Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Panorâmica no caminho para a cidade de Miraí (MG) - s.d
Panorâmica no caminho para a cidade de Miraí (MG) - s.d
Panorâmica no caminho para a cidade de Miraí (MG) - s.d
Panorâmica no caminho para a cidade de Miraí (MG) - s.d
Cafezal no caminho da cidade de MIraí (MG) - s.d
Carroça transportando mantimentos no lugarejo Glória (MG) - s.d

História

Em 1852, um grupo de 53 pessoas adquiriu de Salustiano José Fernandes e sua mulher, Maria Porcina do Amor Divino, parte das terras que integravam a antiga Fazenda das Três Barras, de propriedade dos mesmos. A venda foi realizada por duzentos mil reis e destinada, conforme documento de 15 de Dezembro daquele ano, ao patrimônio de uma Igreja a ser construída em honra a Santo Antônio. Originou-se assim, às margens do Rio Muriaé, o arraial que segundo uns se chamou inicialmente Brejo e que mais tarde viria a ser a atual cidade sede do município de Miraí. A Capela ficou pronta em 1853. Em 1859 foi o arraial elevado à categoria de Distrito de Paz, com o nome de Santo Antônio do Muriaé, pertencendo a freguesia de Santo Antônio do Camapuã, nome esse que não se veio a firmar. A criação do Distrito foi confirmada pela Lei Estadual nº 2, de 14 de Setembro de 1891, sendo que pela Lei Municipal 168, de 15 de Abril de 1903, tomou o nome de Miraí, que significa ' Terra Molhada', 'Brejo'. O município foi criado pela Lei Estadual nº 843, de 7 de Setembro de 1923, por desmembramento de Cataguases e ganhando o Distrito de Dores da Vitória, saído de Muriaé e a instalação verificou-se a 27 de Janeiro de 1924, sendo que sua sede municipal ganhou Foros de Cidade pela Lei Estadual nº 893, de 10 de Setembro de 1925. O município foi elevado a Sede de Comarca pelo Decreto nº 155, de 29 de Julho de 1935.

Fonte

Enciclopédia dos Municípios Brasieliros - IBGE - 1959
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.21