Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Serra da Mantiqueira em Itamonte (MG) - 1958

História

ITAMONTE MINAS GERAIS Monografia - n.º 133 Ano: 1967
Perdem-se em lendas os começos de Itamonte. Supõe-se, no entanto, que se prendem à época do afluxo das bandeiras ao planalto das Gerais, nos meados do século XVII.
Antes, porém, suas terras já haviam sido palmilhadas pelos portugueses na terceira década que se seguiu ao descobrimento. Essas primeiras 'entradas' (1531/32), ordenadas por Martim Afonso de Souza, Comandante da Primeira Expedição Colonizadora e donatário da Capitania de São Vicente, internaram-se pela floresta virgem e vadeando rios transpuseram as serras do Mar e da Mantiqueira, atingindo Minas Gerais pela região do atual Município de Itamonte, e demarcando a primeira vereda de penetração. Em 1601, Glimmer volta a palmilhar esse caminho.
Com a descoberta das minas, intensifica-se a afluência paulista às regiões auríferas. A antiga vereda do Capivari tornou-se estrada, com numerosos pousos que, com o correr dos tempos, se transformam em povoados e cidades. Um deles, colocado em posição de realce, no dorso da montanha, a cavaleiro da 'Pedra do Picu' (ou do Pico), ficou sendo conhecido como 'Pouso do Picu'. Após o declínio das minas, o antigo 'Pouso do Picu' não perdeu sua importância, tornando-se até 'de navegação mais intensa', na expressão tropeira. Com a construção de uma capela, sob a invocação de São José, passou a povoado e, depois freguesia, com a denominação oficial de 'São José do Picu'. Transformada esta, mais tarde, em São José do Itamonte com a autonomia administrativa, em 1938, converteu-se em Itamonte, simplesmente.
Formação Administrativa
O distrito de São José do Picu, criado pela Lei provincial n° 1.659, de 14 de setembro de 1870, e mantido pela Lei estadual n° 2, de 14 de setembro de 1891, pertenceu aos municípios de Baependi, Pouso Alto e Itanhandu (Lei n.° 843, de 7 de setembro de 1923), sucessivamente, até que, com o topônimo de São José do Itamonte (Lei estadual n° 955, de 4 de setembro de 1927), foi erigido em sede municipal, pelo Decreto-lei estadual n° 148, de 17 de dezembro de 1938, com a atual denominação, figurando com os distritos de Itamonte (sede) e Alagoa.
Pela Lei estadual n° 2.764, de 30 de dezembro de 1962, perdeu o distrito de Alagoa, que passou a Município, permanecendo só com o distrito-sede. Faz parte do Têrmo e Comarca de Itanhandu.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.6.23.1