Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Serra Dourada : Goiás (GO) - 1957
Museu das Bandeiras : Goiás (GO) - 1957
Aspecto da cidade de Goiás (GO) - 1957
Aspecto da cidade de Goiás (GO) - 1957
Igreja da Bôa Sorte : Goiás (GO) - 1957
Aspecto da cidade de Goiás (GO) - 1957

História

Fundada no século XVIII pelo bandeirante Bartolomeu Bueno da Silva Filho, que lhe deu o nome de Vila Boa de Goiás, a cidade foi próspera enquanto havia riqueza na época do ciclo do ouro.
Era a capital do estado até meados de 1930. Apesar da perda deste prestígio para Goiânia, que está a 140 quilômetros e distância, no sentido leste, Goiás Velho, como hoje é conhecida, manteve a arquitetura colonial de suas casas, muitas de pau-a-pique, ruas e nove igrejas.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Santana de Goiás, em 1729.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Boa Vista de Goiás, por Carta Régia, de 11-02-1736. Instalado em 25-07-1739.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Goiás, por Carta de Lei de 17-09-1818.
Pelo Alvará, de 10-01-1755 e também por Resolução Provincial n.º 12, de 01-08-1842, são criados os distritos de Santa Rita da Anta e Pilar anexados ao município de Goiás.
Pelo Decreto de 11-11-1831, é desmembrado de Goiás o distrito de Pilar. Elevado à categoria de vila.
Pelo Decreto de 05-07-1833, é criado o distrito de Rio Claro e anexado do município de Goiás.
Pela Lei Provincial n.º 8, de 25-06-1834, é criado o distrito de São José do Araguaia e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Provincial n.º 6, de 31-07-1845, é criado o distrito de São José de Mossâmedes e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Provincial n.º 8, de 31-07-1845, é criado o distrito de Ouro Fino e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Provincial n.º 5, de 04-06-1850, é criado o distrito de Barra e anexado ao município de Goiás.
Pela Resolução Provincial n.º 8, de 09-11-1857, é criado o distrito de São Sebastião do Alemão e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Provincial n.º 455, de 30-09-1870, é criado o distrito de Carmo e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Provincial n.º 548, de 02-08-1875, é criado o distrito de Santa Leopoldina e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Provincial n.º 814, de 19-12-1887, é desmembrado do município de Goiás distrito de São Sebastião do Alemão. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Municipal n.º 86, de 09-04-1901, é criado o distrito de Registro e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 87, de 09-04-1901, é criado o distrito de Cachoeira e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 150, de 17-05-1904, é criado o distrito de Bacalhau e anexado ao município de Goiás.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 12 distritos: Santana de Goiás, Bacalhau, Barra, Cachoeira, Carmo, Mossâmedes, Ouro Fino, Registro, Rio Claro, Santa Leopoldina, Santa Rita da Anta e São José do Araguaia.
Nos quadros de Apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 12 distritos: Santana (ex-Santana de Goiás), Bacalhau, Barra, Cachoeira, Carmo, Leopoldina (ex-Santana de Leopoldina), Ouro Fino, Rio Claro, Registro do Araguaia (ex-Registro), Santa Rita da Anta, São José de Mosssamedes (ex-Mosssâmedes) e São José do Araguaia.
Pela Lei Municipal n.º 70, de 17-05-1933, o distrito de Bacalhau passou a denominar-se Davinópolis.
Pela Lei Municipal n.º 83, de 14-09-1933, é criado o distrito de Ilha do Bananal e anexado ao município de Goiás.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 13 distritos: Santana de Goiás, Barra, Cachoeira, Carmo, Davinópolis (ex-Bacalhau), Ilha do Bananal, Ouro Fino, Registro do Araguaia, Rio Claro, Leopoldina, Santa Rita da Anta, São José de Mosssâmedes e São José do Araguaia.
Pelo Decreto Estadual n.º 1816, de 23-03-1937, é transferida a capital do estado do município de Goiás para o de Goiânia.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo Decreto-lei n.º 557, de 30-03-1938, os distritos de Carmo e Santana foram reconduzido à condição de zonas administrativas do distrito sede do município de Goiás e o distrito de São José do Araguaia passou a denominar-se Bandeirantes e São José de Mossâmede a denominar-se simplesmente Mossâmede. Sob o mesmo Decreto, o distrito de Cachoeira deixa de pertencer ao município de Goiás para ser anexado ao município de Paraúna.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 1.233, de 31-10-1938, o distrito de Barra passou a denominar-se Buenolândia, Ilha do Bananal a chamar-se Macaúba e Rio Claro tomou o nome de Itajubá.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 8.305, de 31-12-1943, são criados os distritos de Ceres (ex-povaodo de Colônia Agrícola) e Xixá, ambos com terras desmembradas do distrito de Itaiú e anexados ao município de Goiás. Sob o mesmo Decreto o distrito de Macaúba deixa de pertencer ao município de Goiás para ser anexado ao de Porto Nacional e o distrito de Bandeirante a pertencer ao município de Itacê. E ainda, os distritos de Santa Rita da Anta a denominar-se Jeroaquara, Itajubá a denominar-se Iporã, Leopoldina a denominar-se Aruanã e Ouro Fino a chamar-se Itaiú.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 13 distritos: Goiás, Buenolândia (ex-Barra), Caiçara, Carmo, Davinópolis, Itajubá (ex-Rio Claro), Leopoldina, Macaúba (ex-Ilha do Bananal), Mossâmedes, Ouro Fino, Registro do Araguaia, Santa Rita da Anta e Bandeirantes (ex-São José do Araguaia).
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 11 distritos: Goiás, Aruanã (ex-Leopoldina), Buenolândia (ex-Barra), Ceres (ex-povoado de Colônia Agrícola), Davinópolis, Iporá (ex-Itajubá), Itaiú (ex-Ouro Fino), Jeroaquara (ex-Santa Rita de Antas), Mossâmedes, Registro do Araguaia e Xixa.
Pela Lei Municipal n.º 19, de 04-10-1948, é criado o distrito de São Luiz do Montes Belos (ex-povoado) e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 20, de 04-10-1948, é criado o distrito de Carmo do Rio Verde (ex-povoado) e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 21, de 06-10-1948, é criado o distrito de Córrego do Ouro (ex-povoado) e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Estadual n.º 249, de 19-11-1948, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Iporá. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 12 distritos: Goiás, Aruanã, Buenolândia, Carmo do Rio Verde, Córrego do Ouro, Ceres, Davinópolis, Itaiú, Jeroaquara, Mossâmedes, Registro do Araguaia, Xixa e São Luiz do Montes Belos.
Pela Lei Estadual n.º 706, de 14-11-1952, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Carmo do Rio Verde. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 772, de 14-11-1952, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Mossâmedes. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 748, de 03-07-1953, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Xixá. Elevado à categoria de município com a denominação de Itapuranga.
Pela Lei Estadual n.º 767, de 04-09-1953, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Ceres. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Municipal n.º 137, de 12-09-1953, é criado o distrito de Itapirapuã (ex-povoado) com terras desmembrada do distrito de Aruanã e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 138, de 12-09-1953, é criado o distrito de Jussara (ex-povoado de Colônia do Água Limpa) com terras desmembrada do distrito de Aruanã e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Estadual n.º 805, de 12-10-1953, é desmembrado do município de Goiás o distrito de São Luiz do Monte Belos. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 776, de 24-11-1953, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Córrego do Ouro. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Municipal n.º 156, de 30-11-1953, é criado o distrito de Caiçara (ex-povoado) e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal 158, de 10-05-1954, é criado o distrito de Aropi (ex-povoado) com terras desmembradas do distrito de Registro do Araguaia e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 163, de 10-05-1954, o distrito de Aropi passou a denominar-se Mendelânida.
Pela Lei Municipal n.º 183, de 02-05-1955, o distrito de Mendelândia teve sua denominação alterada para Diorama.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 11 distritos: Goiás, Aruanã, Buenolândia, Caiçara, Davinópolis, Itaiú, Itapirapuã, Jeroaquara, Jussara, Mendelândia e Registro do Araguaia.
Pela Lei Municipal n.º 203, de 25-04-1956, é criado o distrito de Uvá e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 203, de 17-11-1956, o distrito de Davinópolis passou a denominar-se Davidópolis.
Pela Lei Municipal n.º 216, de 18-05-1957, é criado o distrito de Santa Fé (ex-povoado) e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 217, de 18-05-1957, é criado o distrito de São Sebastião do Rio Claro (ex-povoado) com terras desmembradas dos distritos de Jussara, Aruanã e Registro do Araguaia e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 115, de 14-11-1958, é criado o distrito de Juscelândia e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 244, de 30-01-1958, é criado o distrito de Salobinho (ex-povoado) e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Municipal n.º 245, de 30-01-1958, é criado o distrito de Mozarlândia e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Estadual n.º 2.113, de 14-11-1958, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Itapirapuã. Elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 2.116, de 14-11-1958, são desmembrados do município de Goiás os distritos de Jussara, Juscelãndia, Santa Fé e São Sebastião do Rio Claro, para formar o novo município de Jussara.
Pela Lei Estadual n.º 2.390, de 17-12-1958, são desmembrados do município de Goiás os distritos de Diorama, Registro do Araguaia e Salobinha, para formar o novo município de Diorama.
Pela Lei Estadual n.º 2.427, de 18-12-1958, é desmembrado do município Goiás o distrito de Aruanã. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 8 distritos: Goiás, Buenolândia, Caiçara, Davidópolis (ex Davinópolis), Itaiú, Jeroaquara, Mozarlândia e Uvá.
Pela Lei Municipal n.º 366, de 18-06-1963, é criado o distrito Cavalo Queimado e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Estadual n.º 4.702, de 23-10-1963, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Mozarlândia. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 8 distritos: Goiás, Buenolândia, Caiçara, Cavalo Queimado, Davidópolis, Itaiú, Jeroaquara e Uvá.
Pela Lei Estadual n.º 2, de 24-03-1966, o distrito de Itaiú passou a denominar-se Calcilândia.
Pela Lei Municipal n.º 21, de 20-09-1966, é criado o distrito de Faina e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Estadual n.º 6.944, de 19-06-1968, é criado o distrito de São João e anexado ao município de Goiás.
Pela Lei Estadual n.º 7.058, de 26-08-1968, o distrito de Cavalo Queimado passou a denominar-se Araguapaz.
Pelo Ato Complementar n.º 46, de 07-02-1969, são extintos os distritos de São João e Faina sendo seus territórios anexados ao distrito sede do município de Goiás.
Pela Lei Estadual n.º 8.111, de 14-05-1976, é recriado o distrito de São João, sendo seu território anexado ao município de Goiás.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 9 distritos: Goiás, Araguapaz (ex-Cavalo Queimado), Buenolândia, Caiçara, Calcilândia (ex-Itaiú), Davidópolis, Jeroaquara, São João e Uvá.
Pela Lei Estadual n.º 9.179, de 14-05-1982, é desmembrado do município de Goiás o distrito de Araguapaz. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1983, o município é constituído de 8 distritos: Goiás, Buenolândia, Caiçara, Calcilândia, Davidópolis, Jeroaquara, São João e Uvá.
Pela Lei Estadual n.º 10.434, de 09-01-1988, são desmembrados do município de Goiás os distritos de Faina, Caiçara e Jereoquara, para formar o novo município de Faina.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 6 distritos: Goiás, Buenolândia, Calcilândia, Davidópolis, São João e Uvá.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2018.

Fonte

Goiás (GO). Prefeitura. 2017. Disponível em: http://www.cidadedegoias.com.br/historico.html. Acesso em: mar. 2017.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.8.18.20