Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Praça da Bandeira : Jandaíra, BA - 1957
Prefeitura Municipal : Jandaíra, BA - 1957
Rua Pedro Avelino : Mercado Municipal : Jandaíra, BA - 1957
Banco Baneb : Jandaíra, BA - [19--]
Centro social : Jandaíra, BA - [19--]
Escola Doutor Francisco Benjamin : Jandaíra, BA - [19--]
Veja mais fotos

História

Jandaíra
Bahia — BA

Histórico

O território que hoje constitui o município de Jandaíra fazia parte da sesmaria doada por Carta Régia, de 23 de janeiro de 1573, ao governador-geral, D. Luís de Brito e Almeida.
No século XVII, foi construída no povoado uma capela sob a invocação de Nossa Senhora de Abadia, elevada à categoria de freguesia pelo alvará régio, de 11 de abril de 1718, e de vila, com o nome de Abadia, em 28 de abril de 1728. Por força da Lei provincial nº. 1.985, de 26 de junho de 1880, a sede foi transferida para o arraial de Cachoeira, e, em 6 de setembro de 1898, para Cepa Forte.
Em maio de 1903, a sede voltou para Cachoeira, tomando o município o nome de Cachoeira da Abadia. Em face da lei nº. 2.045, de 17 de agosto de 1927, o topônimo foi mudado para Jandaíra, que significa 'abelha de mel'.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Capela de Nossa Senhora da Abadia, em 1718.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Abadia, por deliberação régia ou em execução a ordem régia de 28-04-1728.
Pela lei provincial nº 1985, de 26-06-1880, transfere a sede de Abadia o para a povoação de Arraial de Cachoeira.
Pela lei estadual nº 287, de 06-09-1898, transfere a sede da povoação de Arraial de Cachoeira para povoação de Cepa Forte.
Pela lei estadual nº 481, de 07-05-1903, a sede volta a ser Cachoeira.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila denomina Cachoeira da Abadia é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920.
Pela lei estadual nº 2045, de 17-08-1927, a vila de Cachoeira da Abadia tomou a denominação de Jandaíra.
Pelos decretos estaduais nºs 7455, de 23-06-1931 e 7479, de 08-07-1931, Jandaíra (ex- Cachoeira da Abadia) foi extinta, sendo seu território anexado ao município de Rio Real.
Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Jandaíra, pelo decreto nº 8703, de 16-11-1933, desmembrado de Rio Real. Sede no antigo distrito de Jandaíra. Constituído do distrito sede. Reinstalado em 04-12-1933.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede.
Em divisões territoriais datadas de 3-1XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 4 distritos: Jandaíra, Abadia, Cachoeira da Abadia e Mangue Seco.
Pelo decreto estadual nº 11089, de 30-11-1938, o distrito de Cachoeira da Abadia tomou o nome de Itanhi.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 4 distritos: Jandaíra, Abadia, Itanhi (ex-Cachoeira do Abadia) e Mangue Seco.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal
Cachoeira da Abadia para Jandaíra, alterado pela lei estadual nº 2045, de 17-08-1927.

Fonte

CityBrazil <www.citybrazil.com.br>
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.40