Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Plantação de algodão na Colônia Federal de Dourado (MT) - s.d.
Plantação de algodão na Colônia Federal de Dourado, vendo-se a casa da administração (MT) - s.d.
Cafezal do colono Manhães - Colônia Federal de Dourados (MT) - s.d.
A família do colono Manhães - Colônia Federal de Dourados (MT) - s.d.
Plantação de arroz e milho na Colônia Federal de Terrenos (MT) - s.d.
Plantação de arroz na Colônia Federal de Terrenos (MT) - s.d.
Veja mais fotos

História

Antes da colonização o município de Dourados era habitado pelas tribos Terena e Kaiwa, cuja presença dos descendentes é marcante até então e constitui uma das maiores populações indígenas do Brasil.
No final do século XIX foram para o Mato Grosso famílias do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Paulo, em busca de novas terras no oeste do país.
Dado o acentuado progresso verificado na região e pelas notícias sobre a fertilidade da terra, aluíram novos colonizadores em demanda da exploração dos extensos ervais nativos. Destacou-se também o desenvolvimento da cultura pastoril e da construção da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, entre 1904 a 1914.
Entre os colonizadores, se destacou Marcelino Pires, que se dedicou à criação de gado, ocupando vastíssima área de terras, onde se localiza atualmente o município de Dourados.
Em 1935, com áreas desmembradas do município de Ponta Porã foi criado o município de Dourados.
A colônia agrícola de Dourados, criada em 1943 com uma área de 50.000 hectares, passou a integrar Dourados em 1935, atraindo para a região levas de imigrantes brasileiros e estrangeiros, principalmente japoneses, que se dedicaram notadamente ao cultivo de café.

Formação Administrativa

Distrito criado com denominação de Dourados pela Lei n.º 658, de 15-06-1914, subordinado ao município de Ponta Porã.
No quadro de apuração do recenseamento geral de I-IX-1920, o distrito de Dourados figura no município de Ponta Porá, assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.
Elevado à categoria de município, com a denominação de Dourados, pelo Decreto n.º 30, de 20-12-1935, sendo desmembrado de Ponta Porá, tendo como sede o antigo distrito de Dourados e sendo constituído do distrito sede. Instalado em 22-01-1936.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1936 o município aparece constituído de 4 distritos: Dourados, Carapós, Iguassu e Juti.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1937 o município aparece constituído de 2 distritos: Dourados e Juti, não figurando os distritos de Carapós e Iguassu.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 145, de 29-03-1938, o distrito de Juti tomou o nome de Santa Luzia.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943 o município de Dourados é constituído de 2 distritos: Dourados e Santa Luzia.
Pelo Decreto-lei Federal n.º 6.550, de 31-05-1944, ainda em vigor nos termos dos artigos 161 e 162 do Decreto-lei 6.887, de 21-09-1944, retificado pelo Decreto-lei Federal n.º 9.055, de 12-03-1946, o distrito de Santa Luzia voltou a denominar-se Juti.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944 a 1948, o município é constituído de 2 distritos: Dourados e Juti.
Pela Lei Estadual n.º 150, de 04-10-1948, é criado o distrito de Guaçu (ex-povoado de Macaúba) e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 188, de 16-11-1948, é criado o distrito de Caaparó, criado com terras desmembradas do distrito de Juti e anexado ao município de Dourados.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950 o município é constituído de 4 distritos: Dourados, Caarapó, Guaçu e Juti.
Pela Lei Estadual n.º 661, de 10-12-1953, é criado o distrito de Itaum e anexado ao município de Dourados.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955 o município é constituído de 5 distritos: Dourados, Caarapó, Guaçu Itaum e Juti.
Pela Lei Estadual n.º 1.190, de 20-02-1958, são desmembrados do município de Dourados os distritos de Caaparó e Juti, para constituírem o novo município de Caaparó.
Pela Lei Estadual n.º 1.125, de 17-11-1958, é criado o distrito de Vila Brasil e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 1.126, de 17-11-1958, é criado o distrito de Bocajá (ex-povoado de Rainha dos Apóstolos) e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 1.159, de 18-11-1958, é criado o distrito de Picadinha e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 1.197, de 22-12-1958, é criado o distrito de Vila Glória e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 1.202, de 27-12-1958, é criado o distrito de São Pedro e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 1.207, de 27-12-1958, é criado o distrito de Panambi e anexado ao município de Dourados.
Em divisão territorial datada de I-VII-1960 o município é constituído de 9 distritos: Dourados, Bocajá, Guaçu, Itaum, Panambi, Picadinha, São Pedro, Vila Brasil e Vila Glória.
Pela Lei Estadual n.º 1.941, de 11-11-1963, é desmembrado do município de Dourados o distrito de Vila Glória, elevado à categoria de município com a denominação de Glória dos Dourados.
Pela Lei Estadual nº 2.057, de 11-11-1963, é desmembrado do município de Dourados o distrito de Vila Brasil, elevado à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 2.092, de 20-12-1963, é criado o distrito de Vila Vargas e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 2.093, de 20-12-1963, é criado o distrito de Douradinha e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 2.098, 20-12-1963, é criado o distrito de Angélica e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 2.101, de 20-12-1963, é criado o distrito de Serraria e anexado ao município de Dourados.
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963 o município de Dourados é constituído de 11 distritos: Dourados, Angélica, Bocajá, Douradina, Guaçu, Itaum, Panambi, Picadinha, São Pedro, Serraria e Vila Vargas. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1971.
Pela Lei Estadual n.º 3.691, de 13-05-1976, é desmembrado do município de Dourados o distrito de Angélica, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-I-1979 o município é constituído de 10 distritos: Dourados, Bocajá, Douradina, Guaçu, Itaum, Panambi, Picadinha, São Pedro, Serraria e Vila Vargas.
Pela Lei Estadual n.º 78, de 12-05-1980, são desmembrados do município de Dourados os distritos de Douradina e Bocajá, para formarem o novo município de Douradina.
Pela Lei Estadual n.º 325, de 30-12-1981, é criado o distrito de Vila Formosa e anexado ao município de Dourados.
Pela Lei Estadual n.º 387, de 20-09-1983, o distrito de Serraria tomou o nome de Indápolis.
Em divisão territorial datada de 1988 o município é constituído de 9 distritos: Dourados, Guaçu, Indápolis, Itaum, Panambi, Picadinha, São Pedro, Vila Formosa e Vila Vargas, assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Dourados (MS). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://www.dourados.ms.gov.br/index.php/sintese-historica/. Acesso em: fev. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.40