Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Vista panorâmica da cidade : Tauá, CE - [19--]
Rua 14 de Dezembro : Correios e Telégrafos : praça : Tauá, CE - [19--]
Rua Fausto Barreto : Rádio Clube Tauáense : Tauá, CE - [19--]
Praça da Juventude : Praça Joaquim Pimenta : Avenida Cel. Lourenço Feitosa : Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário : Tauá, CE - 1983
Vista panorâmica da cidade : Tauá, CE - 1983
Avenida Odilon Aguiar : Tauá, CE - 1983
Veja mais fotos

História

Em 1708, Lourenço Alves Feitosa recebeu uma sesmaria situada nas ribeiras do rio Jucás, para o estabelecimento de uma fazenda. As sesmarias eram terras dadas pelos reis de Portugal para quem quisesse cultivá-las. Dez anos mais tarde, o capitão Luís Coelho Vital foi chamado para conquistar e povoar uma larga e extensa faixa de terra dentro daquela sesmaria, nos famosos Sertões dos Inhamuns.
Anos mais tarde, precisamente em 13 de março de 1724, Lourenço Alves Feitosa recebeu do atual dirigente da Capitania do Ceará Grande, Manuel François, mais três léguas de terras situadas nos caminhos dos Inhamuns. Nessa mesma época, eram concedidas diversas sesmarias, entre elas uma situada nas margens do rio Jaguaribe para o capitão Geraldo Monte, que se tornou inimigo de Lourenço Alves Feitosa, pela proximidade entre suas terras.
Durante muitos anos ocorreu uma terrível luta entre Monte e Feitosa, com a participação de diversas localidades, cujos nomes servem de exemplo para aquela fase: Riacho do Sangue, Trincheiras, Cruzes, Tropas, Emboscada. Após essa luta, diversas outras também aconteceram e foram importantes para a formação da sociedade local.
Podemos citar os confrontos entre os Araújos e Maciéis, os Viriatos e Calangos e os Cunhas e Patacas. Após essas lutas, Tauá surgiu como um pacato lugarejo, em pleno sertão dos Inhamuns. Em uma portaria de 14 de dezembro de 1801, foi indicado o ouvidor da Capitania Gregório da Silva para viajar até aquela localidade e estudar a possibilidade de sua elevação à vila.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São João do Príncipe de Inhumuns pelo Decreto de 17-08-1832, subordinado ao município de Quixeramobim.
Elevado à categoria de vila com denominação de São João do Príncipe de Inhumuns pela Portaria de 14-12-1801. Sede na povoação de São João do Príncipe de Inhumuns, sendo desmembrado de Quixeramobim. Instalado em 03-05-1802.
Pela Lei Provincial n.º 181, de 16-09-1839, é criado o distrito de Flores e anexado ao município de São João do Príncipe de Inhumuns.
Pela Lei Provincial n.º 1.405, de 02-08-1871, é criado o distrito de Marrecas e anexado ao município de São João do Príncipe de Inhumuns.
Pela Lei Provincial de 02-09-1874, é criado o distrito de Marrúas e anexado ao município de São João do Príncipe de Inhumuns.
Pelo Decreto n.º 1, de 02-12-1889, a vila de São João do Príncipe de Inhumuns passou denominar-se São João das Inhamuns.
Pela Lei Estadual n.º 485, de 14-10-1892, a vila de São João de Inhumuns passou a denoninar-se Tauá.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o município aparece constituído de 4 distritos: Tauá, Flores, Marregas e Marruás.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Tauá pela Lei Estadual n.º 2.677, de 02-08-1929. Sob a mesma Lei é criado o distrito de São Pedro da Cachoeirinha e anexado ao município de Tauá.
Pelo Decreto Estadual n.º 193, de 20-05-1931, Tauá adquiriu o território do extinto município de Arneiroz, como simples distrito.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o município aparece constituído de 7 distritos: Tauá, Arneiroz, Barra Nova, Cococi, Flores, Marrecas e São Pedro da Cachoeirinha.
Pelo Decreto Lei n.º 1.404, de 12-12-1934, é criado o distrito de Marruás e anexado ao município de Tauá.
Pela Lei n.º 158, de 04-12-1936, é criado o distrito de Santo Antônio das Carrapateiras e anexado ao município de Tauá.
Pela Lei n.º 263, de 28-12-1936, Tauá adquiriu o distrito de Santa Catarina do município de Saboeiro.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937 o município aparece constituído de 9 distritos: Tauá, Arneiroz, Barra Nova, Cococi, Flores, Marrecas, Marruás, Santo Antônio das Carrapateiras e São Pedro da Cachoeirinha.
Pelo Decreto Estadual n.º 448, de 20-12-1938, o distrito de São Pedro da Cachoeirinha passou a denominar-se simplesmente Cachoeira. Santo Antônio das Carrapateiras passou a denominar-se Carrapateira. Sob a mesma Lei é criado o distrito de Nova Cruz, com terras desmembradas do distrito de Marruás.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943, o município é constituído de 10 distritos: Tauá, Arneiroz, Barra Nova, Cachoeirinha ex-São Pedro da Cachoeirinha, Cococi, Flores, Marrecas, Marruás, Nova Cruz, Carrapateiras ex-Santo Antônio das Carrapateiras.
Pelo Decreto Estadual n.º 1.114, de 30-12-1943, o distrito de Cachoeirinha passou a denominar-se Parambu, Nova Cruz passou a denominar-se Inhamuns e Flores passou a denominar-se Trici.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950 o município é constituído de 10 distritos: Tauá, Arneiroz, Barra Nova, Carrapateiras, Cococi, Inhamuns ex-Nova Cruz, Marrecas, Marruás, Parambu e Trici. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.
A Lei Estadual n.º 3.338, de 15-09-1956, desmembra do município de Tauá os distritos de Parambu e Cococi, para constituírem o novo município de Parambu.
A Lei Estadual n.º 3.554, de 14-03-1957, desmembra do município de Tauá os distritos de Arneiroz, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 7 distritos: Tauá, Barra Nova, Carrapateiras, Inhamuns, Marrecas, Marruás e Trici. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.
A Lei Estadual n.º 6.484, de 29-08-1963, desmembra do município de Tauá os distritos de Carrapateiras e Barra Nova, para formarem o novo município de Carrapateiras.
A Lei Estadual n.º 6.663, de 14-10-1963, desmembra do município de Tauá os distritos de Inhamuns e Marruás, para constituírem o novo município de Inhamuns.
A Lei Estadual n.º 6.395, de 03-07-1963, desmembra do município de Tauá o distrito de Trici, elevado à categoria de município.
A Lei Estadual n.º 6.472, de 18-08-1963, desmembra do município de Tauá o distrito de Marrecas, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963 o município é constituído do distrito sede.
Pela Lei Estadual n.º 8.339, de 14-12-1965, o município de Tauá adquiriu o extinto município de Barra Nova, Carrapateiras, Inhamuns, Marrecas, Marruá e Trici, como simples distrito.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1968 o município é constituído de 7 distritos: Tauá, Barra Nova, Carrapateiras, Inhamuns, Marrecas, Marruás e Trici. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1983.
Pela Lei Estadual n.º 11.314, de 15-05-1987, é criado o distrito de Santo Tereza e anexado ao município de Tauá.
Em divisão territorial datada de 1995 o município é constituído de 8 distritos: Tauá, Barra Nova, Carrapateiras, Inhamuns, Marrecas, Marruás, Santa Teresa e Trici. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Tauá (CE). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://www.taua.ce.gov.br/historia-de-taua. Acesso em: ago. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.39