Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Fotos

Xique - xique e gravatá : Município de Itatim - 1957

História

Gravatá Pernambuco - PE

Histórico
Durante o período colonial e área territorial do município foi ocupado por criadores de gado, que mantinham estreita ligação com a Vila de São José dos Bezerros, situada na direção oeste, apresentando surto de progresso desde o século XIX, o proprietário da fazenda chamada Gravatá, também conhecida por Coroatá, resolveu erigir uma capela sob a invocação de Sant`Ana, cuja construção foi concluída por seu filho, em 1822. Nas imediações do templo surgiu o povoado, formado das habitações levantadas junto da capela, cujos moradores visavam obter maior assistência religiosa e maiores contatos comunitários.
O topônimo de Gravata, segundo o naturalista Carl F. Martius, é um vocábulo de origem indígena: “vem da corruptela da palavra Caranhetá. Significa erva que arranha, ou espinhosa”.
Gentílico: gravataense

Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Gravatá, pela lei provincial nº 422, de 25-05-1857, subordinado ao município de Bezerros. Elevado à categoria de vial com a denominação de Gravatá, pela lei provincial nº 1560, de 30-05-1881, desmembrado de Bezerros. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-01-1883. Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Gravatá, pela lei provincial nº 1805, de 13-06-1884. Pela lei municipal de 27-09-1897, é criado o distrito de Uruçú-Mirim e anexado ao município de Gravatá. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 4 distritos: Gravatá, Chã Grande, Russinha e Uruçú-Mirirm.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município aparece constituído de
3 distritos: Gravatá, Chã Grande e Uruçu-Mirim. Não figurando o distrito de Russinha. Pela lei municipal nº 300, de 18-04-1955, é criado o distrito de Mandacaru, com terras desmembrada dos distritos de Gravatá e Uruçú-Mirim e anexado ao município de Gravatá. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Gravatá, Chã Grande, Mandacaru e Uruçú-Mirim. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Pela lei estadual nº 4961, de 20-12-1963, desmembra do município de Gravatá o distrito de Chã Grande. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído 3 distrito: Gravatá, Mandacaru e Uruçú-Mirim. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte

IBGE
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.6.10