Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Ponte Metálica : Granja, CE - [19--]
Correios e telégrafos : Granja, CE - [19--]
Grêmio Social Granjense : Granja, CE - [19--]

Mais fotos
Vista parcial da cidade : Granja, CE - [19--]
Prefeitura Municipal e Câmara Municipal : Granja, CE - [19--]
Sobrado da Família Gouveia : Granja, CE - [19--]

Mais fotos

História

O povoamento do município de Granja, antigamente chamado Macavoqueira e Santa Cruz do Coreaú, foi dos mais antigos que se procedeu na Capitania do Ceará Grande. Várias tribos habitavam a vasta região beneficiada pelas ribeiras férteis do rio Coreaú, destacando-se, entre outras, a dos índios Tabajaras, Tapuias, Coaosues e Tremembés. Nos idos de 1702, Miguel Machado Freire e seu irmão Domingos Machado Freire receberam, datada de 3 de agosto daquele ano, no Recife, uma doação de cinco léguas de terras, com uma de largo na margem oriental do rio Coreaú. Veio medi-las o desembargador Cristóvão Soares Reimão. As voltas com os indígenas andavam colonizadores baianos e portugueses, que se foram localizando à margem do rio, perto do pôrto, e outros na apara, próximo a Tabainha, onde existia a Missão dos Jesuítas.
Com a expulsão destes, os índios pouco a pouco deixaram a aldeia onde já existia um nicho de oração, e passaram-se para o povoado à margem do rio, no qual havia mais comércio e movimento, e que já era conhecido por Santa Cruz. Surgiu, deste fato, a atual cidade de Granja, que, por Provisão, passou a ser sede de freguesia, então com a denominação de Macavoqueira, nome pelo qual os portugueses chamavam os habitantes da missão.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Granja pela Provisão de 30-08-1757.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Granja em 1776. Sede na povoação de Coreaú.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Granja pela Lei Provincial n.º 692, de 03-11-1854.
Pelo Ato Provincial de 29-09-1874 é criado o distrito de Ubatuba e anexado ao município de Granja.
Pelo Ato Provincial de 06-06-1881 é criado o distrito de Angico e anexado ao município de Granja.
Pelo Ato Provincial de 13-07-1886 é criado o distrito de Parazinho e anexado ao município de Granja.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o município aparece constituído de 7 distritos: Granja, Angico, Chaval, Iboassu, Parazinho, Riachão e Ubatuba.
Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de I-IX-1920, o município aparece constituído de 9 distritos: Granja, Angico, Chaval, Iboassu, Parazinho, Pitombeiras, Riachão e Ubatuba.
Pela Lei Estadual n.º 2.448, de 30-10-1926, é criado o distrito de São Francisco e anexado ao município de Granja.
Pelo Decreto Estadual n.º 193, de 20-05-1931, o distrito de Chaval deixa de pertencer ao município de Granja, sendo anexado ao município de Quixeramobim.
Pelo Decreto Estadual n.º 1.156, de 04-12-1933, o distrito de Angico, passou a denominar-se Martinópolis.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o município é constituído de 8 distritos: Granja, Ibossu, Itaúna, Martinópolis, Parazinho, Riachão, São Francisco e Ubatuba. Não figurando o distrito de Pitombeiras.
Pela Lei Estadual n.º 351, de 02-09-1937, o distrito de Iboassú passou a denominar-se São Miguel.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1937 o município é constituído de 8 distritos: Granja, Itaúna, Martinópolis, Parazinho, Riachão, São Miguel, Ubatuba e São Francisco.
Pelo Decreto Estadual n.º 448, de 20-12-1938, o distrito de Itaúna passou a denominar-se Timonha. Sob o mesmo Decreto o distrito de São Miguel passou a denominar-se Pessoa Anta e o distrito de São Francisco passou a denominar-se Coreaú.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943 o município é constituído de 8 distritos: Granja, Martinópolis, Parazinho, Pessoa Anta, Riachão, Coreaú, Timonha e Ubatuba.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 1.114, de 30-12-1943, o distrito de Riachão passou a denominar-se Uruoca. Sob o mesmo Decreto o distrito de Ubatuba passou a denominar-se Ibuguaçu e ainda o distrito de Coreaú passou a denominar-se Paracuá.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944 a 1948 o município é constituído de 8 distritos: Granja, Martinópolis, Paracuá ex-Coreaú, Parazinho, Pessoa Anta, Timonha, Ibiguaçu e Uruoca.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955 o município é constituído de 8 distritos: Granja, Ibugaçu, Martinópole, Paracuá, Parazinho, Pessoa Anta, Timonha e Uruoca.
A Lei Estadual n.º 3.560, de 28-03-1957, desmembra do município de Granja o distrito de Paracuá, elevado à categoria de município. O mesmo Decreto desmembra do município de Granja o distrito de Martinópole, elevado à categoria de município, e ainda desmembra o distrito de Uruoca, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 5 distritos: Granja, Ibuguaçu, Parazinho, Pessoa Anta e Timonha.
A Lei Estadual n.º 6.388, de 03-07-1963, desmembra do município de Granja o distrito de Ibuguassu, elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 6.387, de 03-07-1963, é criado o distrito de Adrianópolis e anexado ao município de Granja.
Pela Lei Estadual n.º 6.727, de 05-11-1963, é criado o distrito de Sambaíba e anexado ao município de Granja.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963 o município é constituído de 5 distritos: Granja, Adrianópolis, Pessoa Anta, Sambaíba e Timonha.
Pela Lei Estadual n.º 8.339, de 14-12-1965, o município de Granja adquiriu os extintos municípios de Ibuguassu e Parazinho, como simples distritos.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1968 o município é constituído de 7 distritos: Granja, Adrianópolis, Ibuguassu, Parazinho, Pessoa Anta, Sambaíba e Timonha. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Granja (CE). In: ENCICLOPÉDIA dos municípios brasileiros. Rio de Janeiro: IBGE, 1959. v. 16. p. 234-241. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv27295_16.pdf. Acesso em: ago. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.6.23