Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Tear para Pedra Sabão em Congonhas (MG) - 1958
Pedra Sabão Arte Indústria (MG) - 1958
Cidade de Congonhas do Campo (MG) - 1958
Igreja do Senhor do Bom Jesus em Congonhas (MG) - 1958
Igreja do Senhor do Bom Jesus em Congonhas (MG) - 1958
Igreja do Senhor do Bom Jesus em Congonhas (MG) - 1958

História

Congonhas teve origem em 1757 quando foi fundado o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, por Feliciano Mendes, de Guimarães, nascido em Portugal, de início modesta cruz e oratório; ele era tão pobre que até morrer, em 1765, pedia esmolas.
Contribuíram com grandes quantias Francisco de Lima; Manuel Rodrigues Coelho, Bernardo Pires da Silva, de modo que se começou a nave central da igreja; em 1787 foi colocada diante do altar-mor a imagem do Cristo morto. Custódia e vasos sacros de prata foram encomendados ao ourives Felizardo Mendes. Em 1819 requisitaram-se os serviços do pintor Manuel da Costa Ataíde (o mestre Ataíde) para restaurar pintura da capela-mor. De 1769 a 1772 trabalhou ali o mestre João de Carvalhais, recebendo 32 oitavas à conta da pintura do altar de Santo Antônio. Data de 1781 a última menção a Carvalhais: recebeu oito oitavas de feitio de duas imagens de Cristo dos colaterais para a igreja.
Em 1812 o barão Eschwege instalou no arraial, com a intenção pioneira no país de produzir ferro, sua Fábrica Patriotica, com Varnhagen e o intendente Câmara, sendo tal local situado às margens da rodovia BR 040, nas proximidades da Mina da Fábrica (nome dado em alusão a 'Fábrica Patriótica'), hoje pertencente à Vale.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Congonhas do Campo pelo Alvará de 06-11-1746 e pela Lei Estadual n.º 2, de 14-09-1891.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o distrito de Congonhas figura no município de Ouro Preto. Assim permanecendo nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 843, de 07-09-1923, o distrito de Congonhas do Campo deixa de pertencer do município de Ouro Preto para ser anexado ao município de Queluz.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o distrito de Congonhas do Campo figura no município de Queluz. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 88, de 30-03-1938, o município de Queluz passou a denominar-se Conselheiro Lafaite, passando o distrito de Congonhas do Campo a permanecer ao município de Conselheiro Lafaite.
Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Congonhas do Campo pelo Decreto-lei n.º 148, de 17-12-1938, sendo desmembrado dos municípios de Conselheiro Lafaiete e Ouro Preto. Sede no antigo distrito de Congonhas do Campo. Constituído de 2 distritos: Congonhas do Campo e Lobo Leite, desmembrado de Ouro Preto. Não temos a data de instalação.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943 o município é constituído de 2 distritos: Conselheiro do Campo e Lobo Leite.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 1.058, de 31-12-1943, o município de Congonhas do Campo adquiriu o distrito de Alto Maranhão transferido do município de Conselheiro Lafaiete.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944 a 1948 o município é constituído de 3 distritos: Congonhas do Campo, Alto Maranhão e Lobo Leite.
Pela Lei Estadual n.º 336, de 27-12-1948, o município de Congonhas do Campo passou a denominar-se simplesmente Congonhas.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 3 distritos: Congonhas, Alto Maranhão e Lobo Leite. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Congonhas (MG). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://www.congonhas.mg.gov.br/Materia_especifica/6495/Historia. Acesso em: ago. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.8.18.20