Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

Já nos albores do século XVIII, as bandeiras já incentivadas pela descoberta de ouro na região, trouxeram paulistas e portugueses às margens do Rio Grande. Estes primitivos habitantes lá chegaram atraídos pelas grandes possibilidades de lá encontrarem veios auríferos. Este fato nos parece incontestável, pois observam-se, até hoje, valas e escavações, em terras de Nazareno, que datam do início do século XVIII. Este acontecimento põe à prova que o fator básico e preponderante do início da formação e mesmo da civilidade foi a riqueza do subsolo do atual município de Nazareno. O nome dos primitivos habitantes do então arraial em formação escapam ao nosso conhecimento, pois debalde foram nossos esforços na procura de notas e biografias a esse respeito. É certo, porém, que já existia, em 1725, o arraial já formado com um pequeno comércio, uma agricultura em pleno desenvolvimento e com pessoas que já se punham à faina de faiscar o ouro. Sabe-se ainda que foi no ano de 1725 que a capela de Nossa Senhora de Nazaré foi construída, em terrenos doados pelos fazendeiros Manuel Seixas Pinto e seu irmão José Gonçalves Pinto. Em 1734, a nova povoação tinha o nome de Ribeiro Fundo, sendo posteriormente alterado para Nossa Senhora de Nazaré, Nazaré é finalmente Nazareno. Os milagres atribuídos a Virgem de Nazaré, que levavam ao local constantes e contínuas peregrinações, influíram bastente no crescimento e no progresso do arraial. Em 1870, eram ainda poucas as fazendas existentes na região, admitindo-se mesmo que dois terços da área distrital pertenciam à Confraria de Nossa Senhora de Nazaré e a quatro potentados: Barão da Cachoeira, também conhecido como Barão da Ponte Nova e de Conceição da Barra, Barão de Coqueiros, Tenente Gabriel Leite e Capitão José Bernardino. Dentre os filhos ilustres de Nazareno, destacam-se o Padre José Dias Custódio que teve papel relevante, em 1831 no 'Manifesto dos Mineiros' contra D. Pedro I e o Cônego Heitor Augusto da Trindade que, de 1893 a 1955, consagrou toda a sua vida na formação espiritual de seu povo e no amparo social da comunidade Nazarenense.
A fixação dos primitivos habitantes e a ocupação e o desbravamento do território tiveram como causa a exploração de ouro na região, o amanho da terra e as atividades ligadas à criação de gado.
O topônimo do município é em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré. Segundo se conta o município anteriormente denominado 'Nazaré', passou a denominar-se Nazareno, porque havia um outro município, no território Nacional, com o nome de Nossa Senhora de Nazaré.
O gentílico dos que lá nascem é 'Nazarenense'.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.39