Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Estrada em Jaguaruana (CE) - jun. 1952
Leito seco do Rio Jaguaribe em Jaguaruana (CE) - jun. 1952
Cidade de Jaguaruana (CE) - jun. 1952
Cidade de Jaguaruana (CE) - jun. 1952
Carnaubal denso entre os municípiosde Russas e Jaguaruana (CE) - 1952
Igreja Matriz de Nossa Senhora Sant'Ana : Jaguaruana, CE - [19--]
Veja mais fotos

História

Jaguaruana Ceará - CE

Histórico
As primeiras notícias sobre a origem da formação da atual cidade de Jaguaruana datam de 1761, quando Dona Feliciana Soares da Costa, viuva de Simão de Góis, fez doação de terras para constituirem o patrimônio da capela que mandara levantar sob a invocação de Nossa Senhora Santana.
A escritura foi lavrada no Cartório de Aracati, presumindo-se, todavia, que a capela tenha sido erigida três ou quatro anos antes, em virtude de, em 1760, ter-se realizado ali o casamento do médico José Baltazar Augery.
Primitivamente, a localidade denominava-se Caatinga do Góis, pelo fato de ter pertencido a Simão de Góis o sítio ou fazenda onde se formou o arraial e depois povoação desse nome.
O distrito de paz foi criado pela Câmara Municipal de Aracati, em 1832, não sendo, porém, efetivado. Sobrevindo a execução do Código de Processo Criminal, promulgado a 29 de novembro de 1832, aquela Câmara, em sessão de 17 de maio de 1833, manteve o distrito de Giqui, criado anteriormente, no qual ficou compreendido o território do distrito de Caatinga do Góis, implicitamente suprimido. Em 1858, entretanto, a sede do distrito de paz foi transferida de Giqui para Caatinga do Góis.
Antônio José de Freitas, estabelecido no povoado desde 1846, primeiro subdelegado do distrito policial, criado em 1862, fundou, nesse mesmo ano, uma sociedade civil denominada União, composta de 33 membros, que se propunha à luta pela emancipação da Caatinga do Góis. Em 1863 foi instituída a freguesia de Santana, inaugurando-se em meio a grandes festividades, aos 31 de janeiro do ano seguinte.
O Município surgiu dois anos mais tarde com território desmembrado do de Aracati e com o nome de União. Posteriormente passou a chamar-se Jaguaruana.
Completou seu primeiro centenário a 4 de setembro do corrente ano.
Formação Administrativa

Gentílico: jaguaruanense
Distrito criado com a denominação de União, pela lei provincial nº 1083, de 04-12-1863, subordinado ao município de Aracati.
Elevado à categoria de vila com a denominação de União, pela lei Provincial nº 1183, de 04-12-1865, desmembrado de Aracati. Sede na antiga povoação de Catinga do Góes. Instalado em 04-03-1866.
Elevado à condição de cidade com a denominação de União, pelo decreto estadual nº 66, de 11-09-1890.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.
Pelo ato estadual de 21-08-1913, é criado o distrito de Passagem de Pedras e anexado ao
município de União. Pelo decreto estadual nº 1156, de 04-12-1933, é criado o distrito de Borges e anexado ao município de União. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município União aparece constituído de 4 distritos: União, Borges, Giqui e Passagem de Pedras. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo decreto estadual nº 448, de 31-12-1938, o distrito de Passagem de Pedras passou a denominar-se Itaiçaba.
Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o município de União passou a denominar-se Jaguaruama.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município de União já denominado Jaguaruana é constituído de 4 distritos: Jaguaruana, Borges, Gigui e Itaiçaba.
Assim permanecendo em divisão territorial datada 1-VII-1950, o município já denominado Jaguaretama é constituído de 4 distritos: Jaguaruana, Borges, Gigui e Itaiçaba
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 4 distritos: Jaguaruana, Borge, Gigui e Itaiçaba.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.
Pela lei estadual nº 3338, de 15-09-1956, desmembra do município de Jaguaretama o distrito de Itaiçaba. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 3 distritos: Jaguaretama, Borges e Gugui.
Pela lei estadual nº 6876, de 13-12-1963, é criado o distrito de São José e anexado ao município de Jaguaruana.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963 o município é constituído de 4 distritos: Jaguaretama, Borges, Gigui e São José.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VI-1995.
Pela lei estadual nº 279, de 28/04/1998, é criado o distrito de Saquinho e anexado ao município de Jaguretama.


Pela lei estadual nº 6.876, de 13/12/1963, o distrito de São José aparece com a denominação de São José do Lagamar.

Em divisão territorial datada de 15-VII-1997 o município é constituído de 5 distritos: Jaguaretama, Borges, Gigui e São José do Lagamar e Saquinho.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal
União para Jaguaruana alterado, pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 3-12-1943.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.40