Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Entrada da Colônia Agrícola Nacional em Monte Alegre (PA) - 1955
Colônia Agrícola Nacional em Monte Alegre (PA) - 1955
Solo pedregoso dos campos de Monte Alegre (PA) - fev.1955
Trapiche no Rio Maicuru, Ministério de Agricultura em Maicuru (PA) - jun. 1953
Trapiche no Rio Maicuru, Ministério de Agricultura em Maicuru (PA) - jun. 1953
Sede da Fazenda Maicuru a partir do Rio Maicurú no distrito de Maicuru em Monte Alegre (PA) - jun. 1953

História

No desenvolvimento da catequese, no início da colonização portuguesa no Pará, aos religiosos da Piedade foi entregue grande parte da zona da margem esquerda do rio Amazonas, para a fundação de missões e reduções de índios, núcleos que constituíram, em número avultado, as primitivas origens dos centros de população da Amazônia.
É provável que o serviço de catequese tenha sido iniciado nas paragens além do rio Jarí pelos religiosos da Piedade, que pertenciam à grande ordem fundada por São Francisco de Assis, e que tiravam o seu nome da província religiosa portuguesa a que pertenciam, antes de 1710, porquanto, uma Carta Régia de 2 de julho daquele ano, entregando o rio Jarí aos padres da Companhia de Jesus, excluiu dele os religiosos das Mercês e da Piedade, que naturalmente catequizavam já na margem esquerda do rio Amazonas.
A época precisa da fundação do núcleo que deu origem à atual sede do município de Monte Alegre não é conhecida, havendo ficado a tradição de ter sido criado pelos padres da Piedade com índios da aldeia de Gurupatuba, situada à margem do rio do mesmo nome, transferidos para o lugar, em que hoje assenta a cidade de Monte Alegre.
Constituída freguesia sob a invocação de São Francisco de Assis, foi elevada a vila, por Francisco Xavier de Mendonça Furtado, com a denominação de Monte Alegre, nome tirado do aspecto topográfico em que assenta.

Formação Administrativa

Elevado à condição de vila com a denominação de Monte Alegre em 27-02-1758.
Elevado à condição de cidade e sede municipal com a denominação de Monte Alegre pela Lei Provincial n.º 970, de 15-03-1880.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o município é constituído do distrito sede.
Pelo Decreto Estadual n.º 6, de 04-11-1930, o município de Monte Alegre adquiriu o extinto distrito de Almeirim.
O Decreto Estadual n.º 16, de 24-11-1930, desmembra do município de Monte Alegre o distrito de Almeirim, elevado novamente à categoria de município.
Pela Lei Estadual n.º 78, de 27-12-1930, o município de Monte Alegre adquiriu o extinto município de Prainha.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 o município é constituído de 2 distritos: Monte Alegre e Prainha.
Pela Lei Estadual n.º 8, de 31-10-1935, foi desmembrado de município de Monte Alegre o distrito de Prainha, elevado à categoria de município.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937 o município aparece constituído de 2 distritos: Monte Alegre e Maicuru.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 3.131, de 31-10-1938, é extinto o distrito de Maicuru, sendo seu território anexado ao distrito sede de Monte Alegre.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Monte Alegre (PA). In: ENCICLOPÉDIA dos municípios brasileiros. Rio de Janeiro: IBGE, 1957. v. 14. p. 419-424. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv27295_14.pdf. Acesso em: ago. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.18.0