sido emancipados Camacan, Pau Brasil e Mascote, que se constituíram municípios, e que se instalaram em 7 de abril de 1963, além dos municípios de Una e Santa Luzia. Desta forma, atualmente o município está reduzido a três distritos: o Distrito Sede, o de Ouricana e o de Puxim do Sul.

Por ser um município antigo, a origem do seu nome é incerta. Contudo acredita-se que houve um 'aportuguesamento' da palavra francesa 'Canneviere', espécie de bambu fino que crescia em abundância na foz do RioPatipe, um dos rios que cortam o município, onde corsários e contrabandistas franceses, ainda no século XVII, se escondiam para atacar navios mercantes que passavam ou para contrabandearem o Pau Brasil.

Fonte

Canavieiras. Secretaria de Educação.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.33