Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Não há fotos para este município

História

O município foi primitivamente uma aldeia de índios e entre esses sabe-se terem existido as tribos chamadas Petiguares, Tabujarés e Mariquitos. Conta-se que a denominação de Escada provém do fato de o missionário, encarregado da catequese dos índios, ter resolvido erigir, no alto do morro onde se acha a atual matriz, um nicho para Nossa Senhora d'Apresentação (invocação preferida por ele, entre as demais que a Virgem tem), mandando fazer, para mais fácil ascensão à sumidade onde estava o nicho, uma escada, cujos degraus assentavam sobre a gleba que constituía a colina. E como o chamassem de Nossa Senhora
da Escada, o aldeamento insensivelmente foi se denominando também Escada. Tal nicho foi substituído pela construção de uma capela, que chegou a ser a matriz da freguesia demolida mais tarde para se fazer a edificação da atual.
Por vários documentos escritos, verifica-se que em 1757 já era povoação e que fazia parte da freguesia de lpojuca. Extinto o aldeamento em 1773, os índios foram mandados, por ordem do Governador, para a então colônia de Riacho de Matos. Em virtude da Carta Régia de 27 de abril de 1786, teve Escada o procedimento de freguesia, sendo o seu território desmembrado da paróquia de lpojuca a que pertencia. O seu primeiro pároco foi o padre Francisco Cavalcanti de Albuquerque Lacerda. Em virtude do Alvará de 7 de dezembro de 1813, foram os seus limites primitivos aumentados com a incorporação de alguns engenhos das freguesias do Cabo, da Vitória de Santo Antão e de Sirinhaém.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Escada por Carta Régia de 27-04-1786, e pela Lei Municipal de 06-03-1893, subordinado ao município de Cabo.
Elevado à condição de vila com a denominação de Escada, pela Lei Provincial n.º 326, de 19-04-1854, sendo desmembrado do município de Cabo. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-10-1854.
Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação Escada, pela Lei Provincial n.º 1.093, de 24-05-1873.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o município aparece constituído de 2 distritos: Escada e Frecheiras.
Em divisões administrativa referente ao ano de 1933 o município é constituído de 2 distritos: Escada e Freixeiras.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943, o município é constituído de 2 distritos: Escada e Frexeiras.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 2 distritos: Escada e Frexeiras. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Fonte

Escada (PE). In: ENCICLOPÉDIA dos municípios brasileiros. Rio de Janeiro: IBGE, 1958. v. 18. p. 105-108. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv27295_18.pdf. Acesso em: jan. 2016.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.33