Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Vista panorâmica da cidade : Alegre, ES - [19--]
Vista panorâmica da cidade : Alegre, ES - [19--]
Vista panorâmica da cidade : Alegre, ES - [19--]
Vista panorâmica da cidade : Alegre, ES - [19--]
Prefeitura Municipal : Alegre, ES - [19--]
Av. Jeronimo Monteiro : Alegre, ES - [19--]
Veja mais fotos

História

Em 1820, por determinação do sargento-mor Manoel Esteves de Lima, o desbravador João Teixeira da Conceição construiu às margens do riacho Alegre e da estrada de Minas para o porto de Itapemirim, um rancho de apoio às tropas.
O riacho Alegre recebeu esta denominação de João do Monte da Fonseca, militar responsável pela abertura da primeira estrada que de Minas chegava às praias do Espírito Santo. Esta estrada estava concluída desde 1811.
Mais tarde, com o desenvolvimento do comércio do interior para o litoral, o rancho de tropas da fazenda de Conceição tornou-se um ponto de reunião dos tropeiros, para que juntos em comitiva seguissem até o porto. Esse desbravador, vendo surgir um novo negócio, melhorou as pastagens para os animais e ampliou o rancho para receber os tropeiros, fundando o povoado e nele construindo uma capela dedicada à Nossa Senhora da Conceição.
Esse povoado, elevado à categoria de sede do distrito, em 1858, recebeu a denominação de Freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Alegre, logo depois alterada para Nossa Senhora da Penha do Alegre.

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação Nossa Senhora da Conceição de Alegre, por Decreto Provincial n.º 22, de 24-07-1858, subordinado ao município de Cachoeiro de Itapemirim.
Elevado à categoria de Vila com denominação de Alegre, pela Lei Provincial n.º 18, de 03-04-1884 e por Decreto Estadual n.º 53, de 11-11-1890, desmembrado de Cachoeiro de Itapemirim, sede na antiga Freguesia de Alegre. Constituído do distrito sede. Instalado em 06-01-1891.
Pela Lei Municipal de 06-12-1891 e por Lei Estadual n.º 175, de 05-12-1910, é criado o distrito de Café e anexado ao município de Alegre.
Pelo Decreto Provincial n.º 09, de 13-07-1866, é criado o distrito de Veado e anexado ao município de Cachoeiro do Itapemirim.
Pela Lei Municipal n.º 11, de 11-01-1895 e por Lei Estadual n.º 715, de 05-12-1910, é criado o distrito de Vala de Souza e anexado ao município de Alegre.
Pela Lei Municipal n.º 13, de 07-06-1896, é criado o distrito de Rio Preto e anexado ao município de Alegre.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 5 distritos: Alegre, Café, Rio Preto, Vala de Souza e Veado.
Pela Lei Estadual n.º 1.093, de 05-01-1917, é criado o distrito de Caparaó e anexado ao município de Alegre.
Elevado à categoria de cidade, pela Lei Estadual n.º 1.208, de 22-12-1919.
Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 6 distritos: Alegre, Café, Caparaó, Rio Preto, Vala de Souza e Veado.
Pela Lei Estadual n.º 1.676 de 09-11-1928, é criado o distrito de Celina e anexado ao município de Alegre.
Pela Lei Estadual n.º 1.680, de 20-11-1928, é criado o distrito de Boa Vista e anexado ao município de Alegre.
Pela Lei Estadual n.º 1.688, de 25-12-1928, são desmembrados do município de Alegre os distritos de Veado e Rio Preto para formar o município de Veado.
Pela Lei Estadual n.º 803, de 07-03-1931, é criado o distrito de Reeve e anexado ao município de Alegre.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 8 distritos: Alegre, Boa Vista, Café, Caparaó, Celina, Reeve, Santa Angélica e Vala de Souza.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído é constituído de 9 distritos: Alegre, Boa Vista, Café, Caparaó, Celina, Reeve, Santa Angélica, Vala de Souza e Lambari.
Pelo Decreto lei Estadual n.º 9.222, de 31-03-1938, o distrito de Boa Vista passou a denominar-se Liberdade.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 9 distritos: Alegre, Café, Celina, Caparaó, Lambari, Liberdade (ex-Boa Vista), Reeve, Santa Angélica e Vala de Souza.
Pela Lei Estadual n.º 15.177, de 31-12-1943, o distrito de Lambari passou a denominar-se Anutiba, o distrito de Caparaó a denominar-se Ibitirama, o distrito de Reeve a denominar-se Rive e o distrito de Liberdade a denominar-se Araraí.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 9 distritos: Alegre, Anutiba, Arararí, Café, Ibitirama, Celina, Rive, Santa Angélica e Vala de Souza.
Pela Lei Estadual n.º 777, de 29-12-1953, é desmembrado do município de Alegre o distrito Vala de Souza. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de I-VII-1955, o município é constituído de 8 distritos: Alegre, Anutiba, Arararí, Café, Celina, Ibitirama, Rive e Santa Angelica.
Por decisão do Supremo tribunal Federal – Acordão de 04-10-1955 (Representação n.º 224), foi anulada o Ato de criação do município de Vala de Souza. Este voltou a condição de distrito e a pertencer ao município de Alegre.
Pela Lei Estadual n.º 1.416, de 28-11-1958, é desmembrado do município Alegre o distrito de Vala de Souza. Elevado à categoria de município com a denominação de Jerônimo Monteiro.
Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído de 8 distritos: Alegre, Anutiba, Araraí, Café, Celina, Ibitirama, Rive e Santa Angélica.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1963.
Pela Lei Estadual n.º 2.340, de 19-06-1968, é criado o distrito de Santa Maria e anexado ao município de Alegre.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 9 distritos: Alegre, Anutiba, Ararí, Café, Ibitirama, Rive, Santa Angélica e Santa Marta.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 18-VIII-1988.
Pela Lei Estadual n.º 4.161, de 15-09-1988, são desmembrados do município de Alegre o distrito de Ibitirama e Santa Marta para formar o novo município de Ibititirama.
Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído de 7 distritos: Alegre, Anutiba, Araraí, Café, Celina, Rive e Santa Angélica.
Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído de 8 distritos: Alegre, Anutiba, Araraí, Café, Celina, Rive, Santa Angélica e São João do Norte.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2017.

Fonte

Alegre (ES). Prefeitura. 2017. Disponível em: http://alegre.es.gov.br/site/index.php/a-cidade/historia/historia-e-lenda. Acesso em: abr. 2017. OLIVEIRA, Zelia Cassa de. Historiografia Alegrense. Instituto Histórico e Geográfico de Alegre/ES. Disponível em: http://www.camaraalegre.com.br/dentro/igha_d_d.htm. Acesso em: abr. 2017.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.41