Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

Nova Guarita
Mato Grosso - MT

Histórico

Nova Guarita surgiu com a vinda de famílias de agricultores do Rio Grande do Sul, arrendatários de áreas indígenas, que foram expulsos, no ano de 1978, das reservas indígenas de Nonoai, Tenente Portela e Miraguai, pelos índios Kaigangues.
A área do município, como do resto da grande parte dos municípios limítrofes, pertencia à União e fora escolhida principalmente por existir a BR-163 e MT-J1, que ofereciam uma infraestrutura que facilitava o acesso, além, é claro, da fertilidade das terras.
A transferência dos agricultores do Sul foi pela Coopercana, que elaborava um projeto emergencial com a construção de agrovilas, com chácaras e casas, além de um lote rural com aproximadamente 200 hectares, sendo uma área 50 (cinquenta por cento) destinada à agricultura, e o restante à formação de uma reserva em condomínio, cuja localização era descontinua às terras agricultáveis.
Cada agrovila foi projetada para receber aproximadamente 100 (cem) famílias, totalizando o projeto inicial 10 (dez) agrovilas, das quais 3 (três) se situam no município de Nova Guarita, que são as agrovilas Planalto, Nonoai e Guarita, que dado o seu crescimento tornou-se a sede do município e passou a chamar-se de Nova Guarita.
O projeto de colonização e assentamento foi subsidiado pelo Governo Federal através do Ministério do Interior.
As áreas remanescentes do projeto de colonização, devolutas, porque pertenciam à União, foram rapidamente ocupadas por posseiros que vieram de todas as partes do país. Foram divididas em pequenos lotes de 20 e 40 hectares e hoje estão em fase de regularização fundiária pelo INCRA.
Na década de 1980, surge na região e em nosso município uma forte corrente migratória, consequência do garimpo de ouro. As áreas auríferas, rios e margens foram praticamente dizimados com prejuízos ao meio ambiente que até hoje trazem sequelas irreparáveis. A fase do garimpo paralisou quase por completo a agricultura e desestruturou social e economicamente a grande maioria das famílias. Trouxe, porém, um desenvolvimento econômico, mas que fez surgir um comércio rapidamente, destinado a atender a demanda que a produção de ouro exigia.
Passada esta década de enganosa euforia econômica, surgiu a indústria madeireira, que absorveu parte da mão de obra ociosa que era ocupada pelo garimpo, começando novamente a agricultura e criação de gado de leite, cuja produção é assumida pela Coopernova e Laticínio de Colíder, e gado de corte cuja produção é assumida por frigoríficos existentes na região.

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Nova Guarita, pela lei estadual nº 5899, de 19-12-1991, desmembrado do município de Colíder. Sede no atual distrito de Nova Guarita. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1993.
Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Fonte

Prefeitura Municipal de Nova Guarita <www.prefeituradenovaguarita.com.br>
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.39