Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

Bias Fortes
Minas Gerais ? MG

HISTÓRICO:
A importante região de Juiz de Fora onde se situa o Município começou a ser desbravada no início do Século XVIII, com a abertura do famoso 'Caminho Novo', ligando Vila Rica (atual Ouro Preto) ao litoral do Rio de Janeiro. Quanto à fundação do núcleo, atual cidade de Bias Fortes, nada se sabe, com segurança, anterior a 1826. Nesta época já habitavam o território os 'Quilombolas', negros escravos foragidos das propriedades agrícolas, formando o Arraial do Quilombo, no entroncamento dos Vermelho e Quilombo. Estes eram, possivelmente, os primeiros habitantes da povoação.
A conquista e o povoamento das terras aconteceram, pelo que se sabe, a partir de 1826, com a chegada dos primeiros povoadores brancos, data esta não confirmada em documentação. Entre eles citam-se Francisco José Machado, Bento Alves Vieira, José Ribeiro de Almeida, Carlos Nogueira da Silva, Manoel Ribeiro Nunes, Manoel Esteves dos Reis, Manoel Jacinto de Oliveira, Domingos José da Silva Manso e Antônio Pires de Morais, que se vieram juntar aos agricultores e criadores de gado, sendo a pecuária, ainda hoje, o alicerce da economia municipal. Quilombo passou a Distrito em 1875, sendo-lhe mudado o nome para União em virtude do Decreto Municipal Nº 148 de 20 de maio de 1896, que regulamentou a Lei Nº5 de 15 de fevereiro de 1896 do Conselho Distrital. Com o crescimento da Vila esta foi elevada a cidade em 1938 quando se criou o Município com a denominação de BIAS FORTES. O topônimo, Bias Fortes, traduz uma homenagem do Município ao grande homem público, Dr. Crispim Jaques Bias Fortes, ex-Presidente do Estado de Minas Gerais.

LOCALIZAÇÃO:
Município situado na Região II de Minas Gerais, Mesorregião: Zona da Mata ? Microrregião: Juiz de Fora, Área: 283,9 km², Coordenadas da Sede: Latitude: -21.606 ? Longitude: -43.757, Altitude Máxima de 1.721m e Mínima de 811m, Temperatura Média Máxima Anual de 25,20°C e Média Mínima Anual de 15,60°C, Relevo Montanhoso, Hidrografia: Rio Vermelho ? Ribeirão do Quilombo ? Bacia do Rio Grande, limitando-se com os Municípios de : Juiz de Fora, Santos Dumont, Pedro Teixeira, Antônio Carlos, Santa Rita do Ibitipoca e Lima Duarte.


GENTÍLICO: BIAS FORTENSE

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA:
Distrito criado com a denominação de Quilombo, pela Lei Provincial N° 2149, de 30-10-1875 ou N° 149 de 30-10-1875, e Lei Estadual N° 2, de 14-09-1891, subordinado ao Município de Barbacena. Pelo Decreto Municipal N° 148, de 20-05-1896, o Distrito de Quilombo passou a chamar-se União. Em divisão referente ao ano de 1911, o Distrito de União (ex-Quilombo), figura no Município de Barbacena. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-12-1936 e 31-12-1937. Elevado à categoria de Município com a denominação de Bias Fortes, pelo Decreto-Lei Estadual N° 148, de 17-12-1938, desmembrado de Barbacena. Sede no atual Distrito de Bias Fortes (ex-União). Constituído de 4 Distrito: Bias Fortes, Campolide, Ibitipoca ex-Santa Rita do Ibitipoca desmembrados de Barbacena e Rosário desmembrado do Município de Juiz de Fora. Não temos a data de instalação. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o Município é constituído de 4 Distritos: Bias Fortes, Campolide, Ibitipoca e Rosário. Pelo Decreto-Lei Estadual N° 1058, de 31-12-1948, o Distrito de Rosário passou a chamar-se Augusto Franco. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o Município é constituído de 4 Distritos: Bias Fortes, Augusto Franco (ex-Rosário), Campolide e Ibitipoca. Pela Lei Estadual N° 336, de 27-12-1948, o Distrito de Augusto Franco deixa de pertence ao Município de Bias Fortes para ser anexado ao Município de Juiz de Fora. Em divisão territorial datada de 01-07-1950, o Município é constituído de 3 Distritos: Bias Fortes, Campolide e Ibitipoca. Pela Lei Estadual N° 1039, de 12-12-1953, é criado o Distrito de Paraíso Garcia (ex-povoado de José Pinto), criado com terras desmembradas do Distrito de Campolide e anexado ao Município de Bias Fortes. Em divisão territorial datada de 01-07-1960, o Município é constituído de 4 Distritos: Bias Fortes, Campolide, Ibitipoca e Paraíso Garcia. Pela Lei Estadual N° 2764, de 30-12-1962, desmembra do Município de Bias Fortes os Distritos de Ibitipoca, Campolide e Paraíso Garcia, para formar o novo Município com a denominação de Santa Rita do Ibitipoca (ex-Ibitipoca). Em divisão territorial datada de 31-12-1963, o Município é constituído do Distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Judiciáriamente pertence à Comarca do Município de Barbacena.

ALTERAÇÕES TOPONÍMICAS DISTRITAIS:
Quilombo para União alterado, pelo Decreto Municipal N° 148, de 20-05-1896.
União para Bias Fortes alterado, pelo Decreto-Lei Estadual N° 148, de 17-12-1938.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.26