Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Praça Senador Temístocles : Cruz das Almas, BA - [19--]
Rua Crisógno Fernandes : Cruz das Almas, BA - [19--]
Instituto Baiano do Fumo : Cruz das Almas, BA - [19--]

Mais fotos
Estação ferroviária : Cruz das Almas, BA - [19--]
Cine Glória : Cruz das Almas, BA - [19--]
Correios e telégrafos : Cruz das Almas, BA - [19--]

Mais fotos

História

O município de Cruz das Almas foi criado em 1897, desmembrando-se de São Félix. Diz a lenda que o nome Cruz das Almas faz referência aos antigos tropeiros que passavam pela região, que, ao chegarem à antiga vila de Nossa Senhora do Bonsucesso, encontravam no centro da vila uma cruz em frente a Igreja Matriz, onde paravam e rezavam para as almas dos seus mortos.
Os primeiros povoadores do município procederam de São Félix e Cachoeira, no século XVIII, atraídos pela uberdade do solo. Sabe-se que dentre os principais pioneiros, se acham as tradicionais famílias Batista de Magalhães e Rocha Passos, brasileiros e descendentes de portugueses, ambas.
Os precursores estabeleceram plantação de cana-de-açúcar, fundaram engenhos e iniciaram a construção do arraial no grande planalto, à margem da estrada real que, partindo de São Felix, se dirigia ao Rio de Contas e em seguida para Minas Gerais e Goiás.
O novo arraial pertencia à freguesia de São Félix. A capela existente foi elevada depois à freguesia com o nome de Nossa Senhora do Bonsucesso da Cruz das Almas, em 1815. Até o fim do Império, pertencia à freguesia de Outeiro Redondo. Nove anos depois da proclamação da República, obteve independência.
Assim, o Arraial foi elevado à categoria de vila e município em 1897.

Formação Administrativa

Distrito criado, com a denominação de Cruz das Almas, pelo Alvará de 22-01-1815, subordinado ao município de São Félix.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Cruz das Almas, pela Lei Estadual n.º 190, de 29-07-1897, sendo desmembrado de São Félix. Sede no antigo distrito de Cruz das Almas. Constituído de 2 distritos: Cruz das Almas e Sapé, ambos desmembrados de São Félix. Instalado em 01-12-1897.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila aparece constituída de 3 distritos: Cruz das Almas, Sapé e Baixa da Palmeira.
Assim permanecendo nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920.
Elevado à condição de cidade, com a denominação de Cruz das Almas, pela Lei Estadual n.º 1.537, de 31-08-1921.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 3 distritos: Cruz das Almas, Baixa da Palmeira e Sapé.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pelo Decreto-lei Estadual n.º 141, de 31-12-1943, confirmado pelo Decreto-lei Estadual n.º 12.978, de 01-06-1944, o distrito de Sapé tomou a denominação de Sapeaçu.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de Cruz das Almas, Baixa da Palmeira e Sapeaçu.
Pela Lei Estadual n.º 549, de 27-04-1953, são desmembrados do município de Cruz das Almas os distritos de Sapeaçu e Baixa da Palmeira, para constituírem o novo município de Sapeaçu.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Cruz das Almas (BA). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://www.cruzdasalmas.ba.gov.br/cidade. Acesso em: jul. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.6.10