Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Paróquia de Santo Antônio da Barra : Condeúba, BA - 1983
Vista parcial da cidade : Condeúba, BA - 1983
Paróquia de Santo Antônio da Barra : Condeúba, BA - [19--]
Praça Santo Antônio : Condeúba, BA - [19--]
Açude Champrão : Condeúba, BA - 1983
Paço Municipal : Condeúba, BA - 1983
Veja mais fotos

História

Condeúba
Bahia - BA

Histórico

Na primeira metade do século XVIII, o território era habitado pelos índios botucudos.
Com a chegada dos portugueses à procura de riquezas minerais, formou-se o povoado, em 1745.
Segundo o documento 'Memória Descriptiva do Município de Condeúba', no início do século XVIII, os habitantes da Fazenda Serra Talhada mandaram construir no pequeno povoado, a margem direita do Rio Gavião, uma capela denominada Santo Antônio da Barra do Sítio de Condeúba, em homenagem a Santo Antônio. A mesma foi abençoada em 30 de junho de 1745, pelo Padre João de Vasconcelos Pereira, da Freguesia de Nossa Senhora do Rio Pardo. Estando a capela destruída, foi demolida, e outra maior construída no ano de 1765.
O povoado foi fundado em 1805, pelo desbravador João Gonçalves da Costa.

Gentílico: condeubense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Santo Antônio da Barra, pela Lei Provincial nº 413, de 19-05-1851, subordinado ao Município de Caetité.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Santo Antônio da Barra, pela Lei Provincial nº 809, de 11-06-1860, desmembrado de Caetité. Sede no antigo Distrito de Santo Antônio da Barra. Constituído de dois distritos: Santo Antônio da Barra e São Felipe, criado pela mesma lei acima citada. Instalado em 14-05-1861.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Condeúba, pela Lei Provincial nº 2673, de 28-06-1889.
Pela Lei Municipal nº 4, de 19-02-1893, foram criados os distritos de Santa Rosa e São João do Alípio, anexados ao Município de Candeúba.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de quatro distritos: Condeúba (ex-Santo Antônio da Barra), Santa Rosa, São Felipe e São João do Alípio.
Pela Lei municipal nº 57, de 10-02-1921, aprovada pela Lei Estadual nº 1498, de 28-07-1921, é criado o Distrito de Caraíbas e anexado ao Município de Condeúba.
Pela Lei Estadual nº 2145, de 18-08-1928, é criado o Distrito de Candeal e anexado ao Município de Candeúba.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído de seis distritos: Condeúba, Candeal, Caraíbas, Peripá, Santa Rosa e São João do Alípio. Não figurando o Distrito de São Felipe.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de sete distritos: Condeúba, Candeal, Caraíbas, Peripá, Santa Rosa e São João do Alípio e Tremendal.
Pelo Decreto Estadual nº 11089, de 30-11-1938, o Distrito de Candeal tomou a denominação de Cordeiros, e São João do Alípio passou a denominar-se simplesmente São João.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de sete distritos: Condeúba, Caraíbas, Cordeiros (ex-Candeal), Peripá, Santa Rosa e São João (ex-São João do Alípio) e Tremendal.
Pelo Decreto-Lei Estadual nº 141, de 31-12-1943, confirmado pelo Decreto Estadual nº 12978, de 01-06-1944, o Município de Condeúba sofreu as seguintes modificações: o Distrito de Cordeiros passou a denominar-se Mandacaru, Santa Rosa a chamar-se Guajeru, e São João teve seu topônimo alterado para Joanina.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de sete distritos: Condeúba, Caraíbas, Guajeru (ex-Santa Rosa), Joanina (ex-São João), Mandacaru (ex-Cordeiros), Piripá (ex-Peripá) e Tremendal.
Pela Lei Estadual nº 599, de 05-11-1953, os distritos de Tremendal e Caraíbas foram desmembrados do Município de Condeúba para constituírem o novo Município de Tremendal.
Pela Lei Estadual nº 628, de 30-12-1953, foi criado o Distrito de Maetinga (ex-povoado de Monte Alegre), com terras desmembradas do Distrito de Joanina e anexado ao Município de Condeúba.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de seis distritos: Condeúba, Guajeru, Joanina, Maetinga, Mandacaru e Piripá.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Pela Lei Estadual nº 1604, de 28-12-1961, os distritos de Joanina e Maetinga foram desmembrados do Município de Condeúba para constituírem o novo Município de Jânio Quadros.
Pela Lei Estadual nº 1605, de 28-12-1961, os distritos de Mandacaru e Piripá foram desmembrados do Município de Condeúba para constituírem o novo Município de Cordeiros (ex-Mandacaru).
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de dois distritos: Condeúba e Guajeru.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-I-1979.
Pela Lei Estadual nº 4039, de 14-05-1982, foi criado o Distrito de Alegre (ex-povoado) e anexado ao Município de Condeúba.
Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de três distritos: Condeúba, Alegre e Guajeru.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal

Santo Antônio da Barra para Condeúba, alterado pela Lei Provincial nº 2673, de 28-06-1889.

Fonte

IBGE; Wikipédia
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.33