Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

Chorozinho Ceará - CE

Histórico
Choro, segundo o dicionário Aurélio significa pequena lente que surge no sopé ou encosta de uma chapada residual e ainda Choró-Choró ?certa espécie de ave?. Entre outros, Chorozinho é diminutivo e é esse antigamente denominado, entre outros, vila que sobrevive e conserva a sua identidade.
Chorozinho nasceu com a construção da ponte sobre o Rio Choró no de 1932, quando o Governo da época decidiu realizar tal obra em virtude da construção a BR 116, para ligar Fortaleza ao Sul do País.
Por sorte, as pessoas que habitavam as ribeiras do Rio Choró, foram necessárias na construção da ponte.
Com essa construção, o DNOCS instalou o acampamento dos engenheiros e operários em um casa, a qual denominaram de Residência.
O trabalho da construção da ponte, foi demorada haja vista as dificuldades encontradas na época para transportar o material. Desse modo, o DNOCS contratou muitas pessoas da região para trabalharem na construção da ponte. Assim sendo, essas pessoas deslavam-se de suas casas para morar nas proximidades de seu trabalho, criando-se assim, o povoado.

Gentílico: chorozinhense

Formação Administrativa
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, figura no município de Pacatuba o distrito de Currais Velhos.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o distrito de Currais Velhos figura no município de Guarani.
Pelo decreto estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de Currais Velhos passou a denominar-se Chorozinho. Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o município de Guarani passou a denominar-se Pacajus.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito já denominado Chorozinho figura no município de Pacajus.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Chorozinho, figura no município de Pacajus.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Elevado à categoria de município com a denominação de Chorozinho, pela lei estadual nº 6436, de 17-07-1963, desmembrado de Pacajus. Sede no antigo distrito de Chorozinho. Constituído do distrito sede.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.
Pela lei estadual nº 8339, de 14-12-1965, é extinto o município de Chorozinho, sendo seu território anexado ao município de Pacajus, como simples distrito.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, Chorozinho é distrito de Pacajus.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 18-VIII-1988.
Elevado à categoria de município com a denominação de Chorozinho, pela lei estadual nº 11305, de 13-03-1987, desmembrado de Pacajus. Sede no antigo distrito de Chorozinho. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1989.
Pela lei municipal nº 56, de 25-07-1991, são criados os distritos de Campestre, Cedro, Patos dos Liberatos, Timbaúba dos Marinheiros e Triângulo.
Em divisão territorial datada de 17-I-1991, o município é constituído de 6 distritos: Chorozinho, Campestre, Cedro, Patos dos Liberatos, Timbaúba dos Marinheiros e Triângulo.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005
Alteração toponímica distrital
Currais Velhos para Chorozinho alterado, pelo decreto estadual nº 448, de 20-12-1938.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.40