Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Praia : Paracuru, CE - [19--]
Rio Curu : Paracuru, CE - [19--]
Rio Curu : Paracuru, CE - [19--]
Vista parcial da Praia da Bica : Paracuru, CE - [19--]
Praia : Paracuru, CE - [19--]
Estação rodoviária : Paracuru, CE - [19--]
Veja mais fotos

História

Paracuru Ceará - CE

Histórico
Foi Paracuru, o local escolhido para observação do eclipse total do Sol, ocorrido em 15 de abril de 1893.
A Paracuru vieram duas comissões científicas, uma da Real Sociedade Astronômica de Londres e outra brasileira, chefiada pelo cientista Dr. H. Moritze.
Origiem do Topônimo: Primitivamente Paracuru denominou-se Alto Alegre e Parazinho. O nome Paracuru é tupi e significa “Lagarto do Mar”.
Gentílico: paracuruense

Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Paracuru, pela lei provincial nº 1020, de 14-11-1863, e por ato provincial de 06-07-1863, subordinado ao município de Trairi.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Paracuru, pela lei provincial nº 1235, de 2711-1868, desmembrado de Trairi. Sede na antiga povoação de Alto Alegre do Paraisinho.
Pela lei nº 1604, de 14-08-1874, transfere a sede da povoação de Alto Alegre do Paraisinho para Trairi, está mesma lei extingui a vila de Paracuru.
Elevado novamente à categoria de vila com a denominação de Paracuru, pelo decreto estadual nº 73, de 01-10-1890. Sede no núcleo de Paracuru. Instalado em 25-10-1890.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituída do distrito sede.
Pela lei estadual nº 1841, de 17-08-1921, transferiu a sede do núcleo de Paracuru paera a povoação de São Gonçalo, então elevado a vila.
Pela lei estadual nº 1936, de 12-11-1921, deu a denominação de São Gonçalo a este município.
Pela lei nº 2368, de 30-07-1926, que fez voltar a sede para Paracuru. A lei 2368, citada, poroém, foi por sua vez revogada pela lei estadual nº 2589, de 15-09-1928, que revigorou as de nºs 1841 e 1936.
Pelo decreto estadual nº 193, de 20-05-1931, mudou de novo a sede para Paracuru.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído de 8 distritos: Paracuru, Mundaú, Passagem do Tigre, Pocém, São Gonçalo, Serrote, Siupê e Trairi.
Pelo decreto nº 64, de 07-08-1935, transferiu a sede do município para São Gonçalo, e da nova esta denominação ao município.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, Paracuru figura como simples distrito de São Gonçalo.
Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o município de São Gonçalo passou a denominar-se Anacetuba.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Paracuru, figura no município de Anacetuba.
Elevado à categoria de município com a denominação de Paracuru, pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, desmembrado de São Gonçalo. Sede no antigo distrito de Paracuru. Constituído de 2 distritos: Paracuru e Paraipaba ex-Tigre ex-Passagem do Tigre. Ambos desmembrados de São Gonçalo do Amarante ex-Amacetaba.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Paracuru e Paraipaba.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de1-VII-1960.
Pela lei estadual nº 6526, de 05-10-1963, é criado o distrito de Jardim e anexado ao município de Paracuru.
Pela lei estadual nº 6351, de 07-07-1963, desmembra do município de Paracuru o distrito de Paraipaba.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Paracuru e Jardim.
Pela lei estadual nº 8339, de 14-12-1965, o município de Paracuru adquiriu o extinto município de Paraipaba, como simples distrito.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 3 distritos: Paracuru, Jardim, e Paraipaba.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1983.
Pela lei estadual nº 11009, de 05-02-1985, desmembra do município de Paracuru o distrito de Paraipaba. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 2 distritos: Paracuru e Jardim.
Pela lei municipal nº 547, de 17-10- 1994, é criado o distrito Poço Doce e anexado ao município de Paracuru.
Pelo decreto estadual nº 193, de 20-05-1931, mudou de novo a sede para Paracuru.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 8 distritos: Paracuru, Mundaú, Passagem do Tigre, Recém, São Gonçalo, Serrote, Siupê e Trairi.
Pelo decreto nº 64, de 07-08-1935, transfere a sede do município para São Gonçalo, e de novo está denominação ao município.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-193, Paracuru, figura como simples distrito de São Gonçalo.
Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o município de São Gonçalo passou a denominar-se Anacetaba.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Paracur, figura no município de Anacetaba.
Elevado à categoria de município com a denominação de Paracuru, pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, desmembra de São Gonçalo. Sede no antigo distrito de Paracuru. Constituído de 2 distritos: Paracuru e Paraipaba ex-Tigre de Passagem. Ambos desmembrados de São Gonçado. Instalado em
Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 3 distritos: Paracuru, Jardim e Poço Doce.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.26