Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Caminhão para transporte entre Russas e Fortaleza (CE) - maio. 1952
Açude Santo Antônio : município de Russas - 1952
Casa na Fazenda Santo Antônio em Russas (CE) - jun. 1952
Leito do Rio Jaguaribe quase seco em Russas (CE) - 1952
Carnaúba plantada junto com xique xique entre Russas e Jaguaruana (CE) - 1952
Carnaúba plantada junto com xique xique entre Russas e Jaguaruana (CE) - 1952
Veja mais fotos

História

As terras que viriam a constituir o atual município de Russas eram habitadas por tribos indígenas até a chegada dos primeiros colonos, por volta de 1690, oriundos da capitania de Pernambuco e de Portugal. Em 1695, o governador da Capitania de Pernambuco ordenou a construção de uma pequena fortaleza no curso baixo do Rio Jaguaribe, onde hoje se localiza a cidade de Russas. Esta fortificação, que recebeu a denominação de Forte Real de São Francisco Xavier da Ribeira do Jaguaribe, foi o embrião da cidade. Foi erguido numa época em que os povos indígenas do Ceará se encontravam em luta contra a presença portuguesa na região, a chamada Guerra dos Bárbaros. Palco de massacre de índios residentes na região, o forte foi destruído em 1705 durante uma rebelião dos detentos, que atearam fogo na edificação. Após sua destruição, o governador da Capitania de Pernambuco propôs à Coroa portuguesa a extinção deste forte, considerando terem os indígenas deixado livre aquela área, perdendo o forte a sua finalidade.
A economia local se expandiu baseada na criação de gado. Iniciou-se com o núcleo militar São Francisco Xavier, que segurava 150 currais de gado, e depois consolidou-se como entreposto dos vaqueiros que traziam gado do interior para vender no porto de Aracati na época do ciclo da carne de charque no Nordeste.
Entre os criadores, se destaca Teodósio Gracismão de Abreu, que recebeu sua sesmaria em janeiro de 1681 e foi o doador de meia légua de terra em quadra para patrimônio da Igreja, onde foi erguida a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário das Russas. A construção da igreja se iniciou em 1707, sendo a mais antiga do estado do Ceará. No ano de 1712 o vigário de Russas, que já detinha o poder espiritual, passou a acumular o poder temporal, quando recebeu o Termo de Curato das Russas. Em 1735, o bispado de Pernambuco, ao perceber a crescente riqueza das fazendas de criação, resolveu dar a administração da paróquia aos jesuítas, que eram fiscalizados de perto pelos Visitadores do Recife, sempre preocupados com os tributos sobre as mercadorias jaguaribanas. A igreja foi reconstruída com estrutura de maior porte em 1735, agora chamada de Matriz de Nossa Senhora do Rosário, a mesma que se encontra hoje no centro de Russas.
Desde o século XVIII a população da ribeira do Jaguaribe aspirava por autonomia política. Em 15 de junho de 1801, o governador da capitania do Ceará, Bernardo Manuel de Vasconcelos, ordenou ao ouvidor Manuel Leocádio Rademaker que transformasse em vila a povoação de Sítio Igreja das Russas, que ficou conhecida como São Bernardo das Russas. A vila foi instalada em seis de agosto daquele mesmo ano.

Formação Administrativa

Elevado à categoria de vila com a denominação de São Bernardo de Russas pela Lei Estadual n.º 900, de 09-08-1859.
Pelo Ato Provincial de 18-08-1882 são criados os distritos de Cruz Palhano e Quixeré e anexados ao município de São Bernardo de Russas.
A Lei Provincial n.º 2.155, de 12-08-1889, transfere o distrito de Cruz Palhano do município de São Bernardo das Russas para o de União.
Pelo Decreto n.º 58, de 04-09-1890, o distrito de Cruz Palhano volta a pertencer ao município de São Bernardo de Russas.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o município aparece constituído de 5 distritos: São Bernardo de Russas, Cruz Palhano, Jatopá, Quixeré e Santo Antônio.
Elevado à categoria de cidade com a denominação de Russas pela Lei Estadual n.º 169, de 31-03-1938, retificado pelo Decreto-lei Estadual n.º 378, de 20-10-1938.
Pelo Decreto Estadual n.º 448, de 20-12-1938, o distrito de Cruz Palhano passou a denominar-se Palhano, Jatobá passou a chamar-se Bixopá e Santo Antônio tomou o nome de Bonhú. Sob o mesmo Decreto é criado o distrito de Baixa Branca.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943 o município é constituído de 6 distritos: Russas, Baixa Branca, Bixopá, Bonhu, Palhano e Quixeré. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.
Pela Lei Estadual n.º 1.153, de 22-11-1951, é criado o distrito de Flores e anexado ao município de Russas. Sob o mesmo Decreto é extinto o distrito de Baixa Branca, sendo seu território anexado ao distrito de Quixeré, e, ainda, é transferido o distrito de Bixopá do município de Russas para o de Limoeiro do Norte.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955 o município é constituído de 5 distritos: Russas, Bonhu, Flores, Palhano e Quixeré.
A Lei Estadual n.º 4.076, de 08-05-1958, desmembra do município de Russas o distrito de Palhano, elevado à categoria de município.
A Lei Estadual n.º 3.573, de 11-04-1957, desmembra do município de Russas o distrito de Quixeré, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 3 distritos: Russas, Bonhu e Flores.
A Lei Estadual n.º 6.473, de 18-07-1963, desmembra do município de Russas o distrito de Flores, elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 7.016, de 27-12-1963, é criado o distrito de São João de Deus e anexado ao município de Russas.
Pela Lei Estadual n.º 8.339, de 14-12-1965, é extinto o município de Flores, sendo seu território anexado ao município de Russas.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1968 o município é constituído de 4 distritos: Russas, Bonhu, Flores e São João de Deus. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1983.
Pela Lei Estadual n.º 11.457, de 02-06-1988 é criado o distrito de Peixe e anexado ao município de Russa.
Pela Lei Estadual n.º 11.416, de 04-01-1988, é criado o distrito de Lagoa Grande e anexado ao município de Russas.
Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 6 distritos: Russas, Bonhu, Flores, Lagoa Grande, Peixe e São João de Deus. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Russas (CE). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://russas.ce.gov.br/sobre-russas/. Acesso em: ago. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.41