Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Não há fotos para este município

História

Salto da Divisa
Minas Gerais - MG

Histórico

A região do município foi pisada pelos primeiros brancos entre 1550 e 1600, quando várias bandeiras e alguns aventureiros dispersos, oriundos da Bahia, mais uma vez penetraram o território que depois veio a constituir-se na Capitania das Minas.
Contudo, só muito tempo depois se fixaram os primitivos moradores, dando-se isto por volta de 1808, quando já intensa era a navegação do Rio Grande de Belmonte (hoje Jequitinhonha) com tráfego de viveres, viajantes, entre os quais muitos contrabandistas do diamante e do ouro; exatamente para coibir esse abuso, o Governo da Província da Bahia fez instalar um posto policial com um destacamento baiano na localidade que se denominou Quartel do Salto. Em torno desse quartel, surgiu o primeiro povoado, pois não sendo navegável o Rio Grande de Belmonte (Jequitinhonha) nas suas vizinhanças, o transporte de canoas, mercadorias e viajantes era feito margeando-se o curso do rio, por terra, o que tornava aquele quartel posto obrigatório de pernoite.
O topônimo lhe foi dado em razão de estar junto ao ″salto ″ a queda de água de maior importância no rio Jequitinhonha e exatamente na divisa das duas capitanias; daí, ″Quartel do Salto″ primeiro, ″Salto Grande″ depois e, finalmente, ″Salto da Divisa″.
Apenas criado o quartel, as forças baianas o abandonaram, indo ocupar outra localidade, a um dia de viagem por canoa, rio abaixo.
Em 1911, um destacamento mineiro, comandado pelo alferes Julião, veio ocupar o quartel. Algumas fontes dão esse alferes como o fundador do povoado, enquanto outras afirmam já existir o povoado quando ele ali chegou.
Com a sua ocupação por autoridades mineiras, o quartel e o povoado ficaram administrativamente ligados a Minas através da vila de Minas Novas (1811).
Em 1870, o povoado passou a integrar o município de Araçuaí, até que em 1913 passou a fazer parte do município de Jequitinhonha, então criado. Posteriormente, pertenceu ainda aos municípios de Almenara e de Jacinto, até que recebeu sua independência administrativa, em 1948.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Salto Grande, pela Lei Provincial nº 1860, de 12-10-1871, e Lei Estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de São Miguel de Jequitinhonha.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Salto Grande figura no município de São Miguel de Jequitinhonha.
Pela Lei Estadual nº 622, de 18-09-1914, o município de São Miguel de Jequitinhonha tomou o nome de Vila Jequitinhonha.
Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o distrito de Salto Grande figura no município de Vila Jequitinhonha (ex-São Miguel de Jequitinhonha).
Pela Lei Estadual nº 843, de 07-09-1923, o município de Vila Jequitinhonha passou a chamar-se simplesmente Jequitinhonha.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Salto Grande figura no município de Jequitinhonha.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo Decreto-Lei Estadual nº 58, 12-01-1938, o distrito de Salto Grande foi transferido do município de Jequitinhonha para o novo município de Vigia.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Salto Grande figura no município de Vigia.
Pelo Decreto-Lei Estadual nº 1058, de 31-12-1943, o distrito de Salto Grande tomou o nome de Salto da Divisa e o município de Vigia a chamar-se Almenara. Pelo mesmo decreto-lei acima citado o distrito de Salto da Divisa (ex-Salto Grande), foi transferido do município de Almenara (ex-Vigia), para constituir o novo município de Jacinto.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de Salto da Divisa figura no município de Jacinto.
Elevado à categoria de município com a denominação de Salto da Divisa, pela Lei Estadual nº 336, de 27-12-1948, desmembrado de Jacinto. Sede no antigo distrito de Salto da Divisa. Constituído de 2 distritos: Salto da Divisa e Santa Maria do Salto (ex-povoado de Santa Maria), criado com terras desmembradas do distrito de Salto da Divisa e aparte da Bacia de Ribeirão Areia e anexado ao município de Salto da Divisa. Instalado em 01-01-1949.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Salto da Divisa e Santa Maria do Salto.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.
Pela Lei Estadual nº 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de Salto da Divisa o distrito de Santa Maria do Salto. Elevado á categoria de município.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital
Salto Grande para Salto da Divisa, alterado pelo Decreto-Lei Estadual nº 1058, de 31-12-1943.

Transferência distrital
Pelo Decreto-Lei Estadual nº 1058, de 31-12-1943, transfere o distrito de Salto da Divisa (ex-Salto Grande) do município de Almenara (ex-Vigia) para o novo município de Jacinto.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.17.1