Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Capela [Nossa Senhora] do Rosário : Ibirité, MG - 1984
Escola Estadual Pedro Evangelista Diniz : Ibirité, MG - 1984
Fazenda do Rosário : Ibirité, MG - 1984
Fundação Helena Antipoff : Ibirité, MG - 1984
Gruta de Nossa Senhora Aparecida : Ibirité, MG - 1984
Prefeitura Municipal : Ibirité, MG - 1984

História

O povoamento da área correspondente ao município de Ibirité remonta aos séculos XVII e XVIII quando se iniciou as primeiras entradas e bandeiras nas áreas centrais da capitania das Minas Gerais com o intuito de descobrir ouro. A corrida do ouro ocasionou o surgimento de várias cidades como Vila Rica, Mariana, Sabará, Caeté e Congonhas das Minas do Ouro cidade conhecida atualmente como Nova Lima que foi palco de grande especulação aurífera onde se empregava grande contingente de mão de obra escrava . Conseqüentemente os escravos e as pessoas que se deslocaram para estas paragens precisavam de uma provisão de víveres para se manterem, evidenciando o surgimento de fazendas especializadas no cultivo de gêneros alimentícios e criação de gado. Com o sortimento, a proliferação das fazendas surgiu os povoados, como o de Ibirité.
As terras de Ibirité foram concedidas pelo imperador através da política sesmeira desencadeada por D. José I. As cartas de sesmaria eram concedidas aos cidadãos por meio de petição requerida ao governador da capitania. As cartas de sesmaria concedidas começaram no passado, ainda nos tempos do I Império, quando o alferes português Antônio José de Freitas recebeu de D. Pedro I uma carta de sesmaria, abrangendo do alto da serra do Rola Moça à Fazenda do Pintado e do Barreiro à cachoeira de Santa Rosa, incluindo a serra da Boa Esperança, região de Vargem do Pantana. Em 02 de junho de 1890, o povoado foi elevado a distrito de Sabará, criando-se então o primeiro Conselho Distrital de Vargem do Pantana (entidade com certa autonomia de governo para administrar os distritos), presidido por José Pedro de Souza Campos e formado pelo alferes Antônio José de Freitas e por Hilário Ferreira de Freitas. Este Conselho conseguiu fundar a primeira escola da Vila e adquiriu seis alqueires de terra para servir de logradouro público, lugar onde se podiam construir moradias com licença do Conselho.
Cinco famílias deram origem a Ibirité: Ferreira, Diniz, Pinheiro, Freitas e Campos. Em 1880, foi criado o povoado da Vargem da Pantana, na freguesia de Contagem, Município de Sabará.
O povoamento inicial de Ibirité ocorreu ao longo do ribeirão do Pantana, às margens da futura MG - 040 e da Estrada de Ferro Central do Brasil – EFCB. O funcionamento da EFCB e a inauguração da estrada de rodagem (que ligava a Capital ao sul de Minas e a São Paulo, canal de movimentação de pessoas e produção agrícola) promoveram o enriquecimento de Ibirité. Trouxeram novas famílias que trabalhavam em empreendimentos diretamente ligados a essas vias de transporte e acabavam por residir na região com seus descendentes.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Vargem do Pântano, pelo Decreto n.º 88, de 02-06-1890 e pela Lei Estadual n.º 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Santa Quitéria.
Tomou a denominação de Vargem da Pantana, pela Lei Estadual n.º 556, de 30-08-1911.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Vargem da Pantana (ex-Vargem do Pântano) figura no município de Santa Quitéria.
Assim permanecendo nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920.
Pela Lei Estadual n.º 843, de 07-09-1923, o distrito de Vargem da Pantana deixa de pertencer ao município de Santa Quitéria para ser anexado ao município de Contagem. Pela mesma Lei, o distrito de Vargem da Pantana passou a chamar-se Ibiritê.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Ibiritê (ex-Vargem da Pantana) figura no município de Contagem.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 148, de 17-12-1938, o distrito de Ibiritê foi transferido do extinto município de Contagem para o novo município de Betim.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Ibiritê figura no município de Betim.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 1.058, de 31-12-1943, o município de Ibiritê teve sua grafia alterada para Ibirité.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Ibirité figura no município de Betim.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Elevado à categoria de município com a denominação de Ibirité, pela Lei Estadual n.º 2.764, de 30-12-1962, desmembrado de Betim. Sede no antigo distrito de Ibirité. Constituído de 2 distritos: Ibirité e Sarzedo, ambos desmembrados de Betim. Instalado em 01-03-1963.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1968.
Pela Lei Estadual n.º 6.769, de 13 de maio de 1976, é criado o distrito de Parque Durval de Barros e anexado ao município de Ibirité.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 3 distritos: Ibirité, Sarzedo e Parque Durval de Barros.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1993.
Pela Lei Estadual n.º 10.703, de 21-12-1995, é desmembrado do município de Ibirité o distrito de Sarzedo. Elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído de 2 distritos: Ibirité e Parque Durval de Barros.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte

Ibirité (MG). Prefeitura. 2014. Disponível em: http://www.ibirite.mg.gov.br. Acesso em: fev. 2014.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.21