Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Balsa no Rio São Francisco em Paulo Afonso (BA) - 1952
Serra do Umbuzeiro no Povoado Riachinho, distrito do Riacho em Paulo Afonso (BA) - 1952
Burros de carga na feira de Paulo Afonso (BA) - 1952

Mais fotos
Sela de um tropeiro em Paulo Afonso (BA) - fev. 1952
Sela de um tropeiro em Paulo Afonso (BA) - fev. 1952
Casa de vaqueiro em Paulo Afonso (BA) - fev. 1952

Mais fotos

História

O município de Paulo Afonso, no século XVIII, foi habitado por bandeirantes portugueses que, chefiados por Garcia d'Ávila, subiram o rio São Francisco e atingiram as terras onde hoje está localizada a cidade. Encontrando os pacíficos índios mariquitas e pancarus, com eles dedicaram-se à lavoura e à criação de gado, embora, desde 1705, padres tivessem iniciado a catequese dos silvícolas, com intuito de evitar que fossem explorados pelos bandeirantes.
Em 1725, o sertanista Paulo Viveiros Afonso recebeu, por alvará, uma sesmaria situada na margem esquerda do rio São Francisco, que abrangia as terras alagoanas da Cachoeira, conhecida, então, como 'Sumidouro'. O donatário ocupou, além das ilhas fronteiras (entre as quais a da Barroca ou Tapera), as terras baianas existentes na margem direita, onde construiu um arraial que, posteriormente, se transformou na Tapera de Paulo Afonso. A localidade, procurada como pouso de boiadas, começou a exigir desenvolvimento comercial que atendesse à solicitação não só dos adventícios, como da população local. O lugarejo já era expressivo núcleo demográfico do município de Glória, quando o Governo Federal, em 1948, criou a Companhia Hidrelétrica do São Francisco, com a finalidade de aproveitar a energia da cachoeira de Paulo Afonso. O acampamento de obras localizou-se nas terras da fazenda Forquilha. Em torno das instalações da usina cresceu a cidade.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Paulo Afonso, pela Lei Estadual n.º 628, de 30-12-1953, subordinado ao município de Glória.
Em divisão territorial datada de 01-VII-1955, o distrito de Paulo Afonso figura no município de Glória.
Elevado à categoria de município com a denominação de Paulo Afonso pela Lei Estadual n.º 1.012, de 28-07-1958, é desmembrado do município de Glória. Sede no atual distrito de Paulo Afonso (ex-povoado de Forquilha). É constituído do distrito sede e foi instalado em 07-04-1959.
Em divisão territorial datada de 01-VII-1960 o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Paulo Afonso (BA). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://www.pauloafonso.ba.gov.br/novo/?p=noticias&i=4004. Acesso em: jan. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.6.10