Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Estratificação de calcáreo na cidade de Palmeiras (BA) - fev. 1962
Vaqueiros na cidade de Palmeiras (BA) - 1962
Praça Doutor José Gonçalves : Palmeiras, BA - [19--]
Praça Doutor José Gonçalves : Palmeiras, BA - [19--]
Vista panorâmica da cidade : Palmeiras, BA - [19--]
Rua Ruy Barbosa : Palmeiras, BA - 1957
Veja mais fotos

História

Palmeiras
Bahia - BA

Histórico

Entre 1815 e 1819, Joaquim Pereira dos Santos, lavrador residente no lugar conhecido por 'Olhos D'água', adquiriu um trato de terra do Sargento-mor Francisco da Rocha Medrado, e aí construiu duas casas, tomando a fazenda o nome de Palmeiras. Tempos depois, Joaquim dos Santos mudou-se para o Piauí e deixou a fazenda Palmeiras entregue ao seu filho Manoel dos Santos.
Fixaram-se às margens do riacho Lajedinho, garimpeiros procedentes de Santa Isabel do Parguassu (Mucugê) que procuravam diamantes e carbonatos. Com a descoberta de jazidas de diamantes no riacho Lajedinho, cedo se formou um arraial. Em 1864, o Arraial de Palmeiras já era um lugar florescente, que atraía garimpeiros das lavras de Lençóis e Andaraí.
Em 1865, Monsenhor Lino da Silveira Gusmão, vigário da Freguesia de Lençóis, deu início a construção de uma capela que foi terminada pelo coletor estadual José Xavier Alves.
Na administração do presidente da Província da Bahia, Desembargador Antônio Luís Afonso de Carvalho, a Lei nº 2651, de 14 de maio de 1889, elevou a povoação das Palmeiras a distrito de paz e subordinada ao município de Lençóis.

Gentílico:

Formação Administrativa

Por Ato do Governador do Estado, de 23 de dezembro de 1890, elevada à categoria de vila com a denominação de Vila Bela das Palmeiras e criado o município do mesmo nome, com território desmembrado do de Lençóis, tendo por limites os distritos da Serra Negra e de Capão Grande.
Com a Lei nº 628, de 30 de dezembro de 1953, criou-se o distrito de Caeté-Açu, com sede no Povoado de Capão Grande que foi elevado à categoria de vila com o nome do distrito.

Fonte

SEI (BA); DERBA (BA); IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.25.3