Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Cidade de Conceição do Mato Dentro (MG) - 1952
Plantações de banana e café em Conceição do Mato Dentro (MG) - set. 1952
Plantações de banana e café em Conceição do Mato Dentro (MG) - set. 1952

História

Conceição do Mato Dentro Minas Gerais - MG
Histórico
NO INÍCIO do século XVIII, o bandeirante Borba Gato fez as primeiras descobertas de ouro na região em que se localiza o Município de Conceição do Mato Dentro, habitada então pelos índios Botocudos. Em 1704, Gahriel Ponce de Lion, Gaspar Soares e Manuel Corrêa de Paiva, todos de Piratininga, chefiaram a bandeira que descobriu ouro no rio Santo Antônio. Depois de inúmeras lutas contra os indígenas, retiraram-se para a vertente da serra, onde, entre os penhascos da Ferrugem e os espigões do Campo Grande e Cotocori, localizaram as mais ricas lavras auríferas de toda a região nordeste da Capitania.
Desde o alto do Vintém até as planícies da Bandeirinha o ouro brotava em profusão daquelas terras. Nas areias do minúsculo Cuiabá, Gabriel Ponce de Lion encontrou, de uma só bateada, cerca de 20 oitavas de ouro. Em pouco tempo o local estava coberto de cabanas. Por iniciativa daquele bandeirante, iniciou-se a construção de uma capela, dedicada a Nossa Senhora da Conceição. Outros aventureiros, ouvindo dos viajantes o relato das riquezas do Santo Antônio, invadiram a região, que passou a ser um novo Eldorado.
Divididas as lavras entre os descobridores, desenvolvem-se a mineração, a lavoura e a criação, surgem as primeiras casas grandes e os primeiros engenhos. A imigração era ininterrupta e índios e negros eram adquiridos com ouro em pó. Em 1706, o padre Manoel de Abreu, fazendo uma coleta entre os ricos possuidores de sesmarias na região, conseguiu cerca de 200 oitavas de ouro para erigir uma igreja em louvor da padroeira dos povoadores. Em 1713, parte do templo, isto é, a sacristia e o altar-mor, já estavam concluídos.
Pela Carta Régia de 16 de fevereiro de 1724, foi a povoação elevada a freguesia com o nome de Conceição do Mato Dentro, verificando-se, posteriormente, por Alvará de 16 de janeiro de 1750, a criação do Distrito. Em virtude da Lei provincial n.° 171, de 23 de março de 1840, foi criado o município de Conceição em terras desmembradas do Município de Serro, dando-se-lhe por sede Conceição do Serro, antiga Conceição do Mato Dentro. A 12 de março de 1842, deu-se a instalação do Município, cuja sede foi elevada a cidade pela Lei provincial n.° 553, de 10 de outubro de 1851.
Na divisão judiciário-administrativa do Estado, fixada pelo Decreto-lei estadual n.° 1 058, de 31 de dezembro de 1943, a comarca, o termo e o Município tiveram seu topônimo alterado para Conceição do Mato Dentro.
Segundo o quadro administrativo vigente em 31 de dezembro de 1956, Conceição do Mato Dentro compõe-se de 10 distritos: Conceição do Mato Dentro, Brejauba, Congonhas do Norte, Córregos, Costa Sena, Fechados Itacolomi, Santo Antônio do Norte, Santo Antônio do Rio Abaixo e São Sebastião do Rio Preto.
Gentílico: conceicionense

Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Conceição do Serro, por alvará, de 16-01-1750 e por lei estadual nº 2, de 14-01-1891.
Elevado à categoria vila com denominação de Conceição, pela lei provincial nº 171, de 23-03­1840, desmembrado do município de Serro. Sede na antiga povoação de Conceição do Serro. Constituído do distrito sede. Instalada em 12-03-1842.
Elevado à condição de cidade com a denominação de Conceição, pela lei provincial nº 533, de 10-10-1851.
Pela lei provincial nº 778, de 30-05-1856, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Nossa Senhora do Porto de Guanhães e anexado ao município de Conceição.
Pela lei provincial nº 902, de 08-06-1858, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Tapera e anexado ao município de Conceição. Pela lei provincial nº 1031, de 06-07-1859, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Itambé e anexado ao município de Conceição. Pela lei provincial nº 1718, de 05-10-1870, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de São Domingos do Rio Preto e anexado ao município de Conceição. Pela lei provincial nº 1881, de 15-07-1872, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Paraúna e anexado ao município de Conceição. Pela lei provincial n] 2103, de 04-01-1875, e por lei estadual nº2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Santo Antônio do Rio Abaixo e anexado ao município de Conceição. Pela lei provincial nº 2218, de 05-06-1876, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de São Sebastião do Rio do Peixe e anexado ao município de Conceição. Pela lei provincial nº 2420, de 05-11-1877, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Córregos e anexado ao município de Conceição. Pela lei provincial nº 2830, de 24-10-1881, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Fechados ex-Feichados e anexado ao município de Conceição. Pela lei estadual nº 2, de 14-09-1891, são criados os distritos de Brejaúba, Congonhas do Norte, Morro do Gaspar Soares e anexados ao município de Conceição. Pela lei estadual nº 556, de 30-08 1911, é criado o distrito de Passabém e anexado ao município de Conceição do Serro ex-Conceição.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município se denomina Conceição do Serro e se constituí de 14 distritos: Conceição do Serro, Brejauba, Congonhas do Norte, Córregos, Fechados, Itambé do Mato Dentro ex-Itambé, Morro do Gaspar Soares, Paraúna, Passabém, Porto de Guanhães ex- Nossa senhora do Porto de Guanhães, Santo Antônio do Rio Abaixo, São Domingos do Rio Peixe e São Sebastião do Rio Preto e Tapera.
Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o município aparece constituído de 14 distritos: Conceição do Serro, Brejauba, Congonhas do Norte, Córregos, Fechados, Itambé do Mato Dentro, Morro do Pilar ex-Morro do Gaspar Soares, Paraúna, Santo Antônio do Rio Abaixo, Santo Antônio da Tapera ex-tapera, São Domingos ex-São Domingos do Rio do Peixe, São José da Passagem ex-Passabém, São Sebastião do Rio Preto, Nossa Senhora do Porto de Guanhães ex-Porto de Guanhães.
Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, o município de Conceição do Serro passou a denominar-se simplesmente Conceição, o distrito de Brejaúba a denominar-se São José de Brejaúba. Nossa Senhora do Porto de Guanhães deixa de pertencer a Conceição para ser anexado ao município de Guanhães e, ainda, é criado o distrito de Viamão, com território do distrito sede do município de São Domingos do Rio do Peixe. O distrito de São José do Passabém passsou a denominar-se simplesmente Passa Bem.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 12 distritos: Conceição, Congonhas do Norte, Itambé ex-Itambé do Mato Dentro, Morro do Pilar, Paraúna, Passa Bem ex-Passabém, Santo Antônio do Rio do Abaixo, São Domingos do Rio do Rio do Peixe, São José de Brejaúba, São Sebastião do Rio Preto, Tapera e Viamão.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pela lei estadual nº 88, de 30-03-1938, o distrito de Passa Bem volta a denominar-se São José do Passa Bem e o distrito de Tapera a denominar-se Santo Antônio da Tapera.
Pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17-12-1938, desmembra-se do município de Conceição os distritos de São Domingos do Rio do Peixe e Viamão, para formar o novo município com a denominação de Dom Joaquim. E, ainda, desmembra do município Conceição os distritos de Itacuru e Passabem para formar o novo município com a denominação de Santa Maria de Itabira. O distrito de São José de Brejaúba voltou a denominar-se simplesmente Brejaúba e o distrito de Paraúna a chamar­se Costa Sena, o distrito de Santo Antônio da Tapera teve sua denominação de alterada para Santo Antônio do Norte.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 10 distritos: Conceição, Brejaúba ex-São José de Brejaúba, Congonhas do Norte, Costa Sena ex-Paraúna, Itambé, Morro do Pilar, Santo Antônio do Rio Abaixo, São José do Passa Bem, São Sebastião do Rio Preto e Tapera. .
Pelo decreto-lei estadual nº 1058, de 31-12-1943, o município de Conceição passou a denominar-se Conceição do Mato Dentro. E sob a mesma lei desmembra do município de Conceição do Mato Dentro os distritos de São José do Passa Bem e Itacuru ex-Itambé, para formar o novo município de Santa Maria de Itabira.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 10 distritos: Conceição do Mato Dentro, Brejaúba, Congonhas do Norte, Córregos, Costa Sena, Fechados, Morro do Pilar, Santo Antônio do Norte ex-Tapera, Santo Antônio do Rio Abaixo e São Sebastião do Rio Preto.
Pela lei nº 1039, de 12-12-1953, desmembra do município de Conceição do Mato Dentro o distrito de Morro do Pilar. Elevado á categoria de município.
Pela lei nº 336, de 27-12-1949, é criado o distrito de Itacolomi e anexado ao município de Conceição de Mato Dentro.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 10 distritos: Conceição do Mato Dentro, Brejaúba, Congonhas do Norte, Córregos, Costa Sena, Fechados, Itacolomi, Santo Antônio do Norte, Santo Antônio do Rio Abaixo, São Sebastião do Rio Preto.
Pela lei estadual nº 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de conceição do Mato Dentro os distritos de Congonhas do Norte, Santo Antônio do Rio Abaixo e São Sebastião do Rio Preto. Elevados à categoria de município. E sob a mesma lei cria o distrito de São Sebastião do Bonsucesso e anexado ao município de Conceição de Mato Dentro. . Pela lei nº , , o distrito de Fechados deixa de pertencer ao município de Conceição de Mato Dentro para ser anexado ao município de Santana de Pirapama.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 7 distritos: Conceição de Mato Dentro, Brejaúba, Córregos, Costa Sena, Itacolomi, Santo Antônio do Norte e São Sebastião do Bonsucesso.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2001.
Pela lei nº 1741, de 30-09-2003, é criado o distrito de Tabuleiro do Mato Grande e anexado ao município de Conceição do Mato Grande.
Pela lei nº 1742, de 30-09-2003, é criado o distrito de Ouro Fino do Mato Dentro e anexado ao município de Conceição do Mato Grande Mato.
Pela lei nº 1757, de 30-09-2003, é criado o distrito de Senhora do Socorro e anexado ao município de Conceição do Mato Grande.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 10 distritos: Conceição do Mato Dentro, Brejaúba, Córregos, Costa Sena, Itacolomi, Ouro Fino do Mato Dentro, Santo Antônio do Norte, São Sebastião do Bonsucesso, Senhora do Socorro e Tabuleiro do Mato Dentro.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas municipais
Conceição do Serro para simplesmente Conceição alterado, pela lei provincial nº 778, de 30-05-1856.
Conceição para Conceição do Serro alterado, em 1911.
Conceição do Serro para simplesmente Conceição alterado, pela lei estadual nº 843, 07-09-1923.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.12.0