Aniversários dos Municípios
< Voltar
Selecionar local
Estados
Municípios
Todos
Por estado
Selecione o estado:
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Paraíba
  • Pará
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • Sergipe
  • São Paulo
  • Tocantins
0 de 5570 municípios

Nenhum município encontrado.

Nenhum município encontrado.

Entrocamento rodoviário em Salgueiro (PE) - fev. 1962
Entrocamento rodoviário em Salgueiro (PE) - fev. 1962
Entrocamento rodoviário em Salgueiro (PE) - fev. 1962
Entrocamento rodoviário em Salgueiro (PE) - fev. 1962
Bairro Encruzilhada na cidade de Salgueiro (PE) - 1962
Jumentos de água no Bairro Encruzilhada na cidade de Salgueiro (PE) - 1962

História

No dia 21 de dezembro de 1835, o coronel Manoel de Sá saiu para fazer a vistoria na sua fazenda como de costume e ao entardecer regressando a sua casa sentou-se na sua cadeira para descansar. O pequeno Raimundo de Sá, nono filho do casal não apareceu como de costume para sentar-se ao lado do pai. O coronel, estranhando sua ausência, o procurou pela casa, nos arredores e não o encontrou.
Como já estava anoitecendo e havia muitos animais e índios na região, o coronel e sua esposa Dona Quitéria começaram a ficar preocupados com o desaparecimento do pequeno Raimundo, ordenando a um de seus vaqueiros ir até a cidade de Belém e avisar o ocorrido, formando assim um grupo para ajudar a procurar o menino. Dona Quitéria aflita com o ocorrido e pensando no que poderia acontecer com o garoto, fez uma promessa a Santo Antônio que caso encontrasse seu filho com vida, construiria uma capela em sua homenagem.
O Coronel Manoel de Sá juntamente com os vaqueiros e alguns escravos, se embrenharam na caatinga para procurar o pequeno Raimundo.
Depois de dois dias e duas noites a procura do menino, exatamente no dia 23 de dezembro de 1835, um dos vaqueiros que integrava o grupo de busca organizado pelo Coronel, finalmente conseguiu encontrar o garoto são e salvo, brincando debaixo de um pé de Salgueiro ou, segundo outra versão sobre um formoso Umbuzeiro rodeado de Salgueiros, a aproximadamente 10 Km da sede da fazenda onde a família residia, fora dos limites da Boa Vista.
Após o acontecido, o Coronel Manoel de Sá tratou de adquirir as terras e como havia prometido sua esposa Dona Quitéria, construiu a primeira capela, onde hoje, está situada a Igreja Matriz de Santo Antônio. A primeira capela tinha sua estrutura em barro e era coberta de palha. No ano seguinte, foi substituída por uma com estrutura de tijolos coberta com telhas.
A história do desaparecimento e o fato do menino ter sido encontrado são e salvo, e ainda a promessa feita por D. Quitéria, despertou a curiosidade dos moradores de toda a região, atraindo assim um grande número de pessoas. Muitas delas acabaram ficando e dando início a Vila de Santo Antônio do Salgueiro.
Elevada à condição de freguesia no dia 12 de maio de 1843, sob o nome de Santo Antônio do Salgueiro integrante da freguesia de Cabrobó.
Em 30 de abril de 1864, a freguesia de Santo Antônio do Salgueiro foi elevada à condição de município do Salgueiro pela Lei Provincial n.º 580, tendo como primeiro intendente o Major Raimundo de Sá (filho do coronel Manuel de Sá).

Formação Administrativa

Distrito com a denominação de Salgueiro pelas Leis Provinciais n.º 114, de 06-05-1843, e n.º 309, de 12-05-1853, subordinado ao município de Cabrabó.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Salgueiro pela Lei Provincial n.º 580, de 30-04-1864, sendo desmembrado do município de Cabroró. Instalado em 27-01-1865.
Pela Lei Municipal n.º 1, de 29-11-1892, é criado o distrito de Lagoa de Milagres e anexado à vila de Salgueiro.
Pela Lei Municipal n.º 2, de 16-11-1892, e pela Lei Municipal n.º 38, de 28-10-1898, é criado o distrito de Serrinha e anexado à vila de Salgueiro.
Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Salgueiro, pela Lei Estadual n.º 275, de 26-04-1898.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911 o município é constituído de 3 distritos: Salgueiro, Lagoa de Milagres e Serrinha.
Pela Lei Municipal n.º 80, de 06-12-1919, o distrito de Lagoa de Milagres passou a denominar-se de Bezerros.
A Lei Estadual n.º 1.931, de 11-09-1928, desmembra do município de Salgueiro o distrito de Serrinha, elevado à categoria de município.
Pelo Decreto Estadual n.º 55, de 23-01-1931, Salgueiro adquiriu o território do extinto município de Serrinha como simples distrito.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933 aparece o município é constituído de 3 distritos: Salgueiro, Bezerros e Serrinha.
O Decreto n.º 314, de 27-06-1934, desmembra do município de Salgueiro o distrito de Serrinha, elevado novamente à categoria de município.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937 o município aparece constituído de 4 distritos: Salgueiro, Conceição das Crioulas, Bezerros e Lagoa.
Pelo Decreto-lei n.º 92, de 31-03-1938, o distrito de Bezerros se denomina Riacho Verde.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 235, de 09-12-1938, é criado o distrito de Vasques e anexado ao município de Salgueiro. Pelo mesmo Decreto-lei é extinto o distrito de Lagoa, sendo seu território anexado aos distritos de Riacho Verde e Vasques, pertencentes ao município de Salgueiro.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943 o município é constituído de 4 distritos: Salgueiro, Conceição das Crioulas, Riacho Verde e Vasques.
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 952, de 31-12-1943, o distrito de Riacho Verde tomou o nome de Verdejante.
Pela Resolução s/nº da Câmara dos Vereadores do município de Salgueiro, foi criado o distrito de Umãs e anexado ao município de Salgueiro.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1950 o município é constituído de 5 distritos: Salgueiro, Conceição das Crioulas, Umãs, Vasques e Verdejante.
A Lei Estadual n.º 3.336, de 31-12-1958, desmembra do município de Salgueiro o distrito de Verdejante, elevado à categoria de município.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído de 4 distritos: Salgueiro, Conceição das Crioulas, Umãs e Vasques.
Em divisão territorial datada de 2014 o município é constituído de 5 distritos: Salgueiro, Conceição das Crioulas, Umas, Vasques e Pau Ferro.

Fonte

Salgueiro (PE). Prefeitura. 2015. Disponível em: http://www.salgueiro.pe.gov.br/munic_historia.htm. Acesso em: ago. 2015.
© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística | v4.3.8.18.15