Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Casa na cidade de Bonfim (MG) - 1958
Rua Dr. Melo Viana em Bonfim (MG) - 1958
Laticínio Sta. Clara em Bonfim (MG) - 1958
Veja mais fotos

História

Bonfim
Minas Gerais - MG

Histórico

Colonizadores portugueses foram responsáveis pela fundação do arraial, atual sede municipal. Eles aqui chegaram no limiar do século XVIII, chefiados por Manoel Teixeira Sobreira, trazendo escravos e colonos, iniciando a formação de um núcleo com o noem de Rocinha.
Recebendo uma sesmaria, por carta de 3 de janeiro de 1750, Sobreira implantou várias lavouras propiciando o desbravamento do território. Logo após sua chegada, erigiu uma capela em honra ao Senhor do Bonfim, vindo a imagem de Portugal. Em torno do templo o povoado evoluiu, atraindo novos moradores, sendo a agropecuária o sustentáculo da economia municipal.
O topônimo atual retrata uma homenagem ao Padroeiro de comunidade, Senhor do Bonfim.

Gentílico: bonfinense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Bonfim de Paraopeba, pelo decreto de 14-07-1832, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Queiroz.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Bonfim de Paraopeba, pela lei provincial nº 134, de 16-03-1839, desmembrado de Queluz. Sede no arraial de Bonfim de Paraopeba. Constituído do distrito sede. Instalado em 24-01-1842.
Pela lei provincial nº 184, de 03-04-1840, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Piedade dos Gerais e anexado a vila de Bonfim.
Pelas leis provinciais nºs 816, de 04-07-1857, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de São Gonçalo da Ponte e anexado a vila de Bonfim de Paraopeba.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Bonfim, pela lei nº 1094, de 07-10-1860.
Pela lei provincial nº 1254, de 25-11-1865, e lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Santana do Paraopeba e anexado ao município de Bonfim.
Pela lei provincial nº 2605, de 07-01-1880 e lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Santa Luzia do Rio Manso e anexado ao município de Bonfim
Pelo decreto estadual nº 151, de 21-07-1890, e lei estadual nº 14-09-1891, é criado o distrito de Santo Antônio da Vargem Alegre e anexado ao município de Bonfim.
Pela lei estadual nº 2, de 14-09-1891, são criados os distritos de Nossa Senhora da Boa Morte e Brumadinho do Paraopeba e anexados ao município de Bonfim.
Pela lei municipal nº 72, de 27-07-1901, é criado o distrito de Santa Cruz das Águas Claras ex-Povoado de Gambá e anexado ao município de Bonfim.
Pela lei estadual nº 543, de 27-09-1910, o distrito de Santa Cruz das Águas Claras passou chamar-se Santa Cruz de Dom Silvério.
Pela lei estadual 556, de 30-08-1911, o distrito de Nossa Senhora da Boa Morte passou a chamar-se Porto Alegre.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 9 distritos: Bonfim, Brumadinho do Paraopeba, Porto Alegre (ex-Nossa Senhora da Boa Morte), Nossa Senhora da Piedade dos Gerais, Santa Cruz de Dom Silvério, Santa Luzia do Rio Manso, Santana do Paraopeba, São Gonçalo da Ponte e Vargem Alegre (ex- Santo Antônio da Vargem Alegre).
Pela estadual nº 622, de 18-09-1914, os distritos de Santo Antônio da Vargem Alegre passou a chamar-se Campo Alegre, São Gonçalo da Ponte a denominar-se Belo Vale e Brumadinho do Paraopeba tomou o nome de Conceição do Itaguá.
Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 9 distritos: Bonfim, Belo Vale (ex-São Gonçalo da Ponte), Campo Alegre (ex-Vargem Alegre), Conceição do Itaguá, Piedade do Gerais, Porto Alegre, Santa Luzia do Rio Manso, Santa Cruz do Dom Silvério e Santana de Paraopeba.
Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, os distritos de Santa Luzia do Rio Manso passou a denominar-se Rio Manso e Conceição do Itaguá a chamar-se Brumadinho.
Pela lei estadual nº 1035, de 20-09-1928, o distrito de Porto Alegre passou a chamar-se Moeda.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 9 distritos: Bonfim, Belo Vale, Campo Alegre, Brumadinho (ex-Conceição do Itaguá), Moeda (ex-Porto Alegre), Nossa Senhora da Piedade dos Gerais, Santana do Paraopeba, Santa Cruz de Dom Silvério e Santa Luzia do Rio Manso (ex-Santa Luzia do Rio Manso).
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 31-XII-1937.
Pelo decreto-lei estadual nº 88, de 30-03-1938, o distrito de Santa Cruz de Dom Silvério passou c chamar-se Dom Silvério.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município e constituído de 9 distritos: Bonfim, Belo Vale, Campo Alegre, Conceição do Itaguá, Dom Silvério (ex-Santa Cruz de Dom Silvério), Moeda, Nossa Senhora da Piedade do Gerais, Rio Manso e Santana do Paraopeba.
Pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17-12-1948, foram desmembrados do município de Bonfim os distritos de Belo Vale, Moeda e Santana do Paraopeba, para formar o novo município de Belo Vale. O mesmo decreto desmembrou o distrito de Brumadinho do município de Bonfim, elevando-o a categoria de município. Este mesmo decreto altera os topônimos de Campo Alegre para Turibaí e o de Nossa Senhora da Piedade dos Gerais para Piedade dos Gerais.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído 5 distritos: Bonfim, Dom Silvério, Piedade dos Gerais (ex-Nossa Senhora da Piedade dos Gerais), Rio Manso e Turibaí (ex-Campo Alegre).
Pelo decreto-lei estadual nº1058, de 31-12-1943, o distrito de Dom Silvério passou a chamar-se Crucilândia.
Pela lei estadual nº 336, de 27-12-1948, desmembra do município de Bonfim o distrito de Crucilândia. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 4 distritos: Bonfim, Piedade dos Gerais, Rio Manso e Turibaí.
Pela lei estadual nº 1039, de 12-12-1953, o distrito de Turibaí passou a chamar-se Santo Antônio da Vargem Alegre.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, município é constituído de 4 distritos: Bonfim, Piedade dos Gerais, Rio Manso e Santo Antônio da Vargem Alegre (ex-Turibaí).
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Pela lei estadual nº 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de Bonfim os distritos de Piedade dos Gerais e Rio Manso elevandos á categoria de município.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Bonfim e Santo Antônio da Vargem.Alegre.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal
Bonfim de Paraopeba para Bonfim alterado, pela lei nº1094, de 07-10-1860.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.26.1